Montfort

Espaço do Leitor

Perguntas & Respostas | Enviar dúvidas | Livro de Visitas | Assinar Boletim

Pergunta

* Espada

De: Abelardo
Enviada em: Quarta-feira, 14 de Novembro de 2001 17:31
Localidade: Olinda, PE
Religião: Católica
Idade: 26
Escolaridade: pós-graduação

Que Cristo não condenou o uso da espada está claro por várias outras passagens da Sagrada Escritura. Por exemplo, quando Nosso Senhor disse: "Agora, quem não tem uma espada, que venda seu manto e compre uma". Ao que Pedro contestou: "Eu tenho duas. E Cristo lhe respondeu: É suficiente" (Lucas, XXII 36 - 38).

Caro Prof. Fedelli, Após ler esta passagem em uma de suas cartas fiquei bastante intrigado e fui logo ler a passagem, não por não concordar com a sua interpretação, mas por te-la achado interessante. Li a mesma Passagem em duas Bíblias diferentes, a primeira, A Bíblia de Jerusalém, que e uma bíblia estudada com vários comentários, diz o seguinte : " ... e quem não tiver uma espada, venda a veste para comprar uma." - no rodapé, ha uma seguinte nota : "Uma bolsa para comprar v'iveres, uma espada para obt^e-los a forca: expressões simbólicas para descreverem a hostilidade universal (cf. Lc 12,52). Na Segunda, uma tradução da Ave Maria : " ... e aquele que não tiver uma espada, venda sua capa para comprar uma.", nesta não ha comentários, porem mais a frente, voltando a Bíblia de Jerusalém temos: " DISSERAM ELES: " Senhor, eis aqui duas espadas" . Ele respondeu. " 'E Suficiente."". Mais uma vez em nota de rodapé: "Os apóstolos não compreenderam as palavras do mestre, entendendo sua intenção em senti!

do material, Jesus põem fim ao assunto." Esta interpretação parece mais coerente com as intenções de Jesus, será que Jesus não estava simbolizando com a espada??. Na Ave Maria , lemos: " Eles Replicaram:" Senhor Eis aqui duas espadas." - "Basta" . Respondeu ELe." E desta vez ha uma nota de Rodapé : Basta: isto pode significar: E suficiente, ou então um movimento de humor com respeito aos discípulos: Basta disso (falemos de outra coisa)".

Outro ponto e que o Senhor cita o trecho das duas espadas como sendo falada por Pedro, e que a Igreja interpreta como sendo simbolizando os dois poderes, Espiritual e material, dado a Pedro, porem em nenhuma das duas traduções se diz ter sido Pedro que mencionou tal frase, e sim "ELES", como sendo os Apóstolos.

Outro Ponto O senhor cita a Frase de Jesus a Pedro, quando o mesmo corta a orelha do soldado : " Guarda a tua espada no teu lugar, pois todos que pegam a espada pela espada perecerão." Será que Jesus não quis com isso preservar a vida de Pedro, já que os soldados estavam armados com espadas?? Com certeza se Jesus não tivesse intervindo , Pedro iria Morrer pela espada de um soldado. Será que a frase quis dizer que Jesus e a favor da pena de morte???

Resposta

Prezado Abelardo, salve Maria A explicação colocada nas notas dessas Bíblias é completamente gagá. O comentador dizendo aquilo que você citou, demonstra que não é capaz de "engolir espadas". Ele não admite o óbvio: que São Pedro tinha espada, e que Cristo não mandou que Pedro jogasse fora essa arma. Pelo contrário. Cristo mandou que Pedro a guardasse, para utilizá-la , mais tarde, quando fosse o representante de Cristo, na Terra, exercendo a sua autoridade.

Cristo também não mandou que o centurião romano, que era um soldado por profissão, deixasse a vida militar, a qual exigia usar a espada. Cristo jamais proibiu que alguém fosse soldado. Essas frases de Jesus doem, naqueles que são pacifistas, e que condenam a guerra, por princípio.

A guerra é um mal comparada com a paz. Mas comparada com a injustiça, a guerra defensiva é legítima.

Ainda há poucos dias, o Cardeal Ratzinger, tratando da guerra do Afganistão, disse que os Estados Unidos têm direito de se defender, assim como a Polônia fez bem em tomar as armas para resistir a Hitler. Portanto, nem toda guerra é má.

Por isso a Igreja canonizou muitos santos guerreiros, como São Luís, rei de França, Santo Estevão da Hungria, São Fernando de Castela, e muitíssimos outros.

Saiba, então, que, na Bíblia, não pode haver erros, mas que, hoje, os que colocam notas ao pé de suas páginas, podem ter doutrina muito errada.

In Corde Jesu, semper, Orlando Fedeli

 


Home | Veritas | Cadernos Montfort | Documentos da Igreja
Destaques da Imprensa | OraçõesEspaço do leitor

© Associação Cultural Montfort
Dúvidas relacionadas aos artigos: preencha o formulário