Montfort

Espaço do Leitor

Perguntas & Respostas | Enviar dúvidas | Livro de Visitas | Assinar Boletim

Pergunta

** A beleza de Cristo

De: Luana
Enviada em: Quarta-feira, 16 de Janeiro de 2002
Localidade: BRASILIA, DF
Religião: Católica Apostólica Romana
Idade: 20
Escolaridade: cursando nível superior

O SITE TEM MELHORADO CADA DIA MAIS E CONTRIBUIDO MUITO PARA CATOLICOS QUE LEVAM A FÉ A SÉRIO! PARABENS!!!

SENHOR, UMA DÚVIDA CRUEL ME ATORMENTA JESUS ERA UM HOMEM BONITO? A BELEZA DE JESUS TEM CAUSADO UMA POLEMICA GRANDE NA MINHA COMUNIDADE. DE ACORDO COM ISAIAS 53.2 DIZ QUE JESUS NAO TINHA GRAÇA NEM BELEZA. AGORA ME FALARAM QUE ISSO SE TRATA DE SUA IMAGEM DILACERADA NA CRUZ! QUE DEUS ME PERDOE, MAS QUALQUER PESSOA NA CRUZ DEPOIS DE MIL FLAGELOS NAO ESTARIA COM UM ASPECTO ASSIM TAO AGRADAVEL!

( QUE DEUS ME PERDOE! ESSA COLOCAÇAO É APENAS PARA EXEMPLIFICAR!!!!)

AFINAL JESUS ERA UM HOMEM QUE CHAMAVA ATENÇAO POR SUA BELEZA? OU POR SUA INTELIGENCIA E BONDADE?

MUITOS JOGAM A DESCULPA NO SANTO SUDARIO EX.: EU ACREDITO QUE JESUS ERA COMO NO SUDARIO!

ISSO NAO SERIA UM CONFORMISMO?

PORQUE ENTAO INSISTEM EM FAZER UMA IMAGEM TOTALMENTE DIFERENTE DO QUE ELE É?

PERDOE-ME SENHOR MAS POR MAIS SIMPLES QUE ESSA DUVIDA PAREÇA A TODOS PARA MIM É MUITO OBSCURO...PEÇO QUE ME AJUDE! NAO POUPE PALAVRAS NEM PASSAGEM BIBLICAS EXPLIQUE TUDO PARA MIM SENHOR POIS ESTOU A ARRANCAR OS CABELOS....

UM ABRAÇO Ir. LUANA

Resposta

Prezada Irmã Luana, salve Maria.

Muito obrigado por suas palavras de elogio ao site Montfort. Para nós são palavras de incentivo, na luta pela defesa da fé.

Passo a responder à sua pergunta.

Quando o profeta Isaías fala de Cristo, apresentando-O com aspecto desprezível, ele está se referindo à visão que teve de Nosso Senhor na cruz, deformado pela pancadas e ferimentos atrozes.

Nosso Senhor Jesus Cristo era Deus e homem, ao mesmo tempo. Ele era o "homem", como o designou Pilatos.

É claro que Deus criou o corpo de Cristo perfeitíssimo, e que este corpo era o mais possível perfeito corpo humano. Por isso, Ele devia ter um aspecto humano belíssimo. Cheio de graça e de verdade, como diz o Evangelho de São João, no primeiro capítulo.

Mas o que se deve entender por beleza, em Cristo?

Certamente não a face adocicada e romântica que aparecem em muitas imagens sentimentais.

O rosto é o espelho da alma, e a alma de Cristo possuía a santidade de Deus nela. Logo, a face de Cristo deveria ser belíssima. E foi como Ele se mostrou aos Apóstolos no Tabor.

Existem duas belezas: a beleza material, que é proveniente das proporções; e a beleza formal, proveniente do brilho da forma.

Assim, uma rosa que tenha pétalas proporcionadas, será materialmente bela. Mas, se desenho uma rosa bem proporcionada, mas que parece um repolho fechado, essa rosa será feia. Só tem beleza formal aquilo que parece o que é. Belo é o que parece o que é. Ser o que se é, é a beleza fundamental de um ser. Assim, uma velha que quer parecer moça é feia, enquanto uma velhinha que tem todo o aspecto de uma velhinha dizemos: Olha que bela velhinha, porque ela é o que ela parece, e parece o que ela é.

Cada coisa deve ser o que é. Como Deus, beleza absoluta, é o que Ele é.

Cristo tinha tanto beleza material quanto beleza formal.

Essa beleza formal fazia transparecer nele sua infinita bondade.

Define-se beleza como o bem claramente conhecido. Portanto: verdade + bondade = beleza.

Ora Cristo era A Verdade. Ele era A Bondade. Logo, Ele era A Beleza absoluta.

Talvez a figura mais bela esculpida de Nosso Senhor é o chamado "Belo Deus de Amiens", que vou pedir que publiquem no site, junto com essa carta, especialmente para a Sra. Recomendo-lhe também que veja o rosto do Menino Jesus de Fra Angélico.

Para maior entendimento do que é a beleza, veja no site o trabalho que fiz sobre esse tema.

Entretanto, recomendo-lhe que não discuta esse assunto com as demais religiosas, pois isso poderia indicar, em algumas pelo menos, uma tendência para amar Nosso Senhor de modo sentimental, ou mesmo sensual, o que seria bem reprovável.

Concluindo, digo-lhe que Cristo na Cruz aparentava ser desprezível, a abjeção da plebe, como diz Isaías. Porém, na realidade, tinha a beleza mais perfeita de um ser humano.

Rogo-lhe que não se esqueça de nós em sua orações, que não esqueço de sua pessoa nas minhas.

in Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli.

 


Home | Veritas | Cadernos Montfort | Documentos da Igreja
Destaques da Imprensa | OraçõesEspaço do leitor

© Associação Cultural Montfort
Dúvidas relacionadas aos artigos: preencha o formulário