O Papa

Bento XVI: superar o "analfabetismo religioso"

Radio Vaticano 

Cidade do Vaticano (RV) – Após uma semana de retiro quaresmal, sem audiências e compromissos públicos, o Papa Bento XVI deixou o Vaticano na manhã deste domingo para visitar a Paróquia São João Batista de La Salle al Torrino, na periferia sul de Roma. Trata-se de uma paróquia jovem, com cerca de 12 mil habitantes, composta por 85% de jovens casais com filhos em idade escolar. De fato, milhares de crianças acolheram calorosamente seu Bispo, que fez questão de cumprimentar pessoalmente inúmeras delas posicionadas na praça diante da igreja, onde foi celebrada a Santa Missa. A Igreja também é jovem, pois foi erigida no Jubileu do Ano 2000 e consagrada em 2009. Sua posição geográfica, no ponto mais alto do bairro, notou o Pontífice na sua homilia, é significativa, porque indica que também nós precisamos subir no monte da transfiguração para receber a luz de Deus, para que seu Rosto ilumine o nosso rosto. "É na oração pessoal e comunitária que nós encontramos o Senhor não como uma ideia, como uma proposta moral, mas como uma Pessoa que quer entrar em relação conosco, que quer ser amigo e renovar a nossa vida para torná-la como a sua." Mas este encontro não é somente um fato pessoal: "Esta igreja posicionada no ponto mais alto do bairro lhes recorda que o Evangelho deve ser comunicado, anunciado a todos. Não esperem que outros venham trazer-lhes mensagens diferentes, que não conduzem à verdadeira vida, mas sejam vocês mesmos missionários de Cristo aos irmãos lá onde vivem, estudam ou somente transcorrem o tempo livre". A fé, recordou o Pontífice, deve ser vivida em comunhão, e a paróquia é o local no qual se aprende a viver a própria fé em meio aos outros. "Desejo encorajá-los para que cresça a corresponsabilidade pastoral, numa perspectiva de autêntica comunhão entre todas as realidades presentes, que são chamadas a caminhar juntas. Que o próximo Ano da Fé seja uma ocasião propícia também para esta paróquia, para fazer crescer e consolidar a experiência da catequese sobre as grandes verdades da fé cristã, e superar o 'analfabetismo religioso' que é um dos maiores problemas de hoje." O Papa recordou o papel da família e de toda a comunidade cristã de educar à fé, citando em especial o ensinamento de São João Batista de La Salle. "Em especial, queridas famílias, vocês são o ambiente de vida em que se movem os primeiros passos da fé; sejam comunidades em que se aprende a conhecer e a amar sempre mais o Senhor, comunidades que se enriquecem reciprocamente para viver uma fé realmente adulta." Por fim, Bento XVI confiou à Virgem Maria o nosso caminho quaresmal, como o de toda a Igreja, para que nos ajude a sermos discípulos fiéis de Cristo, cristãos maduros, para poder participar com Ela da plenitude da alegria pascal. (BF)


    Para citar este texto:
"Bento XVI: superar o "analfabetismo religioso""
MONTFORT Associação Cultural
http://www.montfort.org.br/bra/veritas/papa/bento-xvi-superar-o-analfabetismo-religioso/
Online, 24/05/2017 às 16:29:47h