Igreja e Religião

Homem que tentou matar Papa diz que teve a ajuda de cardeais
Ali Agca, autor do atentado contra o papa João Paulo 2º, revela em entrevista exclusiva ao jornal italiano La Republica: sem a ajuda de alguns sacerdotes e cardeais ele não teria atirado contra o pontífice em 13 de maio de 1981. A afirmação vem um dia depois de um documento mostrar que a KGB, serviço secreto soviético, estaria envolvida no atentado.

O turco disse também ao jornal que serviços secretos de alguns países europeus não revelaram tudo o que sabem sobre o assunto. Ali Agca pode dizer os nomes dos cúmplices em um livro que fica pronto em dois meses e terá 150 páginas.

    Para citar este texto:
"Homem que tentou matar Papa diz que teve a ajuda de cardeais"
MONTFORT Associação Cultural
http://www.montfort.org.br/bra/imprensa/igreja/igreja20050331_1/
Online, 18/08/2017 às 07:35:20h