Igreja e Religião

Bispo Emérito de Ivrea, Dom Bettazzi comenta a Carta de Bento XVI aos Bispos
Bruno Volpe

Numa entrevista a Bruno Volpe, Monsenhor Bettazzi afirma que dogmaticamente o Vaticano II teve continuidade com a doutrina de sempre da Igreja. Mas reconhece que pastoralmente o Vaticano II foi uma ruptura com o passado da Igreja.
 
 
 
Entrevista com Monsenhor Luigi Bettazzi
 
Aprecio a humildade do Papa e também a amargura. A sua carta é um grande gesto. O Vaticano II? Tudo quanto afirma o Papa não é novidade, o Concílio segue a tradição na parte dogmática, mas pastoralmente ele foi uma ruptura.                           
 
Uma voz sempre orgulhosamente livre e fora do coro, por vezes até demais. Falamos de Monsenhor Luigi Bettazzi, Bispo Emérito de Ivrea, certamente não classificável como tradicionalista, até pelo contrário. Com ele comentamos a já célebre carta do Papa Bento XVI com a qual o Pontífice expos as razões da revogação da  excomunhão dos quatro Bispos tradicionalistas.
 
Como Vossa Excelência julga o documento do Papa?:
 “Por enquanto, deixe-me dizer, fiquei agradavelmente surpreso por sua grande humildade. Que depois a pubblicação da revogação da excomunhão haveria opiniões e avaliações diversas, isso me perecia certo e também facilmente previsível. Hãostamente não gostei de muitos tons, por demais apegados à letra. Indubitavelmente  trata-se de uma bela e nobre carta, aflita em seus tons, talvez mandado com um tantinho de atraso com relação ao andamento dos fatos”.
 
No documento, o Papa Bento XVI volta a falar do Concílio Vaticano II, definindo que deve sewr lido e interpretado em continuidade com o Magistério e a Tradição da Igreja:
“ deste ponto de vista certamente ele não afirmou uma novidade. Tanto ele havia dito isso há tempo já, em uma reunião da Cúria por  ocasião dos cumprimentos natalinos. Penso, e esta é uma minha opinião pessoal, que o Vaticano II, na sua parte doutrinária deve ser lido efettivamente  em continuidade com a Tradição da Igreja, mas que representou um  momento de forte ruptura com o passato sob o perfil pastoral. Essa foi a verddaeira novidade”.
 
Vossa Excelência pensa que alguém na Cúria se aproveitou das polemicas?:
“Não tenho elementos precisos, maa a hipótese tem cabimento. Em todo caso, talvez teria sido sábio revogar a excomunhão e querer por parte da Fraternidade São Pio X uma contestação com clara e nítida aceitação do Vaticano II. Esta atitude provavelmente teria evitado as furiosas-- e o repito – as por vezes nada elegantes polêmicas”.
 
Em suma, Vossa Excelência está convencido que nem todos compreenderam na justa medida o alcance do ato papal
Exatamente, quero dizer justamente isso. Tenho certeza que o Papa agiu para o bem e a unidade da Igreja. E que a revogação da excomunhão foi apenas e unicamente um gesto, nobre, de misericórdia e de perdão disciplinar que nada tem que ver com a parte doutrinal, tanto que os tradicionalistas ainda não estão em plena comunhão com Roma. Mas o povo simples e também hábeis manipuladores esqueceram-se destas coisas, desencadeando polêmicas. Penso que toda a questãodeveria ter sido gerenciada muito melhor do ponto de vista mediático, entendo dizer ao nível de comunicação”.
 
Chegou-se a escrever, com muito exagero, de um Papa solitário:
 
“Não considero isso verdadeiro,  e muito menos possível. Indubitavelmente ele é um teólogo e raciocina como teólogo. Por esse motivo penso que a solidão da qual alguns analistas falam seja de outra espécie”.
 
Qual?:
Eu tenho o máximo respeito pelo atual Secretário de Estado, o Cardeal  Bertone que é pessoa digna e refletida. Mas ele não vem da Cúria, não é um diplomático de carreira e pode ser que a sua nomeação tenha de um certo modo insuflado alguns desequilíbrios, talvez alguém o considere estarnho à Cúria. Eis, como Secretário de Estado eu teria nomeado um homem da Cúria que compreende e  entende os mecanismos curiais, como, só para dar um exemplo, o Cardeal Re. Mas não quero reprovar Bertone, que estimo e aprecio como fidalgo e pesoa digna”.
 

    Para citar este texto:
"Bispo Emérito de Ivrea, Dom Bettazzi comenta a Carta de Bento XVI aos Bispos"
MONTFORT Associação Cultural
http://www.montfort.org.br/bra/imprensa/igreja/bettazi-comenta-carta-bispos/
Online, 22/10/2017 às 11:54:08h