Montfort

Espaço do Leitor

Perguntas & Respostas | Enviar dúvidas | Livro de Visitas | Assinar Boletim

Pergunta

** Genealogia do pai de Jesus, José

De: Luiz Gustavo
Enviada em: Sábado, 5 de Outubro de 2002
Localidade: Samambaia, DF
Escolaridade: cursando nível superior

Gostaria se voces pudessem tirar uma duvida, sobre o pai de Jesus José.

Pois no novo testamento Mateus 1:16 diz que o pai de jose e Jaco e enquanto em Lucas 3:23 diz que é Eli.

Vc sabem quem realmente eh o pai do pai de Jesus?

Um outra pergunta porque deram o nome de Jesus de Jesus?!? pois em Isaias 7:?? diz que uma virgem deria dar o nome de Emanuel?!?

Resposta

Prezado Luiz Gustavo,
salve Maria, "Mãe de meu Senhor" (S. Lucas, I, 43)

Respondendo com séculos de atraso, embora acreditando que tenha valido a pena a espera:

Pergunta você: >>"Duvida: Gostaria se voces pudessem tirar uma duvida, sobre o pai de Jesus José. Pois no novo testamento Mateus 1:16 diz que o pai de jose e Jaco e enquanto em Lucas 3:23 diz que é Eli."<<

As citações são:

“(...) Eleazar gerou Matã. Matã gerou Jacó. Jacó gerou José, esposo de Maria, da qual nasceu Jesus, que é chamado Cristo.” (Mat. 1, 15-16) e: “ Quando Jesus começou o seu ministério, tinha cerca de trinta anos, e era tido por filho de José, filho de Heli, filho de Matat, (...)
” (S. Lucas, 3, 23)

Realmente parece haver divergência no nome do Pai de São José. Mas São Jerônimo explica a questão: de acordo com a lei de Moisés, em Deuteronômio (25), se um irmão ou parente morre sem filhos, o irmão ou outro parente deveria tomar a viúva do defunto para lhe dar uma descendência. Daí, um evangelista chamar o pai de José pela natureza, e outro pela lei.

De fato, diz o Deuteronômio:

"Se alguns irmãos habitarem juntos, e um deles morrer sem deixar filhos, a mulher do defunto não se casará fora com um estranho: seu cunhado a desposará e se aproximará dela, observando o costume do levirato. Ao primeiro filho que ela tiver se porá o nome do irmão morto, a fim de que o seu nome não se extinga em Israel." (Deuteronômio, XXV, 5)

Eusébio é ainda mais detalhado (no livro primeiro, cap. 7 da História Eclesiástica), e explica que Matat e Melchi tiveram filhos, em épocas distintas, da mesma mulher, Jesca.

Matat, descendente de Davi por Salomão, a havia tomado primeiro por mulher, e deixando um filho chamado Jacob, morreu. Como a lei permitia à viúva casar-se com outro, Melchi, descendente de Davi por Natã, da mesma tribo, ainda que não da mesma família, tomou por mulher a viúva de Matat, da qual teve outro filho chamado Heli. E assim, Jacob e Heli, de pais distintos, resultaram em irmãos uterinos.

O primeiro deles, Jacob, tomando conforme a lei a viúva de seu irmão (Heli), morto sem filhos, gerou José, seu filho segundo a natureza. E por isso lemos: “E Jacob gerou José”; mas, segundo a lei, resulta José filho também de Heli, cuja mulher havia tomado seu irmão Jacob para lhe dar descendência.

Nota-se ainda que S. Lucas não usou a palavra “gerado por”, mas “filho de”, para mostrar bem que Heli era pai segundo a lei, e não segundo a natureza.

(Aquino, São Tomás de, Catena Aurea – Exposicion de los cuatro evangelios, Vol I. S. Mateo, Cursos de Cultura Católica, Buenos Aires, Pág. 24)

Esquematicamente temos:

Matat ------------------------------ Jesca ------------------------------ Melchi
                      |                                            |
                      |                                            |
                Jacob -------- Mãe de José ------ Heli
                             
|
                              |
                           José

***

Sua segunda pergunta é:

>> "Um outra pergunta porque deram o nome de Jesus de Jesus?!? pois em Isaias 7:?? diz que uma virgem deria dar o nome de Emanuel?!?"<<

Jesus quer dizer Salvador. Emanuel quer dizer Deus conosco. Ambos nomes são mais do que um modo de chamar a Cristo, são significados de sua missão divina e salvadora.

Cristo é o filho de Deus, a Sabedoria de Deus feito homem. Com a incarnação de Cristo pela Virgem Maria, pudemos ver a Deus pois ele dignou-se tomar nossa carne para pagar os pecados da humanidade. Assim Cristo é propriamente Emanuel - Deus conosco.

Outro atributo exclusivo de Cristo é sua missão salvadora. Cristo redimiu a humanidade do pecado de Adão - o pecado original - vencendo a morte e pagando com seu preciosíssimo sangue as culpas original e atual dos homens, no santo sacrifício da cruz.

Cristo é pois de fato o Salvador da humanidade, e então o nome Jesus também lhe cabe por excelência. Daí o Apóstolo dizer: "Porque há um só Deus e só há um mediador entre Deus e os homens, que é Jesus Cristo homem, QUE SE DEU A SI MESMO PARA REDENÇÃO DE TODOS" (1o. Timóteo, II, 5-6).

Desejando-lhe um santo ano novo, despedimo-nos,

In corde Iesu et Mariae
Marcos Libório

 


Home | Veritas | Cadernos Montfort | Documentos da Igreja
Destaques da Imprensa | OraçõesEspaço do leitor

© Associação Cultural Montfort
Dúvidas relacionadas aos artigos: preencha o formulário