Crônicas

Ordenar Por:
  • A preparação do Natal e a favela de Paraisópolis - Alberto Zucchi
    A preparação para o Natal é proclamar a Cristo e as verdades que a Igreja sempre ensinou, sem medo, como São João Batista e como Natã, nas ocasiões em que Deus nos pede.
  • Nossa Senhora do Ó e dos Ais - Padre Marcelo Tenório
    
    Mensagem de Natal comentando a Música "Convidando esta la noche"
  • Hodie Christus natus est - mensagem de Natal 2010 - Eder Silva
    
    Mais um Natal é chegado. Um novo ano se aproxima. Nossa barquinha continuará a remar. Que Deus assim nos preserve. E que a Virgem Maria nos ajude a viver e a remar, a lutar e a morrer como bons católicos. Um santo Natal a todos.
  • Adeus ao Espírito de Cruzada? - Correspondance Européenne
    
     O artigo defende a  IGREJA MILITANTE contra o ecumenismo e pacifismo que nega o espírito de combate às doutrinas erradas, contrárias à da Santa Igreja, contra as quais é preciso lutar. Para isso usa de um paralelo entre a civilização e arte medievais e o espírito das Cruzadas.
  • Balada para um Senhor Felão - Orlando Fedeli
    
    No dia de Nossa Senhora Auxiliadora, em homenagem a Ela, refúgio dos pecadores.
  • Carta aberta de agradecimento ao Prof. Sidney Silveira - Orlando Fedeli
    
    Estava na Europa, quando você publicou seu texto sobre a pusilanimidade e a coragem. Só hoje, dia 22 de abril, li o seu texto generoso – e bem valente, destemido e desafiador – em que você cita e defende meu nome e o que faço em defesa da Fé Católica, pela qual quero viver e morrer.
  • Deo Gratias: nova editora católica no Brasil, Editora Pinus. - Montfort - Associação Cultura
    
    É com grande alegria que a Montfort - Associação Cultural anuncia a criação da Editora Pinus, que tem como propósito preencher a enorme lacuna de livros católicos no Brasil.
  • Pedro e os blogs dos Judas e dos Neros do século XXI - Marcelo Fedeli
    
    Há mais de dois mil anos, desde a sua fundação por Nosso Senhor Jesus Cristo, quando Ele deu a Pedro as chaves do poder espiritual e temporal, a Santa Igreja sempre passou por crises criadas quer por seus inimigos externos, quer - e bem pior -  por seus “pérfidos inimigos” internos que, desde Judas, nunca faltaram,  “àqueles de quem" Cristo fosse “tanto amigo”, como até Camões salientou muito bem. E, conforme a época e as circunstâncias, os ataques à Santa Igreja se concentram com maior ou menor intensidade quer aos princípios fundamentais da Fé, quer a Pedro, o “doce representante de Cristo na Terra”, como o fizera Nero em seu tempo de arena, cítara e incêndio.
  • O azeite e a água: a Fé na atual crise da Igreja - Joelson Ribeiro Ramos
    
    Uma das caraterísticas de um bom azeite é a de nunca se misturar com a água. Assim, sua pureza fica sempre intactada da poluição das águas, que nem sempre é cristalina e saudável. Com a nossa Fé, acontece algo semelhante. Ela não pode ser contaminada com nenhuma impureza, que venha toldar ou macular a doutrina de vinte séculos de cristianismo. O que Ela afirmou nos primórdios do cristianismo, continua vivo, autêntico, real nos dias de hoje.
  • Sobre a caridade, a que alguns tanto apelam e cuja carência me recriminam - La Cigueña de la Torre
    
    "Há certas reações de detestação que supõem outras tantas respostas salutares... Costumo falar com freqüência sobre a cólera, citando as palavras de Péguy sobre Joana d’ Arc pois garantem que ela também tinha "grandes acessos de ira inocente ante os quais os ingleses se sentiam como aterrados". Também Cristo teve cóleras. Quando tratava aos fariseus de "sepulcros caiados", alguns contemporaneous nossos diriam que Ele incorria em falta de caridade, que Cristo não deveria ter falado de "sepulcros blanqueados".
     
  • Parábola da indecisão: os neutros já estão do lado do mal. - Rodrigo Salesi
    
     
    Havia um muro separando dois grandes grupos. De um lado, estavam Deus, os anjos e os servos leais de Deus. Do outro, estavam Satanás, seus demônios e todos os homens que não servem a Deus. E, em cima do muro, havia um jovem indeciso, que havia sido criado num lar católico, mas que, naquele momento, estava em dúvida se continuaria servindo a Deus ou se iria aproveitar um pouco mais os prazeres do mundo.
     
     
  • Não dêem pérolas a porcos... Nem à gripe suína: crônica de um protestante imaginário - Ivan Luiz Chudzik Santos
    
    A ficção de uma vida bem real num mundo irreal
     
  • O vírus da gripe A é anticlerical - Padre Gonçalo Portocarrero de Almada
    
    A nota pastoral relativa aos cuidados a ter nas celebrações litúrgicas, por causa do vírus da gripe A, deu-me que pensar. Não sendo um documento de natureza científica, nunca supus que pudesse revelar a natureza do terrível vírus H1N1, mas a verdade é que esse texto esclarece definitivamente a sua maléfica estirpe.
     
  • Impressões de verão de 2009 em algumas paróquias rurais - Jean Madiran
    
    O que mais cruelmente falta em nosso interior, em nossos campos, eles próprios dizimados, são padres. Um só, frequentemente, deve atender quatro paróquias, por vezes, mais ainda, a missa do domingo celebrada cada vez em uma igreja diferente.
     
  • Nota de falecimento: prof. Augusto Víctor Florestano - Orlando Fedeli
    
    A Montfort - Associação Cultural tem o pesar de comunicar o falecimento de um seu bem fiel amigo: o professor AUGUSTO VICTOR FLORESTANO.
  • Uma pérola encontrada em Roma - Orlando Fedeli
    
    Lê-se, no Evangelho, que o Reino dos Céus é semelhante a um homem que encontrou uma pérola de alto valor, e que, para adquiri-la, vendeu tudo o que tinha, e trocou tudo o que possuia, para adquirir aquela pérola. Pois toda a riqueza do mundo deve ser abandonada para se ter o Reino dos Céus.
     
    Tal me veio à mente, quando, em Roma encontrei no mar de Livros de uma livraria,--na Via della “Capitulazione”--, uma pérola de altissimo valor sapiencial, ao preço de 100 euros. Comparados ao valor da “pérola”, os 100 euros eram nada. Comparados ao que tinha comigo, eram uma fortuna.
     
  • Retornando de uma viagem ao passado - Orlando Fedeli
    
    Acabo de retornar, hoje, -- de um hoje morto -- de uma viagem ao passado vivo. E parece-me passar da vida para a morte deste século de amargura, mentira e vício
     
  • A Capela vazia... - Orlando Fedeli
    Estava ainda triste pela nova e repentina reviravolta feita por Padre Renato Leite, que sempre se declarou -- e muito enfaticamente -- meu fiel amigo, apoiando-me, e mesmo aconselhando-me no que fazer e como fazer.
  • Prière du Partage - Hino da Montfort - Adaptação Orlando Fedeli
    
    Hino da Montfort
    Adaptação da "Prière du Para" de André Zirnheld, paraquedista da França Livre, morto em 1942, à marcha dos arqueiros de Robert Bruce, Rei da Escócia, que foi tocada na entrada de santa Joana d'Arc em Orléans, em 1429. 
    São Paulo, 19 / XI / 95 O.F.
  • Bom Natal - Orlando Fedeli
    Que todos, indo espiritualmente à gruta de Belém, levem o que têm de melhor ao Menino Jesus: suas almas e seus corações. Assim como os pastores e os Reis foram a Belém ver o “Esperado das Nações”, cada um levando o que de melhor tinha, assim façamos nós o mesmo.
  • Meu pai e o martelo do relojoeiro - Orlando Fedeli
    Meu pai foi um entalhador pobre e simples, sem maior instrução. Era uma pessoa valente. Fora soldado durante dez anos, tendo participado da guerra Ítalo--Turca de1912, e da Primeira Guerra Mundial (1914- 1918).
  • Caricatura de uma confissão - Orlando Fedeli
    Caricatura de uma confissão que mostra a inversão de valores após o Concílio Vaticano II
  • Meus colegas de faculdade... - Felipe Camarão
    Crônica que retrata o nível cultural dos estudantes universitários
  • Hoje nasceu nosso Salvador
    

    Ressoa nesta noite, antigo e sempre novo o anúncio do Natal do Senhor. Ressoa para quem está alerta, como os pastores de Belém, há mais de dois mil anos; ressoa para quem aderiu ao apelo do Advento e permanecendo atento, está pronto a acolher a mensagem feliz que canta a liturgia: «Hoje nasceu o nosso Salvador».

  • Visita a Bauru. Velhos e velhos, jovens e jovens. - Orlando Fedeli
    "Como é agradável rever velhos amigos, que têm a mesma Fé! A mesma Fé dos velhos tempos, de todos os séculos. A mesma Fé que se mantém sempre jovem. A Fé que alegra perenemente a juventude. Mesmo a dos velhos. Permanecendo através dos séculos. E que alegra a juventude das almas."
  • Que tenho eu, Senhor, que Tu não me tenhas dado? - Padre Mateo Crawley
    Que sei eu, Senhor, que não me tenhas ensinado? Que valho eu, Senhor, se não estou a teu lado?
  • A Montfort deseja uma santa Páscoa a todos os seus leitores - Orlando Fedeli
    A Montfort envia os votos de uma Santa Páscoa a todos os seus leitores
  • Site MONTFORT: 7 anos - Páscoa de 1999 - 2006 - Montfort
    
    “Pequena galera, sem pretensões. Não grande transatlântico. Uma pequena galera no mar caótico da crise moderna. Somos pequenos. Somos fracos. Somos poucos. Mas a verdade católica é nosso tesouro”. Estas frases utilizadas no lançamento do Jornal Veritas, nossa primeira lança de ataque contra os inimigos da Igreja, bem poderiam ser aplicadas ao Site Montfort.
  • Cardeal Walter Kasper, a “revisão” do decreto Unitatis Redintegratio e a FSSPX - Marcelo Fedeli
    A realidade crua e dura é que o Cardeal Kasper, que não aceita que Cristo ressuscitou dos mortos,  quer manter vivo um concílio aggiornato que já morreu há quarenta anos!
  • "Poça d"água" - Discurso do Prof. Orlando na festa da Montfort 2005 - Orlando Fedeli
    O homem espelha a Deus em sua alma. Tal como a poça d´água espelha o céu, a alma humana espelha a Deus. Ao olhar uma poça d´água, vemos o céu nela refletido. Ao contemplarmos o rosto do homem, rosto em que Deus soprou, pode-se ver transparecer nele a imagem de Deus.
  • Mensagem de Natal - 2005 - Orlando Fedeli
    Para dar o que podemos para os católicos que nos lêem, para que tenham um santo Natal, decidimos repetir o que todo o mundo sabia antigamente, antes que a fumaça de Satanás invadisse o templo de Deus. Decidimos recontar o que o povo aprendia dos sermões.
  • Presente de Natal - Cícero Harada
    É Natal, tempo de alegria. Tempo de generosidade. Tempo de bondade. Tempo de caridade.
  • Livros à mão cheia - Victor Peregrino
    O Presidente Lula, num de seus arroubos de palanque, percebendo, quem sabe, a insuficiência dos programas de esmola oficial do governo, resolveu ressuscitar uma idéia natimorta do ex-Ministro da Educação Christovam Buarque (aquele que foi demitido por telefone, provavelmente por causa dessa mesma idéia) para incluir na cesta básica mais um artigo essencial: ”o livro”.
  • A Montfort com nova espada - Orlando Fedeli
    

    É com grande alegria que lhes apresentamos a nova formulação de nosso site, inaugurada na festa da Nossa Senhora da Conceição Aparecida,  padroeira do Brasil. Com este novo modelo adotado no site Montfort, se tornará bem mais fácil fazer consultas, assim como estudar um tema mais sistematicamente, pela melhor ordenação dos temas.

  • O novo Código da Vinci e o velho Código Voltaire - Victor Peregrino
    Foi Voltaire quem lançou a moda, há mais de 250 anos. Como adquirir fama instantânea, o aplauso unânime das rodas mundanas com pouco ou nenhum esforço? É muito fácil. Basta atirar lama à Igreja Católica. E esta é a fórmula do sucesso do livro "O Código da Vinci"
  • "Aggiornamento urbano" em Roma - Marcelo Fedeli
    Sonhei que um Prefeito de Roma, recém eleito, concebeu um grande e revolucionário projeto: adaptar a cidade Eterna à modernidade! ... Para isso, pensou em convocar todos os administradores regionais da grande Roma em reunião magna e, através dela, impor seu objetivo final: “dar a Roma um novo e moderno visual!”.
  • Corintiano, graças a Deus ou "Como o Corinthians salvou São Jorge!" - Orlando Fedeli
    Era a época em que o Papa Paulo VI cassou vários santos. Era o tempo em que, no Brasil, se cassavam deputados. E contra essas cassações (de deputados), o Núncio de Fidel no Brasil, Dom Evaristo Arns protestava com voz firme e melíflua: era absurdo, segundo ele, cassar deputados comunistóides, certo, mas eleitos pelo povo! Contra as cassações de santos, porém, Dom Paulo não protestou. Ou melhor, recorreu apenas para que Paulo VI não cassasse São Jorge, para não prejudicar seu time, o Corinthians. E por causa do Corinthians, São Jorge não foi cassado! Dessa vez, não foi São Jorge que salvou o Corinthians, mas foi o Coringão quem salvou São Jorge. Milagres da nova Igreja, nascida do Vaticano II. Se isso não tivesse sido publicado em livro, por uma Cardeal, dir-se–ia que era uma calúnia integrista para denegrir Paulo VI e Dom Evaristo. Não é calunia integrista. É relato modernista. É com essa profundidade teológica — corintiana — que na Igreja nascida do Vaticano II se permite cultuar ou deixar de cultuar um santo nos altares.
  • Febeapá pós-moderno - Victor Peregrino
    Na década de 60 um humorista carioca, Sérgio Porto, com o pseudônimo de Stanislaw Ponte Preta, fazia sucesso colecionando as asneiras dos políticos sob o título de "FEBEAPÁ - O Festival de Besteira que Assola o País". O partido governista, embora não seja o único fornecedor da nova antologia da estupidez, vem se esforçando para tornar-se o mais brilhante. A mais recente jóia da coroa petista é o projeto de lei do deputado federal pelo Piauí, Nazareno Fonteles, que se propõe a cancelar de uma vez por todas a desigualdade social no Brasil. Cansado de medidas inócuas do tipo "renda mínima", o deputado governista pega o touro a unha, estabelecendo um programa de "renda máxima". Já que as velhas receitas socialistas não conseguem acabar com a pobreza, o remédio é acabar com a riqueza, ou com aquilo que o nobre congressista entende como tal. Aí sim, seremos todos felizes.
  • Alma Cruzada - Orlando Fedeli
    Ah! eu quisera de minha alma fazer uma espada...
  • Rosas - Orlando Fedeli
    Como é diversa a leitura da rosa feita pelo homem moderno! Para o orgulho do homem moderno, todas as coisas somente existem para sua fruição egoísta. Se a rosa existe, é apenas para que o homem goze de sua beleza antes que ela feneça. Se o perfume da flor se evola, é preciso aproveitá-lo antes que se esvaeça. Do mesmo modo, o bem dos outros deve ser aproveitado, enquanto o nosso deve ser mantido fechado em nós, e para nós mesmos. Antes morrer o outro, para o meu prazer! Antes preservar minha vontade do que sofrer qualquer dano para beneficiar o outro! Eis algumas máximas do egoísmo que triunfaram com o humanismo.
  • As quatro estacoes - Orlando Fedeli
    O paralelo entre as estações do ano e as idades do homem.
  • Um rio, uma vida - Orlando Fedeli
    Toda vida principia com lágrimas. Assim também aconteceu com ele. Os rios são o pranto da terra.
  • Em Orvieto... gafes de um catedrático. Sete cartas anti-românticas V - Orlando Fedeli
    Análise de um artigo sobre a Catedral de Orvieto revela como era parco o conhecimento que o autor -- que se considerava Doutor Inerrante -- tinha de arte, pois comete erros muito grosseiros de apreciação.
  • Triste século traidor - Marcelo Andrade
    Poesia retrata a maldade de nossa época.
  • Rio Tejo - Marcelo Andrade
    Rio Tejo, tens belas histórias escritas com lutas e glórias.
  • Boabdil chorava - Marcelo Andrade
    Porque por todos os séculos estará escrito / Que o islamismo, da Espanha, foi proscrito / E por isso, a Europa católica se alegrava / Enquanto, / Boabdil chorava.
  • Despertando de um sonho... Saudades do Paraíso? Sete cartas anti-românticas I - Orlando Fedeli
    Análise de um artigo romanticamente delirante, escrito por um autor que se considerava Doutor Inerrante.
  • Vi, ouvi, vivi - Orlando Fedeli
    Certas afirmações pseudo científicas, tidas até há pouco como 'verdades absolutas', não passavam de meras opiniões ilusórias. Pois que, no deserto em que vivemos, as miragens facilmente nos desviam do caminho da verdade. Por isso, bem foi escrito que Isaac chamou o poço da verdade: 'Vive quem me vê'. Quem não vê o poço da verdade no deserto deste mundo, acaba por morrer de sede.
  • "E não havia lugar para eles na estalagem"
    Quando Maria, a Santíssima Virgem e São José foram a Belém recencear-se, obedecendo ao edito de César, por serem eles pobres, disseram-lhes que não havia lugar para eles na estalagem.
    Por isso o Menino Jesus teve que nascer fora da cidade, numa cocheira miserável, onde havia um boi e um burro.
    Cristo veio para o que era seu - Israel -- e os seus, os judeus, não O receberam. Ele nasceu numa cocheira, fora da cidade, assim como iria morrer fora da cidade de Jerusalém. Por que "os seus não O receberam" (Jo. I, 11).
    "O boi conhecerá o seu dono, e o burro conhecerá o presépio de seu Senhor" profetizou Isaías (Is. I, 3).
    Mas, os seus não o receberam...
  • Monsenhor Bom Senso - Orlando Fedeli
    Num vilarejo do interior, rapazes da cidade desembarcaram aos berros estridentes em megafones de verdureiros. Tinham um estandarte vermelho, usavam jaquetas apagadas e uma espécie de babador da mesma cor do pendão. Atacavam o comunismo. Insinuavam-se nas casas. Falavam de Deus. Ganhavam confiança. Filavam bóia. E arrancavam contribuições mensais. Com correção monetária. Entre o feijão e o bife, anunciavam um grande castigo, e falavam de um profeta que morava numa grande capital. Num apartamento. Em Higienópolis. Em São Paulo.
  • Uma causa oculta da violência - Victor Peregrino
    Há para a mulher, no mundo das profissões, papel mais digno e gratificante do que o de formar seres humanos psicologicamente normais e moralmente sãos?
  • Pequeno manual de economia política - Victor Peregrino
    Toda a moderna economia política, principalmente a de talhe socialista, fundamenta-se em idéias falsas, porque baseadas numa errada compreensão da natureza do mundo e do homem.
    A primeira dessas idéias é a falácia rousseauniana de que "o homem é bom, a sociedade é que o corrompe".
  • "LXXVII Congresso Ecumênico" ... Em sonho! - Marcelo Fedeli
    As realizações e resultados de um congresso ecumênico... em sonho.
  • O "Bohn" pastor - Marcelo Fedeli
    Repercussões e discussões sobre a "Dominus Iesus" ... em novo sonho.
  • Padre Simplício - Orlando Fedeli
    Servos de Deus? Padres que conciliam maçonaria com devoção, e até o real com o irreal. Uma mentalidade clerical muito encontradiça.
  • Dois Sermões, duas Missas, duas Igrejas - Pierre de Craon
    Tantas coisas mudaram. O sino já não toca na torre da igreja. O Concílio - dizia-se - e a civilização o tinham trocado por alto-falantes que berravam para a praça da Matriz um sambinha malandro.
  • O boi e o burro - Paulo Miranda
    Foi longa a procura na noite fria. Uma porta, um pedido, uma recusa. Outra porta, outra rejeição. E de recusa em recusa, eles muito caminharam noite adentro, batendo em todas as portas, até, finalmente, obterem acolhida, em lugar onde não havia portas. Um lugar que lhes deu guarida e pousada. Hospedeiros que não recusaram dividir com eles sua morada.
    Um boi e um burro, num estábulo.
    Era a noite de Natal
  • A Coruja e o Rouxinol - Pierre de Craon
    O rouxinol é a poesia. A coruja é a sabedoria. Qual escolher?
  • A escada de Jacó - Pierre de Craon
    "E (Jacó) viu em sonhos uma escada posta sobre a terra, cujo cimo tocava o céu, e os anjos do Senhor subindo e descendo por ela, e o Senhor apoiado na escada (...)." Esta é a escada da verdade, da Igreja. Esta é a escada pela qual a Sabedoria de Deus desceu dos céus até nós.
  • São Pedro, a criada e o fogo - Pierre de Craon
    Na casa de Caifás, Pedro procurava a companhia dos criados. Estava imensamente triste e tremia, e havia angústia em seu coração, em que tudo era ruína. O frio o aproximou da fogueira, a covardia, dos algozes. Era noite e fazia frio no coração de Pedro.
  • O Altar de Terra - Pierre de Craon
    Sobre o altar de terra os hebreus deviam sacrificar suas ovelhas e seus bois, isto é, seus bens espirituais e materiais. Assim a Sagrada Escritura ensinava profeticamente que no altar humilde e puro que é Nossa Senhora devemos oferecer a Deus nossos sacrifícios, depositando em Seu Imaculado Coração todas as nossas riquezas espirituais e materiais, para dependermos dela totalmente, como filhos e escravos.
  • Ladainha de todos os Santos - Pierre de Craon
    Nas naves góticas ecoaram as primeiras palavras de um canto solene e majestoso, suave e forte. Era a Ladainha de Todos os Santos que principiava, nas cerimônias magníficas do Sábado Santo. Este texto é uma bela explicação desta ladainha que harmoniosamente homenageia todos os Santos com sua beleza e ordem.
  • Uma reunião [imaginária] do PT - M. Garden
    Nossa reunião imaginária se passou numa sede do P.T., onde foram discutidas táticas para as eleições municipais paulistas. São as mesmas de sempre, sempre utilizando-se de termos socialistas e marxistas, recheada de dados falsos e inventados por seus membros para enganar os eleitores.
  • O martírio de Santo Agostinho - Victor Peregrino
    A árdua busca por algum livro de Santo Agostinho, em uma grande livraria católica. Encontra-se de tudo, menos livros bons. É o lugar exato para uma pesquisa bibliográfica sobre sociologia, política, marxismo, psicanálise, religiões comparadas, ou mesmo sobre os "best-sellers" do momento. Nada encontra-se, porém, referente aos outrora chamados "Doutores da Igreja", que agora são ridicularizados e chamados de "caras antigos" e que "escreviam em latim"...
  • Contatos culturais do 3º grau - M. Garden
    Veja bem, explicou-me um dos universitários. Se você não se adapta ao mundo em que vive, acaba gerando em si mesmo um conflito estrutural. Dentro do nosso nível cultural podemos discernir o que queremos ou não da televisão. Assim a TV pode fazer mal às camadas menos favorecidas, mas para nós é apenas um instrumento de cultura e lazer. Dessa forma, de dentro da própria estrutura podemos discernir os problemas estruturais. Você entendeu?
  • Apóstolos de bronze - Paulo Miranda
    Autor relata a maneira com que os sinos anunciam  prática da verdadeira fé católica.
  • Vivaldi na Radial Leste - Pierre de Craon
    A igualdade desesperadora do século XX e a harmonia da desigualdade em Vivaldi.
  • Saudação de Natal 2003 - Orlando Fedeli
    Nós da Montfort, que poderemos levar ao Deus Menino? Nós não temos nada a apresentar. Não temos ovelhas. Não temos incenso nem mirra. E não temos ouro. Para Deus, que poderemos levar senão as milhares de cartas que recebemos e que respondemos neste ano de 2003?
  • Mensagem de Natal - 2002 - Marcelo Andrade
    Natal, uma festa universal. Nesta época, todos os povos cristãos se confraternizam. Todas as famílias se reunem. Mas, neste mundo tão laicificado e naturalista, seu protagonista, o menino Jesus, é devidamente lembrado? Façamos no Natal uma profissão de fé.
  • Comunicado sobre o acesso ao conteúdo do “antigo” site Montfort
      Prezados amigos e leitores do site Montfort Como é do conhecimento de nossos leitores, o “antigo” site Montfort não está podendo ser acessado de forma regular. Durante este período contatamos, por diversas vezes, por telefone e por mensagens eletrônicas, o provedor responsável pela hospedagem do site. Alguns destes telefonemas duraram mais de hora, sendo […]
  • Professor Orlando Fedeli, 80 anos de nascimento - Orlando Fedeli
      Em comemoração aos oitenta anos de nascimento de nosso fundador, o Professor Orlando Fedeli, ocorrido em São Paulo, no dia 7 de fevereiro de 1933, republicamos, dentre seus inúmeros textos, sua resposta a uma carta.   O que você faz na Igreja? PERGUNTA: Nome: Fernando Enviada em: 21/09/2003 Local: Guarulhos - SP, Brasil Religião: […]
  • Um pouco de história da Montfort - Alberto Zucchi
    Muitos de nossos amigos, especialmente os que não moram na cidade de São Paulo, com certa insistência me pedem para seja escrita uma história da Montfort e uma biografia do Professor Orlando. Quem sabe um dia isto seja feito! Será interessante e trará proveito aos nossos leitores, sobretudo se pudermos escrevê-la no contexto de uma […]
  • TELEVISÃO: UM “FAST FOOD” ENVENENADO PARA A ALMA - Parte I: A televisão em si mesma (e seu uso)
     Marcelo Andrade oferece um muito abrangente e certeiro estudo sobre os malefícios da televisão, do qual publicamos hoje a primeira parte.  A seguir: A televisão e o homem - corpo e alma; Televisão, sociedade e ideologia; e finalmente, uma Análise detalhada dos diversos gêneros da televisão, assim como uma Apertada análise de alguns outros instrumentos […]
  • Um fast food envenenado para a alma - Parte 2: A televisão e o homem - corpo e alma
    A televisão briga com a inteligência, amolece a vontade e enxerta paixões na sensibilidade. E também o corpo sente os efeitos do uso constante da televisão. Leia também a primeira parte deste estudo.  2.1 - TELEVISÃO, O CORPO E A SAÚDE   2.1.1 - TELEVISÃO E O CORPO     É interessante observar que a televisão […]
  • Um fast food envenenado para a alma - Parte 3: Televisão, sociedade e ideologia e Parte 4: Alguns gêneros televisivos
    Culto às "celebridades" - esses anti modelos sociais - "corpolatria", hedonismo, nomadismo intelectual, gosto pelo grotesco, materialismo, paganismo na televisão. Os gêneros na televisão e seus malefícios específicos. Análise de alguns outros instrumentos modernos. Leia também a primeira e a segunda parte deste trabalho de nosso colaborador Marcelo Andrade.   3.1 CELEBRIDADES, CULTO AO CORPO, […]
  • Muletas eletrônicas
      Muleta pode ser definida como um bordão comprido, na maioria das vezes de madeira, terminado na parte superior por um encosto côncavo, em que o ser humano, com alguma disfunção ou incapacidade, apoia as axilas para se mover. As muletas eletrônicas, por sua vez, são bem mais complexas porque são instrumentos que não foram […]
  • Situação na Diocese de Ciudad del Este e a visita canônica: entrevista com Padre Jorge Miguel Martinez
    [caption id="attachment_32090" align="aligncenter" width="320"] Dom Rogelio Livieres e Padre Jorge Miguel na abertura do Congresso de Jovens Católicos de Ciudad del Este[/caption]   Após palestra no Congresso Montfort, Padre fala do sucesso apostólico de Dom Rogelio Livieres e visibilidade da Igreja.   Após sua participação no Congresso Montfort, como palestrante, o Padre Jorge Miguel Martinez, […]
  • Discurso de Alberto Zucchi no Jantar Montfort em 13-12-2014: "Nós já vencemos porque, na Igreja, o sol nunca se põe..." - Alberto Zucchi
    [caption id="attachment_32572" align="aligncenter" width="500"] Adoração dos Magos. Gentile da Fabriano[/caption]   Os Pastores e os Reis acreditaram na palavra de Deus contra a evidência, mas isto não os fez se apartarem da realidade.    Revdmos Padres, Revdmas Irmãs aqui presentes, Prezados amigos das mais diversas cidades que têm por nós uma amizade tão grande que […]
  • Afinal! Qual é o Cardeal que tem rabo? - Alberto Zucchi
    Afinal! Qual é  o Cardeal que tem rabo?   Poucos dias atrás, um amigo do clero comentou comigo sobre um vídeo. Tratava-se de algo entre uma conferência e um retiro, do qual ele participou, que tinha como grande destaque o Cardeal Dom Braz de Aviz. Sim, Dom João Braz Aviz, o Prefeito da Congregação para […]
  • Ufologia e Alienígenas: Um delírio muito atual - André Roncolato
    [caption id="attachment_33174" align="aligncenter" width="367"] Mesa "levita" durante sessão espírita na casa do astrônomo-esotérico Camille Flammarion[/caption] André Roncolato Siano Quando se pensa em seitas que baseiam suas doutrinas em ficção interplanetária, logo remetemos nossas considerações ao ridículo de tais doutrinas. Porque de fato o são. Contudo, não se pode cometer o exagero de achar que são […]
  • Tradicionalistas de peitoril
    É notável como, nos dias de hoje, se multiplicam pretensos doutos em direito canônico, liturgia, tradição, moral e assuntos afins, fiscais da retidão e integridade doutrinária expressa em cada movimento do clero, com especial atenção ao Papa, é claro. O terreno fértil para essa efusão é a Internet, em seus blogs e redes sociais, que […]
  • NATAL DE 2015
    ...e a luz resplandece nas trevas, e as trevas não compreenderam: (Jo 1,5) Que numa era sem princípio nem verso, Ele é o Princípio incontroverso. Que quanto mais nossa época é soturna, tanto mais brilha Sua luz diuturna. Que se há no mundo forte desesperança, Ele é nossa fonte inesgotável de esperança. Que se este […]
  • Paraty versus Las Vegas
    À primeira vista, parece não haver sentido nenhum em comparar as cidades de Paraty e de Las Vegas, afinal há pouquíssima compatibilidade entre elas. Mas, este foi o objetivo. Ao pensarmos em uma cidade oposta a Paraty, escolhemos Las Vegas. Paraty, cidade portuária, foi fundada no século XVII, voltada para o transporte do ouro que […]
  • Cardeal Müller: "Quando um ensinamento da fé é expressado de modo infeliz, enganoso ou vago".
    O Cardeal Gerhard Müller, Prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé, concedeu uma importante entrevista ao jornal alemão Die Zeit (aqui traduzida pela Unisinos a partir de um resumo publicado pelo site italiano Vatican Insider), onde examina acusações que são feitas ao Papa Francisco. Fonte: Unisinos Quanto ao fato de que alguns "católicos", pergunta […]
  • "O orgulho da Espanha humilhado pelo Almirante Vernon"
     “O ORGULHO DA ESPANHA HUMILHADO PELO ALMIRANTE VERNON” -A curiosa história da cunhagem de uma moeda.  E de uma orelha- À memória de Blas de Lezo, um herói de Sua Majestade Católica[1].   Em 1741, o rei da Inglaterra, Jorge II, mandou cunhar uma moeda. Na cara estava escrito: “O orgulho da Espanha humilhado pelo […]
  • COMUNICADO SOBRE SAGRAÇÃO A SER REALIZADA POR D.RICHARD WILLIAMSON EM 19 DE MARÇO DE 2016 - Alberto Zucchi
    Tendo em vista perguntas de muitos de nossos amigos, inclusive dos meios eclesiásticos, a respeito de nossa opinião sobre a anunciada Sagração Episcopal de Dom Tomás de Aquino, ponderamos com nossos leitores o que segue: A referida sagração, que será realizada, segundo se anuncia, no dia 19 de março próximo, por Dom Richard Williamson, bispo […]
  • No princípio não era o berro - Fábio Vanini
    “Triste é o homem que não tem um senhor”, diziam os medievais, “pois é como um planeta sem órbita”. O mesmo se aplica aos princípios. Um homem sem princípios é um homem perdido, abandonado às próprias ideias ou à ideologia descartável que passar em sua frente no momento. A vitória do Evolucionismo foi conseguir colocar […]
  • Magia e Ciência Moderna se abraçam - André Roncolato
        Como  vimos em artigo anterior, a ideia de uma Ciência restauradora, que levará o Homem à redenção e à superação de todos os males, é lugar comum em nossa época.  Essa ciência moderna, nascida em grande parte do ocultismo de Newton e dos neoplatônicos de Cambrige – herança maldita dos magos renascentistas – […]