Mundo

A maçonaria apóia os modernistas contra Bento XVI

As palavras pronunciadas pelo Papa Bento XVI contra o uso do preservativo como meio de prevenção da AIDS
 
19 de Março de 2009 - 01:00
 
As Obediências maçônicas signatárias fazem questão de exprimir sua estupefação e sua indignação diante das palavras irresponsáveis tidas pelo Papa Bento XVI contra o uso do preservativo como meio de prevenção da AIDS.
 
No momento de seu primeiro deslocamento na África, Bento XVI não pode ignorar as devastações particularmente dramáticas que essa doença traz exatamente para os povos desse continente, em particular para as crianças, e que são sistematicamente sublinhadas pela l’O.M.S., l’O.N.U-IDS e todas as O.N.G. competentes nesse assunto.
 
Essas palavras escandalosas se inscrevem num contexto preocupante quanto ao estado de espírito atual da alta hierarquia vaticana depois de uma série de tomadas de posição particularemente infelizes sobre a reintegração de um Bispo integrista negacionista e a excomunhão pronunciada contra uma criança violentada, sua família e os médicos que provavelmente salvaram sua vida.
 
Negar a esse ponto as evidências científicas em nome da doutrina da Igreja torna-se insuportável quando a consequência é a colocação em perigo da vida de outrem e as Obediências signatárias associam-se aos protestos emitidos pelo Governo da República francesa a esse respeito.
 
Diante dessa atitude obscurantista, os Franco Maçons e os Franco Maçons das Obediênciass signatárias lembram uma vez mais seu apego intocável ao princípio de laïcidade assegurando a plena liberdade de consciência para todos os cidadãos.
 
 
 
Paris, 19 de Março de 2009
Grande Oriente de França
Grande Loja Feminina da França
Federação Francesa de Direito Humano.

    Para citar este texto:
"A maçonaria apóia os modernistas contra Bento XVI"
MONTFORT Associação Cultural
http://www.montfort.org.br/bra/imprensa/mundo/20090319/
Online, 20/09/2017 às 18:45:39h