Mundo

Cientista coreano usou mais de 900 óvulos em experiências com clonagem humana

Mais um desafio à reputação do pioneiro da clonagem Woo-Suk Hwang, da Universidade Nacional de Seul, surgiu, nesta terça-feira, da boca de um ex-colega

Sung-Il Roh, diretor do Hospital Mizmedi, diz que o pesquisador usou mais de 900 óvulos na sua última pesquisa com clonagem humana, ao invés dos 185 declarados no artigo científico que Hwang e seus colaboradores publicaram na prestigiosa revista "Science" (www.sciencemag.org) em maio deste ano.

Roh diz que não conhece o paradeiro dos óvulos que "sobraram".
(Folha de SP, 21/12)


    Para citar este texto:
"Cientista coreano usou mais de 900 óvulos em experiências com clonagem humana"
MONTFORT Associação Cultural
http://www.montfort.org.br/bra/imprensa/mundo/20051221/
Online, 28/04/2017 às 19:00:11h