Comentários

Stylyng 1 - Cardeal Kasper confessa: "O Ecumenismo não visa a conversão à Igreja Católica"

STYLYNG
24 de Fevereiro de 2006



Sim!... O Cardeal Walter Kasper, Presidente do Conselho Pontifício para a união dos Cristãos, conforme despacho ZENIT.org (23/02/06) afirmou :
 
«A questãonão é somente a conversão dos demais, mas a conversão de todos a Jesus Cristo. A conversão sempre inicia por nós mesmos»,confessou, explicando que não se trata de um simples retorno dos outros ao redil da Igreja Católica, mas de um comum crescimento, porque«quanto mais nos aproximamos de Cristo mais nos aproximamos uns dos outros».
 
Notem que ele faz questão de deixar claro que a “conversão” não é à Igreja católica, a ÚNICA IGREJA DE CRISTO, mas a uma vaga “conversão a Cristo, como afirmam os sequazes de Lutero e companhia. Para aquele ecumênico príncipe da Igreja Católica, “conversão”, no fundo,significa “nos aproximarmos mais uns dos outros”.
 
O que realmente significa isso?... O que quer dizer o cardeal com essa vaga expressão em perfeito “eclesialêspós-conciliar?
 
Se isso fosse verdade, a estação Sé do Metro de S. Paulo, às 18:00 horas, seria um exemplo clássico dessa “conversão kasperiana”  ...
 
Ora, a ordem de Nosso Senhor aos seus apóstolos, representando os futuros príncipes da Igreja, inclusive o Cardeal KASPER, foi:
 
Ide por todo o mundo, pregai o Evangelho a toda a criatura. O que crer e for batizado, será salvo; o que, porém, não crer, será condenado(S. Marcos 16, 14-20).
 
E São Paulo assim escreveu: "Ai de mim se não evangelizar"... (Coríntios I -9, 16)
 
Mas, o Cardeal Kasper, príncipe da Santa Romana Igreja, pensa diferente, não segue a ordem de Nosso Senhor Jesus Cristo a quem ele, diplomaticamente, diz ser objeto da “conversão”, nem teme o que afirmou S. Paulo.
 
Assim claro que, após 40 anos de blá-blá-blá ecumênico, que não busca a conversão de ninguém  à Igreja católica, hoje ocorre exatamente o contrário da ordem de Cristo: os fiéis católicos estão migrando para as igrejas Evangélicas, como o próprio cardeal Kasper admitiu recentemente.
 
Assim, como simples fiel católico, ouso perguntar:
 
Se não é para converter “criatura alguma” à Santa Igreja, como ordenou Jesus Cristo, o que faz, então, o cardeal Walter Kasper como católico, como cardeal e, principalmente, como Presidente do Conselho Pontifício para a União dos Cristãos?.. O que faz o seu Conselho Pontifício se não segue o conselhode S. Paulo?...
  


Nota: As afirmações do cardeal Kasper foram veiculadas pela ZENIT.org  23/ 02/06 – “Ecumenismo, sinal dos tempos, segundo cardeal Kasper"

    Para citar este texto:
"Stylyng 1 - Cardeal Kasper confessa: "O Ecumenismo não visa a conversão à Igreja Católica""
MONTFORT Associação Cultural
http://www.montfort.org.br/bra/imprensa/styling/stylyng_001/
Online, 24/09/2017 às 11:10:31h