Crônicas

Hoje nasceu nosso Salvador



Ressoa nesta noite, antigo e sempre novo o anúncio do Natal do Senhor. Ressoa para quem está alerta, como os pastores de Belém, há mais de dois mil anos; ressoa para quem aderiu ao apelo do Advento e permanecendo atento, está pronto a acolher a mensagem feliz que canta a liturgia: «Hoje nasceu o nosso Salvador».

«Hoje». Nesta noite, o tempo abre-se ao eterno, pois Vós, ó Cristo, nascestes entre nós vindo do Alto. Do seio de uma Mulher, de todas a mais bendita, Vós viestes à luz, «Filho do Altíssimo». A vossa Santidade santificou de uma vez por todas o nosso tempo: os dias, os séculos, os milênios. Com o vosso nascimento, fizestes do tempo um «hoje» de salvação.

Celebramos nesta noite o mistério de Belém, o mistério de uma noite singular que está, de certa forma, no tempo e para além do tempo. Do seio da Virgem nasceu um Menino, uma manjedoura serviu de berço para a Vida imortal.

Natal é a festa da vida, porque Vós, Jesus, vindo à luz como cada um de nós, abençoastes a hora do nascimento: uma hora que simbolicamente representa o mistério da existência humana , unindo a aflição à esperança, a dor à alegria. Tudo isto aconteceu em Belém: uma Virgem-Mãe deu à luz; «veio ao mundo um homem» (Jo 16,21), o Filho de deus, o filho do homem. Mistério de Belém!

O Verbo chora numa manjedoura. Chama-se Jesus, que significa «Deus salva», porque Ele «salvará o povo dos seus pecados» (Mt 1,21).

Não é num palácio no que nasce o Redentor, que vem a instaurar o Reino eterno e universal. Nasce num estábulo e, permanecendo entre nós, acende no mundo o fogo do amor de Deus (cf. Lc 12,49). Este fogo nunca mais se apagará.

Possa este fogo arder nos corações como chama de caridade ativa, que dê acolhimento e apoio a tantos irmãos provados pela necessidade e pelo sofrimento!

 Senhor Jesus, que contemplamos na pobreza de Belém, fazei-nos testemunhas de vossa Verdade e de  vosso amor, daquele amor que Vos levou a despojar-Vos da glória divina, a fim de nascer entre os homens e morrer por nós.

Fazei que a luz desta noite, mais brilhante que o dia, se difunda no futuro e oriente nossos passos no caminho da paz que só se encontra na Verdade. 

A Montfort deseja a todos um Santo Natal!


Adaptação da Homilia de Natal do Santo Padre em 2000 



    Para citar este texto:
"Hoje nasceu nosso Salvador"
MONTFORT Associação Cultural
http://www.montfort.org.br/bra/veritas/cronicas/nasceu_salvador_natal2006/
Online, 25/11/2017 às 05:39:53h