Igreja e Religião

Santa Sé prepara documento contra abusos litúrgicos
O Vaticano está preparando uma norma para impedir o que classifica como abusos litúrgicos na celebração da Eucaristia, como aplausos, danças, a presença de coroinhas meninas e a participação de ministros de outras igrejas cristãs.

A revista "Jesús", publicada mensalmente pela Sociedade de São Paulo, mais conhecida como "Os paulinos", informa em sua edição de outubro alguns detalhes sobre o documento que está sendo elaborado conjuntamente pelas congregações para a Doutrina da Fé e do Culto.

A minuta enumera até 37 "abusos litúrgicos" e pede a "cada católico, sacerdote, diácono ou laico" que denuncie eventuais "infrações" a seus superiores.

A normativa desaconselha a participação na Eucaristia dos chamados "assistentes pastorais", sob o argumento de que, às vezes, eles assumem faculdades e usam vestimentas exclusivas dos sacerdotes, e recomenda a não participação de meninas coroinhas sem autorização expressa do bispo.

O conjunto de normas exclui, além disso, a possibilidade de "aplausos e danças dentro do recinto sacro", não só na celebração da Eucaristia.

A revista "Jesús" destaca ainda que o documento desaconselha que as missas sejam acompanhadas por ministros de outras crenças.

Também é excluído pelo documento, que será aprovado nos próximos meses, o uso de expressões como "comunidade celebrante" e "assembléia celebrante", consideradas pela Santa Sé muito políticas e pouco litúrgicas.

    Para citar este texto:
"Santa Sé prepara documento contra abusos litúrgicos"
MONTFORT Associação Cultural
http://www.montfort.org.br/bra/imprensa/igreja/igreja20030922_1./
Online, 21/08/2017 às 20:42:12h