Movimento pela Vida

Frei Betto está excomungado?
Emanuelle Carvalho Moura

[Texto extraído de-mail enviado à lista 'não ao aborto" - 17/05/07]
 
(...)
 
"Na década de noventa, Frei Betto publicou um livro intitulado “Fome de Pão e de Beleza” pela editora Siciliano, o artigo que abre esse livro trata da posição de Sua Reverência sobre a questão do aborto e está disponível no sítio católico Pastoralis: http://www.pastoralis.com.br/pastoralis/html/modules/wfsection/article.php?articleid=564
 
Ele declara, dentre outras aberrações: “embora eu seja contra o aborto, admito a sua descriminação em certos casos e sou plenamente a favor da mais ampla discussão em torno dele, pois se trata de um problema real, grave, que afeta a vida de milhares de pessoas.” (os grifos são nossos). Ver-se a diferença dessa postura para a de um católico autêntico, Pe. Luís Carlos Lodi da Cruz, que respondeu à uma entrevista para o Mídia Sem Máscara (www.midiasemmascara.org) quando questionado sobre a possível discussão ante um plebiscito sobre o aborto no país: a convocação do plebiscito significa a arrogância de um povo de querer decidir algo que é de direito divino: a vida ou a morte de inocentes.”
 
Outras coisas que envolvem o Frei e a cultura da morte ainda não estão explicadas. Ele fundou, com outros, a ADITAL (Agência de Informação Frei Tito para América Latina), vale ressaltar que o Frei Tito, “homenageado”, suicidou-se. No tópico “Quem Somos”, o nome de Frei Betto está exposto como um dos sócios dessa agência no Brasil: http://www.adital.com.br/site/conteudo.asp?lang=PT&ref=quemsomos

ADITAL promove o anticristianismo. Adriana Santiago, editora chefe dessa agência, escreveu em 28 de janeiro de 2005 um artigo defendendo a atuação das falsas “Católicas pelo Direito de Decidir (CDD’s)” no Fórum Social Mundial e, portanto, o aborto. 

Frei Betto declarou, numa "entrevista exclusiva" à agencia ANSA:
 

“O Estado é laico e deve ter o direito de defender a vida das mulheres pobres não incriminando mais o aborto,
o que não significa ser a seu favor. Os ricos, e muitos deles se consideram católicos, mandam suas mulheres para
clínicas privadas para realizarem abortos com toda segurança. As mulheres pobres, ao contrário, correm risco de vida” (os grifos são nossos) (http://www.ansa.it/ansalatinabr/notizie/rubriche/entrevistas/20070513140134297579.html)
 
O estado de gravidade espiritual em que se encontra o Frei Betto é lastimável, como pode ser percebido. Este último posicionamento do “religioso” demonstra o quanto apóia a política abortista promovida pelo seu pupilo, o presidente “Lula da Silva” e o partido que tanto ama, o PT. Aos leitores desse artigo que expõe fatos preocupantes sobre a alma do Frei Betto, peço que rezem pela sua cura e verdadeira libertação porque não se pode salvar alguém do fogo do inferno quando ele se lambuza de enxofre e do que há de mais indigno como a promoção da cultura da morte sem que se arrependa dos seus pecados."  

    Para citar este texto:
"Frei Betto está excomungado?"
MONTFORT Associação Cultural
http://www.montfort.org.br/bra/veritas/vida/frei_betto_excomungado/
Online, 25/11/2017 às 09:15:45h