Política e Sociedade

O PT é um delubício só
Orlando Fedeli

A Nação começa a cansar-se de tanto escândalo. Todo dia o noticiário traz um novo lodaçal, comprovando que o PT — o partido da ética -- é uma gangue que assaltou o país. E o cansaço de constatar tantos escândalos e fraudes, sem que se os puna imediatamente, é um perigo para a Nação. Perigo, porque o cansaço de conhecer tantos crimes confessados, mas não punidos, pode levar a atitudes desesperadas.
 
E, aí, corremos o risco, ou de violências criminosas desesperadas, ou por desespero, aceitar a corrupção como coisa normal. E aí será o país que se transformará numa PTlândia pantanosa, pestilenta e nojenta completa.
 
Urge tomar medidas sérias. Urge punir já.
 
Se Lula tivesse um pingo de coerência, ou de vergonha, -- de ética -- teria renunciado ao cargo presidencial, há muito tempo já. Quem se preza, depois de tantos escândalos, não se agarra ao cargo mal exercido, não se agarra à picanha, - e até aos ossos -- do poder, como Lula vergonhosamente o faz.
 
Está mais do que provado, aos olhos da Nação, que o PT é um delubício só.  E a esse delubício não faltou nem Jane Corner.
 
Chega de apurar o que está apurado! Chega de querer comprovar o que foi confessado! Chega de querer investigar o evidente!
 
Não adianta ficar revolvendo a lama, sem querer fazer a limpeza. Em qualquer país sério, esses deputados a varejo, ou a atacado, estariam atrás das grades. Aqui, se lhes proporciona uma aposentadoria gorda e purulenta.
 
Com a bênção de Severino. É demais!
 
Lula não se cansa de repetir que “tudo deve ser apurado. Nóis vamo apurá tudo. Doa a quem doê. Nem que for preciso cortar na própria carne”.
 
Mas basta se anunciar que se vai pegar o bisturi para cortar na carne do PT, -- e na dele, Lula, --  que ele monta comícios, onde esbraveja com sua voz rouca de freqüentador de bar, contra as elites, e se alardeia como o campeão da ética, como o benfeitor do populacho. E se socorre, então, até do analfabetismo nato da mãe dele.
 
Bisturi, no PT, não. Bisturi, em Lula, não. Mais para lá com o bisturi. Falar em bisturi contra Lula é golpismo.
 
Quando a dor ameaça seus cúmplices e a ele mesmo, aí a famosa transparência, que ele tanto alardeia, se torna opacidade. Lula faz levantar todas as barreiras e obstáculos para impedir que se investigue as maracutaias petistas.
 
Foi o PT de Lula que fez abafar o caso do assassinato do prefeito de Santo André, Celso Daniel, para proteger seu “Prefeito do Palácio”, José Dirceu. Foi o PT de Lula e de José Dirceu que fez abafar o caso Waldomiro. É Lula quem impede que se investigue o pagamento de seus 30.000 reais de dívida. É Lula quem impede que se convoque Paulo Okamoto e Gushiken, nas CPIs. Foi Lula e José Dirceu que continuamente criaram obstáculos a que se investigasse qualquer coisa em seu desgoverno. E ainda ele posa de sincero e puro, declarando como realejo desafinado e rouquenho: “Nóis vamo apurá tudo, doa a quem doê”.
 
O que mais revolta no caso PT é a hipocrisia. É a fraude. É a “maracutaia” travestida de honestidade. A corrupção travestida de inocência.
 
Agora foi a vez do Palocci dizer ao país a “verdade” petista que o Brasil precisava ouvir. Verdade que, no dia seguinte, ficou provado ser tão falsa quanto as verdades do Delúbio, do Genoíno, do Silvinho Land Rover, e do Zé Dirceu. Somagues e Leão Leão que o digam.
 
Assim é a veracidade do PT.
 
Veracidade do trotzquista Palocci. Que vale tanto quanto a do stalinista Zé Dirceu.
 
Abençoadas pela CNBB, é bom que se diga.
 
Pois foram Cardeais e Bispos que, há décadas, puseram e chocaram os ovos do PT, dos quais nasceu essa ninhada de abutres vorazes, para os quais não existe direito, e cujo único princípio ético é que a tomada do poder pelo comunismo justifica usar de quaisquer meios.
 
Jamais se viu mentir tanto, a ponto de Lula se apresentar como defensor dos princípios do Evangelho praticamente na mesma hora em que instituiu uma comissão para aprovar o aborto.
 
E a CNBB finge que não vê essa hipocrisia, e abençoa Lula, o abortista.
 
E um Cardeal tentou salvar Lula, dizendo que ele era “católico a seu modo”!
 
Esse homem que Bispos e clérigos filo comunistas e empresários inescrupulosos guindaram, como marionete, ao primeiro posto da Nação, dizendo que, enfim, um operário alcançara, por seus méritos, o diploma presidencial,
 
Lula, esse castrista de botequim, não passa de um demagogo inebriado pelas bajulações, um pobre homem que julga que seu discurso típico de beira de bar é alta sabedoria política.
 
Lula se acredita um líder, um Licurgo tupiniquim, por arrotar tolices aos borbotões, julgando-as aforismas profundos.
 
Será que ele também não é analfabeto de nascença? É certo que sim.
 
Como é certo que há “albabetizados” que continuam analfabetos.
 
Há certos analfabetos, que cegos pelo orgulho, pensam que despautérios são palavras de sabedoria.
 
E não há maior ignorante do que aquele que ignora até a sua própria  ignorância.
 
Lula se orgulha de por sua mãe ter “nascido analfabeta”. Certamente ela tinha mais sabedoria que ele, pois que pior que o analfabetismo, é a pretensão do semi letrado pensar-se competente. É essa pretensão orgulhosa, e os aplausos dos bajuladores, que o convenceram de que ele é um grande orador. Isso é o que o faz jorrar improvisos oratórios nos quais os despautérios se conectam com as gafes, na mixórdia gramatical de um primário.
 
Nero estava convencido que era um grande artista, e não queria morrer porque pensava e dizia: "Que artista o mundo vai perder!”.
 
O atual insuportavelmente “ético” presidente que o Brasil está suportando, está tão convencido de ser um líder e orador extraordinário -- não duvido -- que exclame, vendo o fantasma do impeachment; “Que líder o Brasil vai perder!”.
 
Na há ilusão mais ridícula e mais cruel do que a do orgulhoso que se pensa grande.
 
De grande, em Lula, só existem a incompetência, a delubice acobertada pelo manto furado da ética petista, e a cegueira de não querer ver o que todo o mundo já viu: o PT é um delubício só.  Jane Corner que o diga.
 
Inclusive Lula tem seus delubícios que ele quer esconder a todo custo: por exemplo, os 5 milhões do vídeo game que seu filhinho recebeu da Telemar, os gastos da Presidência, o pagamento de suas dívidas, os milhões de sua manutenção nababesca no Planalto e no Torto, em nome do Fome Zero. “Até mesmo inclusive as picanha lá do Torto”...  E a reforma da churrasqueira presidencial que custou milhões...
 
E, certamente, muitos outros delubícios vão aparecer.
 
E o Brasil discute se Lula sabia, quando todo mundo sabe que ele sabia.
 
Todo o mundo já viu que o PT é um delubício só.  Com Jane Corner de contrapeso... ético.
 
Num jornal do Rio, li um artigo que diz saborosamente verdades saborosas:
 
O governo do PT é o governo dos que não sabem de nada. Lula não sabia o que Dirceu fazia na sala ao lado. Dirceu não sabia o que Delúbio e Valério faziam. Palocci não sabia o que Buratti fazia. Genoíno não sabia o que Delúbio e Valério faziam, com a assinatura dele. É o governo e o partido dos 11 mil idiotas virgens” (Sebastião Nery, artigo Médici também não sabia de nada, in Tribuna da Imprensa,  25 de Agosto de 2.005).
 
O pior é que o Brasil sabe de tudo, e não tira as conseqüências.
 
Será que no Brasil há 180 milhões de pessoas que não podem dar lição de moral aos delubicidas do PT e a seu semi analfabeto líder, que não sabe de nada, e pensa que sabe tudo?
 
E isso é trágico. Porque quando uma Nação chega a esse nível de inconseqüência, tudo se torna possível. E quando tudo se torna possível, é o pior o que vai acontecer, jamais o melhor.
 
Se não se tomarem as medidas exigidas pela moral, pela coerência, e pelo bom senso, é o Brasil que vai virar um delubício só.
 
Com as bênçãos da CNBB, e o incentivo do inacreditável Bispo de Jales, Dom Demétrio Valentini, aquele que apóia o abortista Lula.
 
Sem nenhum escrúpulo.
 
São Paulo, 28 de Agosto de 2.005.
Orlando Fedeli

    Para citar este texto:
"O PT é um delubício só"
MONTFORT Associação Cultural
http://www.montfort.org.br/bra/veritas/politica/pt_delubicio/
Online, 26/04/2017 às 18:30:38h