Igreja

Estatísticas de palavras empregadas nos documentos do Concílio Vaticano II (1962-1965)
Marcelo Fedeli


Casualmente, encontrei uma curiosa estatística referente à freqüência de todas as palavras constantes dos documentos do Concílio Vaticano II no site INTRATEX (em espanhol), página http://www.intratext.com/IXT/ESL0097/_FA.HTM, da qual transcrevo, abaixo, alguns significativos exemplos, que podem revelar o nexo entre o texto, daqueles documentos, e o espírito que lhe é atribuído.

Assim, temos:

1 – "ESPÍRITO" do Concílio Vaticano II :

Natureza do Concílio, que sempre se afirmou pastoral, não doutrinário, não dogmático (cf. Peter Hebblethwaite, Giovanni XXIII, Il Papa del Concilio, Ed. Rusconi, Milão, 1989, p. 440; id. p. 607 a 611 sobre o Discorso di apertura del Concilio Vaticano II; Paulo VI – Discurso de reabertura do Concílio, 29 de setembro de 1963).

" TEXTO":

Pastoral

Dogma

Infalible

108 pastoral / 29 pastorales

 

Total: 137

1 dogma / 2 dogmas / 5 dogmática

2 dogmáticas / 1 dogmáticos

Total: 11

5 infalibilidad / 1 infalible /

1 infaliblemente

Total: 7

2 -  "ESPÍRITO" do Concílio Vaticano II:

Concílio voltado ao HOMEM ao MUNDO:

Paulo VI declarara que "O Concílio é um ato de amor à humanidade" e que os textos da última sessão do Concílio mostram que " (...) este olhar sobre o mundo será um dos atos principais da sessão que começa: mais uma vez e principalmente, amor; amor a todos os homens de hoje, tais como são, ou o que são, amor para todos.... O Papa confiava no homem e se recusava a desconfiar do mundo. Nas semanas seguintes, aquilo que podia parecer quase como um ato de fé (no homem e na humanidade) será expressado em discursos ainda mais inivadores" (Cf. Yves Chiron, Paul VI, le Pape écartelé, Ed. Perrin, Paris, 1993, p. 240 –241).

Ao final do Concílio, no dia 7 de dezembro de 1965, Paulo VI afirmou: Nós também, Nós mais que ninguém, nós temos o culto do homem" (id. p. 249).

Ou seja, tudo, basicamnete, voltado à vida natural, e nada (ou pouco) ao sobrenatural.

"TEXTO" :

Deus Homem / homens Mundo Paraíso / Ceu (s) Inferno / Demonio / Satanás Culpa / Pecado original

993 Dios

 

 

 

Total: 993

315 hombre

426 hombres

 

 

Total: 741

318 mundo

 

 

 

Total: 318

Zero / 20 cielo - 22 cielos

 

 

 

Total: 0 / 42

Zero 

6 demonio

1 demonios

2 satanás 

Total: ZERO / 7 / 2

3 original

 

 

 

Total: 3

Nota: se considermos a palavra HUMANO e derivados, teremos:

259 humana / 28 humanas / 54 humanidad /  4 humanismo / 111 humano / 16 humanos

Total: 472 (que, se somados a homem /homens = 1213 vezes)

3 -  "ESPÍRITO":

O Concílio Vaticano II evitou citar (muito menos "condenar")  a heresia "daquele tempo" (do "seu tempo"): o marxismo e o comunismo, conforme "acordo" de Metz, auxiliando a "Ostpolitik" iniciada por João XXIII e desenvolvida por Paulo VI.

"TEXTO"

Comunismo

Marxismo

Zero

Zero

Pergunta: pela estatística, o TEXTO do Vaticano II reflete o ESPÍRITO daquele Concílio? Sim, ou não?

Marcelo Fedeli
Outubro de 2002


    Para citar este texto:
"Estatísticas de palavras empregadas nos documentos do Concílio Vaticano II (1962-1965)"
MONTFORT Associação Cultural
http://www.montfort.org.br/bra/veritas/igreja/estatisticas/
Online, 23/04/2017 às 08:58:01h