O Papa

Pe.Lombardi: Papa manda dizer "por muitos", catequese deve explicar que é "por todos"

Nosso Senhor Jesus Cristo disse, na instituição da Eucaristia, que seu sacrifício seria feito "por vós e por muitos", usando palavras que já tinham sido preditas pelo profeta Isaías. A Santa Igreja repetiu por séculos essas mesmas palavras durante a Consagração do Vinho. Até mesmo a reforma litúrgica de Paulo VI manteve a mesma fórmula em sua versão latina. Porém... as Conferências Episcopais, em toda parte, caíram num lamentável lapso de tradução, levando todos os padres a afirmar durante a Missa, e todo o povo a crer, que Nosso Senhor morreu "por todos", numa ilusória salvação universal. 

O fato é que a salvação merecida pelo sacrifício de Nosso Senhor é oferecida "a todos" mas apenas "muitos" a aproveitam. E que configura uma audácia criminosa o fato de alterar palavras tão excelsas quanto o que é dito na Consagração!

Há alguns anos atrás, Bento XVI dera um prazo de dois anos para que todas as Conferências Episcopais alterassem suas traduções: ele foi solenemente ignorado! "Pegando papel e caneta", como diz o Pe.Lombardi, ele escreve uma carta pessoal ao episcopado de lingua alemã... Como a dizer que "se ao Papa eles não atendem, quem sabe a um confrade eles darão ouvidos..."

Triste desdobramento de hoje, o porta-voz da Cúria Romana, Pe.Lombardi, dá notícia do pedido do Papa, acrescentando, como a desculpa-lo, que o Papa insiste na tradução "por muitos", mas é papel da catequese ensinar que Cristo morreu "por todos"...

Notícia Radio Vaticano

Comentário Lucia Zucchi

 

Pe. Lombardi: Papa esclarece palavras "por muitos e por todos" da fórmula de consagração

 

Cidade do Vaticano (RV) - Dias atrás Bento XVI endereçou uma carta ao episcopado alemão na qual se detém sobre uma questão concernente à correta interpretação a ser atribuída à fórmula da consagração do vinho na missa. Trata-se de uma questão teológica, mas com implicações de fé para todo cristão, como reitera o Diretor-Geral da Rádio Vaticano, Pe. Federico Lombardi, em seu editorial para "Octava dies", o semanário de informação do Centro Televisivo Vaticano: "O que fez o Papa em Castel Gandolfo na semana após a Páscoa? Pegou papel e caneta e escreveu em sua língua uma carta de certo modo especial, dirigida aos bispos alemães, que poucos dias depois a publicaram. Diz respeito à tradução das palavras da consagração do cálice do sangue do Senhor durante a missa. A tradução "por muitos", mais fiel ao texto bíblico, deve ser preferida a "por todos", que pretendia tornar mais explícita a universalidade da salvação trazida por Cristo. Alguém poderá pensar que o tema sirva somente para refinados especialistas. Na realidade, permite entender o que é importante para o Papa e com qual atitude espiritual ele o aborda. Para o Papa as palavras da instituição da Eucaristia são absolutamente fundamentais, trata-se do coração da vida da Igreja. Com o "por muitos", Jesus se identifica com o Servo de Jahwé anunciado pelo profeta Isaías; portanto, repetindo essas palavras expressamos melhor uma dúplice fidelidade: a nossa fidelidade à palavra de Jesus, e a fidelidade de Jesus à palavra da Escritura. Não há dúvida sobre o fato que Jesus morreu para a salvação de todos, portanto, é tarefa de uma boa catequese explicar isso aos fiéis, mas, ao mesmo tempo, explicar o significado profundo das palavras da instituição da Eucaristia. O Senhor se oferece "por vós e por muitos": sentimo-nos diretamente envolvidos e na gratidão tornamo-nos responsáveis pela salvação prometida a todos. O Papa – que já tratara disso em seu livro sobre Jesus – dá-nos agora um exemplo profundo e fascinante de catequese sobre algumas das palavras mais importantes da fé cristã. Uma lição de amor e de respeito vivido pela Palavra de Deus, de reflexão teológica e espiritual altíssima e essencial, para viver a Eucaristia com mais profundidade. O Papa conclui dizendo que no Ano da Fé devemos empenhar-nos dessa direção. Esperamos fazê-lo realmente." (RL)

    Para citar este texto:
"Pe.Lombardi: Papa manda dizer "por muitos", catequese deve explicar que é "por todos""
MONTFORT Associação Cultural
http://www.montfort.org.br/bra/veritas/papa/pe-lombardi-papa-manda-dizer-por-muitos-catequese-deve-explicar-que-e-por-todos/
Online, 29/03/2017 às 10:20:13h