Ciência e Fé

Superpopulação?
Angelo Agostinelli

Segundo levantamento da ONU, a população mundial alcançou os 7 bilhões de pessoas em 31 de outubro de 2011.

Recentemente, na página principal do meu provedor de e-mail, um dos maiores do país, recebi um pequeno vídeo que dizia, alarmado, que a população já havia ultrapassado os 8 bilhões e “enquanto eu via o vídeo”, talvez a população já tivesse chegado a 8,5 bilhões!!!!

O vídeo também fazia apologia ao vegetarianismo, afirmando, sem argumentos, que produzir carne para hamburgueres é muito dispendioso e demanda muita área para pasto.

Se estivéssemos numa sociedade católica, o que se diria seria: “Deo Gratias”!!! 8 bilhões de almas, 8 bilhões de pequeninos reflexos, de aspectos diferentes de Deus infinito!

Isto é o que sempre ensinou a Santa Igreja.

Essa nossa glória, de refletir um minúsculo “ângulo” de Deus infinito. Um ser minúsculo, mas único.

Em toda história humana nunca houve, não há e não haverá ninguém que refletirá a Deus como cada um de nós reflete.

E foi para salvar cada um desses reflexos, que Deus deu seu Único Filho ao sofrimento e à morte.

Mas...

Como vivemos num mundo marxista materialista e profundamente esquecido das coisas da alma, das coisas da Igreja e de Deus, que pensa somente no próprio estômago, as manchetes foram bem diferentes e mentirosas.

Para começar, o vídeo que recebi não dava qualquer referência e a própria Wikipedia, que pode ser consultada por qualquer um na Internet, estima que a marca de 8 bilhões de pessoas só será alcançada em 2026.

E o vídeo continua, com avisos alarmados da superpopulação: “o planeta chega à metade de sua capacidade” - esse é um site moderado, pois ainda acha que podemos chegar a 14 bilhões! - “teremos, em alguns anos, falta de comida e água...”, e por aí vai.

Até uma ONG que prega a auto-extinção foi criada. É isso mesmo! Eles querem que o ser humano se mate... Não é uma questão de diminuir a população - pois ela voltaria a crescer - é que somos um peso ao planeta e precisamos ser extintos para a sua continuidade! A “Mãe Natureza” agradece.

O criador da ONG diz que bactérias e plantas são mais valiosas que os humanos... Por que ele não dá o exemplo e começa a pôr em prática consigo mesmo as suas teorias?!!

E as pessoas acreditam nisso!

“Falou na TV!”. “Você viu no rádio?”. “Um cientista lá da Califórnia...”

Lembro bem do saudoso Professor Orlando dando um argumento muito bom àqueles que dizem ter fé:

“Se Deus todo poderoso fez o céu, o sol e todas as estrelas, a terra e tudo que há nela, não faria Ele batatas o bastante para sustentar todos os homens?”

Muito bem posto! Que Deus é esse que não dá de comer a seus filhos?

Mas esse argumento só é válido para os que crêem. Os outros não o aceitam, pois não é científico.

Bem, o Professor teve alunos com diversas áreas de formação e a mim, sobrou a Engenharia. Restou-me fazer contas...

E já que minha vida é fazer contas, decidi fazer algumas contas para ver se meus filhos e netos vão morrer de fome...

Como engenheiro, decidi fazer minha análise baseado nos valores de produção de alimentos divulgados na internet, pois não sou especialista no assunto. Os números que vou apresentar estão disponíveis a qualquer pessoa que queira fazer algumas pesquisas na internet: deixarei as referências no final.

Somos, portanto, 7 bilhões de pessoas que precisam de 3 refeições por dia, por 365 dias no ano.

Decidi, também como engenheiro, definir que cada refeição teria 300 gramas de alimentos em média pois, afinal, devemos tomar conta de nossa saúde e nos preocuparmos com a obesidade!!!

A conta é fácil:

            7 bilhões de pessoas  x  3 refeições  x  365 dias  x 300 gramas de alimentos

Assim chegamos à cifra de, aproximadamente, 2,3 bilhões de toneladas de alimentos !!!

É um número enorme, não é? Será que temos tanto alimento assim?

Mas espere...  e a água? Também vai faltar água!!!

Nova conta:

          7 bilhões de pessoas x 2 litros de água x 365 dias

Dois litros de água para que todos se hidratem bem!!!

São 5,11 bilhões de metros cúbicos de água.

Será que temos tanto alimento e tanta água disponível ? É o que gostaria de responder com esse artigo...

Bem diferente da mentalidade moderna, que quer o aborto, o infanticídio e contracepção, pela caridade católica devemos nos preocupar, em primeiro lugar, com os mais fracos - as crianças. Então vamos começar com o básico - o leite.

Logo de início, o primeiro número que encontrei foi estarrecedor... verificando em um site especializado em produção de leite, encontrei um gráfico, baseado em dados do IBGE, mostrando que a produção de leite no Brasil vem crescendo desde 1990 e chegou, em 2015 a 35 bilhões de litros. (!!!)

Isto é, só o Brasil, sem contar mais nenhum país do mundo, teria capacidade de dar, a cada pessoa, mais de 5 litros de leite ao ano.

Uma consultoria americana diz que a produção mundial de leite em 2013, somente dos 11 maiores produtores mundiais foi de 635 bilhões de litros. Esse número ainda não leva em consideração países de menor produção e os pequenos produtores, aqueles que tiram pouco leite somente para o consumo da família. Esse é o número oficial dos órgãos de controle.

Com esse número oficial, chegamos a 90 litros de leite por pessoa no ano ou 246 ml por dia para cada pessoa.

De 2013 até hoje a produção aumentou. Mas só com os 11 maiores produtores mundiais, em 2013, já era possível que cada pessoa bebesse seu copo de leite diário (200ml) para manter a saúde.

Ufa! Creio que o leitinho das crianças não vai faltar...

Mas nem só de leite vive o homem.

Então vamos ver um alimento básico, o arroz. Todo mundo come arroz! Japoneses, chineses, brasileiros... bem, nem todo mundo!

A produção mundial de arroz, em 2013, segundo a geohive.com, site especializado em estatísticas mundiais, foi de 745 milhões de toneladas. Todo esse arroz, daria para ser distribuído à taxa de 106 kg por pessoa ao ano, ou seja, 290 gramas para cada pessoa durante todos os dias do ano.

Agora qualquer brasileiro perguntaria: e o feijão?

O feijão não é considerado mundialmente, pois o seu consumo é muito pequeno fora do Brasil e de alguns outros países menores. Assim, não podemos saber de quanto feijão nós dispomos.

Para resumir um pouco... Poderíamos fazer estas análises com todos os produtos da cesta-básica mas, por questões obvias, vou me restringir a 5 produtos: leite, arroz, milho, batata e (claro!) carne.

Com esses produtos, fiz a seguinte tabela:

Produto

Ano base

Produção anual

Qde. Por ano

Qde. Por pessoa/dia

Leite

2013

635 bilhões

L

90

L/pessoa

0,247

kg/dia

Arroz

2013

745 bilhões

Kg

106

Kg/pessoa

0,290

kg/dia

Batata

2013

368 bilhões

Kg

52

Kg/pessoa

0,142

kg/dia

Milho

2013

1016 bilhões

Kg

145

Kg/pessoa

0,397

kg/dia

Carne

2011

300 bilhões

Kg

42

kg/pessoa

0,115

kg/dia

 

 

 

 

 

 

 

 

Total

 

 

 

 

 

1,192

kg/dia

 

Devemos fazer algumas observações:

Para o leite, considerei que 1 litro é o equivalente a 1 kilograma.

A produção considerada é referente a anos diferentes, pois foram os dados que encontrei mas, hoje, teríamos produção maior que a apresentada.

Só com estes cinco produtos, já poderíamos sustentar toda a população mundial !!

Notem que podemos pensar na produção de muitos outros produtos, a soja, frutas, frutos do mar, sem contar com a caça selvagem... Opa! Essa não pode, pois temos que proteger os animais...

Você está surpreso? Eu fiquei quando encontrei estes números! Não porque eles mostram que não há falta de alimentos para sustentar a população - disso eu já sabia! - mas pelo tamanho da mentira que nos contam e que querem nos fazer aceitar a cada dia.

A mentira é tão grande e tem a perna tão curta, como dizia minha avó, que ela não se sustenta com uma pesquisa de 30 minutos na Internet!

Ah - diriam os experts em controle de natalidade, aborto e auto-extinção - mas e a água?  Não há água para todos!!

Ora, essa afirmação é absurda!!!

E para derrubá-la eu faço uma pergunta: Qual a proporção da água com a somatória de todos os produtos agrícolas que há no planeta?

Ora é claro que há muitíssimo mais água que alimento. Qualquer um é capaz de entender isso. E se há comida o suficiente, não haverá água?

Sim, eu sei. Você dirá: Mas os alimentos e a água não estão igualmente distribuídos.

É verdade!

Mas isso é bem fácil de resolver com os nossos supermodernos meios de transporte.

Tanto é que os eletrônicos chegam da China em minha casa com frete zero.

Gasta-se tanto com propaganda mentirosa...  que tal gastar um pouco com transporte?

Francamente, você ainda acredita que há falta de alimentos e água para os 7 bilhões de pessoas do planeta ou para os 8, 9, 10 bilhões que, com a graça de Deus, ainda hão de vir?

Que o Menino Deus, que nos foi dado na manjedoura através de Maria Santíssima, nos abençoe e nos proteja dos mentirosos e enganadores e nos dê as graças para criar e educar todos os filhos que Ele quiser nos conceder.

 


 

Referências:

 

Obs.: todas as páginas foram acessadas em 31/dez/2016.

 

Wikipedia sobre população mundial: https://pt.wikipedia.org/wiki/Popula%C3%A7%C3%A3o_mundial

ONG para extinção voluntária humana: http://vhemt.org/

Produção de leite no Brasil: https://www.milkpoint.com.br/cadeia-do-leite/estatisticas/estatisticas-do-leite-milkpoint-96897n.aspx

Produção mundial de leite (2013): https://dairy.ahdb.org.uk/market-information/supply-production/milk-production/world-milk-production/#.WGfFnIWcHDc

Produção mundial de arroz (2013): http://www.geohive.com/charts/ag_rice.aspx

Produção mundial de milho (2013): http://www.geohive.com/charts/ag_maize.aspx

Produção mundial de batata (2013): http://www.geohive.com/charts/ag_potato.aspx

Produção mundial de carne: http://www.beefpoint.com.br/cadeia-produtiva/giro-do-boi/carnes-consumo-e-producao-mundial-desaceleram/


    Para citar este texto:
"Superpopulação?"
MONTFORT Associação Cultural
http://www.montfort.org.br/bra/veritas/ciencia/superpopulacao_angel/
Online, 28/05/2017 às 15:24:21h