O Papa

DEO GRATIAS: Papa anula excomunhão de bispos ordenados por D. Lefebvre


 

 

Publicamos com grande alegria o Decreto da Congregação pelos Bispos em que é levantado a censura de excomunhão latae sententiae ao qual estavam submetidos os bispos ordenados por Dom Lefèbvre desde 1988.


COMUNICADO DA SALA DE IMPRENSA DA SANTA SÉ

O Santo Padre, depois de um processo de diálogo entre a Sé Apostólica e a Fraternidade Sacerdotal São Pio X, representada pelo seu Superior Geral, Sua Eminência Dom Bernard Fellay, acolheu o pedido novamente formulado pelo prelado, com a carta de 15 de dezembro de 2008, em nome dos outros três Bispos da Fraternidade, Dom Bernard Tissier de Mallerais, Dom Richard Williamson e Dom Alfonso de Galarreta, de levantar a excomunhão em havia sido colocados vinte anos atrás.
 
Devido, com efeito, às consagrações episcopais feitas em 30 de junho de 1988 por Dom Marcel Lefrebvre, sem mandato pontifício, os quatro prelados haviam incorrrido em excomunhão latae sententiae, formalmente declarada pela Congregação pelos Bispos na data de 1 de julho de 1988.
 
Dom Bernard Fellay, na carta citada, manifestava claramente ao Santo Padre que: "estamos sempre firmemente determinados na vontade de permanecer católicos e de colocar todas nossas forças ao serviço da Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo, que é a Igreja Católica romana. Nós aceitamos seus ensinamentos com alegria filial. Nós acreditamos firmemente no Primado de Pedro e em suas prerrogativas e por isso nos faz sofrer tanto a atual situação".
 
Sua Santidade Bento XVI, que seguiu desde o início este processo, procurou sempre recompor a fratura com a Fraternidade, encontrando mesmo pessoalmente S.Excia.Dom Bernard Fellay, em 29 de agosto de 2005. Naquela ocasião, o Sumo Pontífice manifestou a vontade de proceder gradualmente e em tempo razoável em tal caminho, e agora, benignamente, com solicitude pastoral e paterna misericórdia, mediante Decreto da Congregação para os Bispos de 21 de janeiro de 2009, retira a excomunhão que pesava sobre os mencionados Prelados. O Santo Padre foi inspirado nessa decisão pela esperança de que se chegue o mais prontamente à completa reconciliação e à plena comunhão
 
[00146-01.02] [Texto original: Italiano, tradução Montfort]
 
 
 
DECRETO DA CONGREGAÇÃO PELOS BISPOS
 
Por meio da carta do dia 15 de dezembro de 2008, dirigida à Sua Eminência, Cardeal Dario Castrillón Hoyos, o presidente da Comissão Pontifical Ecclesia Dei, Dom Bernard Fellay em nome próprio e em nome dos outros três bispos sagrados no dia 30 de junho de 1988, solicitava novamente o levantamento da excomunhão latae sententiae formalmente declarada pelo Decreto do Prefeito desta mesma Congregação para os Bispos na data de 1 de julho de 1988. Na carta anteriormente mencionada, Dom Fellay afirmava, entre outras coisas: "Nós estamos também aferrados à vontade de permanecer católicos e de pôr todas as nossas forças a serviço da Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo, que é a Igreja Católica Apostólica Romana. Nós aceitamos seus ensinamentos filialmente. Nós cremos firmemente no Primado de Pedro e nas suas prerrogativas e é por isso que a situação atual nos faz sofrer tanto”.

Sua Santidade Bento XVI – paternalmente sensível ao mal estar espiritual manifestado pelos interessados por causa da sanção de excomunhão e confiando no compromisso expressado por eles na carta citada de não poupar nenhum esforço para aprofundar nas necessárias conversações com as Autoridades da Santa Sé sobre as questões ainda abertas, e de poder deste modo chegar rapidamente à uma plena e satisfatória solução do problema posto na origem – decidiu reconsiderar a situação canônica dos Bispos Bernard Fellay, Bernard Tissier de Mallerais, Richard Williamson e Alfonso de Galarreta relativa à sua sagração episcopal.

Este ato expressa o desejo de consolidar as relações recíprocas de confiança, de intensificar e de tornar estáveis as relações da Fraternidade São Pio X com a Sé Apostólica. Este dom de paz, no fim das celebrações do Natal, quer ser também um sinal para promover a unidade na caridade da Igreja Universal e, deste modo, retirar o escândalo da divisão.

Desejando que este passo seja seguido sem demora da pela comunhão com a Igreja de toda a Fraternidade São Pio X, em testemunho de uma verdadeira fidelidade e de um verdadeiro reconhecimento do Magistério e da autoridade do Papa pela prova de uma unidade visível.

Conforme as faculdades que me foram expressamente concedidas pelo Santo Padre o Papa Bento XVI, em virtude do presente Decreto, eu levanto aos Bispos Bernard Fellay, Bernard Tissier de Mallerais, Richard Williamson e Alfonso de Galarreta a censura de excomunhão latae sententiae declarada por esta Congregação no dia 1 de julho de 1988, do mesmo modo que declaro sem efeitos jurídicos, a partir de hoje, o Decreto publicado naquela época.

Roma, da Congregação para os Bispos, dia 21 de janeiro de 2009
 .
Card. Giovanni Battista Re
Prefeito da Congregação pelos Bispos
[00145-01.02] [Texto original: Italiano, traduçao DICI http://www.dici.org ]
 
 

    Para citar este texto:
"DEO GRATIAS: Papa anula excomunhão de bispos ordenados por D. Lefebvre"
MONTFORT Associação Cultural
http://www.montfort.org.br/bra/veritas/papa/papa-anula-excomunhao-lefebvristas/
Online, 21/10/2017 às 04:50:14h