Igreja e Religião

Revitalização do estudo do latim na Igreja


Roma, 23 abr (RV) – Ainda este ano será instituída uma Comissão para revitalizar o estudo do latim na Igreja e para o bem das ciências eclesiásticas.

Foi o que disse hoje, o Cardeal Zenon Grocholewski, Prefeito da Congregação para a Educação Católica, no curso de um encontro realizado na Livre Universidade “Assunção de Maria”.

O ponto central do encontro foi justamente a crise do uso do latim na Igreja Católica, questão que é tema de dois livros: “O latim e os cristãos. Um balanço no início do terceiro milênio”, da Livraria Editora Vaticana; trata-se de uma coletânea das atas de um congresso realizado em 2002, durante o jubileu das Universidades.

O outro livro, de autoria de Jorik Gomez Gane (Editora “Ermes”, de Florença), é uma coletânea de 28 documentos sobre o latim: 6 do bem-aventurado Papa João XXIII, 12 do Papa Paulo VI, um do Papa João Paulo I, e 9 de JPII.

O Prof. Giovanni Maria Vian, docente na Universidade “La Sapienza”, de Roma, evidenciou que, na elaboração de uma estratégia de revitalização da língua latina, no âmbito da Igreja Católica, é preciso considerar que “o latim, desde o início do século XX, gozava de grande vitalidade”. Além disso _ argumentou _ “do século XVI ao século XIX, justamente graças ao latim, “os jesuítas desempenharam um papel de primeiro plano na Europa da pesquisa científica, em cuja base se apóia, ainda hoje, a nossa modernidade”. (AF)


    Para citar este texto:
"Revitalização do estudo do latim na Igreja"
MONTFORT Associação Cultural
http://www.montfort.org.br/bra/imprensa/igreja/igreja20030423_1/
Online, 29/03/2017 às 23:46:58h