Igreja e Religião

Comunicado oficial do distrito da França da FSSPX: Aviso de prevenção contra três sites sedevacantistas
Abbé Régis de CACQUERAY , Superior do Distrito da França

De longa data, conhecemos as técnicas de etiquetar usadas pelo inimigo conciliar para desacreditar o combate da Fraternidade: os epítetos repetitivos de "integrista», de "cismático", de "excomungado" se nos tornaram familiares. Se bem que essa manipulação da opinião tenha sido suficientemente eficaz para fazer tremer alguns ou para desencorajar outros, ela jamais foi suficientemente forte para destruir a Tradição e impedir seu desenvolvimento.
 
Mas, é preciso, hoje, prevenir contra a utilização de novos processos dialéticos não menos perniciosos que os primeiros.
 
Sob capa de fidelidade a Monsenhor Lefebvre,  trata-se de denunciar toda ação da Fraternidade como suspeita de desvio e de infidelidade  a seu Fundador. Não se a qualificará mais de cismática, mas se dirá prestes a trair o combate de seu Fundador, de preparar sua submissão à Roma conciliar e a seu erros.
 
Todo esforço que ela empreender para trabalhar pela conversão intelectual das autoridades conciliares servirá para que ela seja acusada de  acordo com o inimigo, como se Monsenhor Lefebvre não tenha tido, ele antes de todos, a preocupação constante de trabalhar pelo retorno de Roma à Tradição, e não tenha multiplicado esforços incessantes para com as autoridades da Igreja. Embora a FSSPX não tenha jamais cessado de repetir sua recusa bem clara de fazer acordos apenas práticos, como foi confirmado em particular em seu Capítulo Geral de 2006, a Fraternidade é sem cessar denunciada como estando prestes a abandonar o combate por causa das conversações que ela mantém com essas autoridades.
 
Considerando que as profecias dessa adesão da Fraternidade aos erros conciliares - sempre anunciada como iminente por esses sites - não se realizam, seus autores, para dissimular o descrédito em que são lançados por suas adivinhações fracassadas, revelam sua verdadeira identidade pela invenção de conspirações as mais delirantes umas que as outras, e pela infâmia de boatos recolhidos na sarjeta onde os colhem para sujar a obra de Monsenhor Lefebvre, difamar e caluniar do modo mais ultrajante os membros da Fraternidade, e semear dúvidas sobre sua fidelidade.
 
Os sites que se entregam a essas práticas realizam concretamente o desiderato da Revolução conciliar. Eles pouco atacam o modernismo e se mostram seus melhores aliados por seu encarniçamento ao se opor à última resistência na Igreja, sua única raiva sendo não conseguir destruí-la. Por isso, é legítimo perguntar se esses sites não são pura e simplesmente teleguiados pelo inimigo. É particularmente edificante fazer aparecer claramente o real motivo que se acha na origem da virulência desses sites. Porque teimam eles ainda  em denunciar uma submissão da Fraternidade aos erros do Concílio (submissão em que eles mesmo não acreditam, se nela jamais creram) ?
 
Sem dúvida, porque nunca é agradável a profetas constatarem que suas profecias sempre falharam e que seus anúncios, como o das Testemunhas de Jeová para o fim do mundo, se , sem fim, umas após as outras.
 
Mas eles vivem, na realidade, no medo mais profundo de um possível retorno das autoridades conciliares para a tradição. Esse  retorno, eles quereriam muito que fosse impossível ! Porque esse retorno provaria seu erro de julgar ser sem esperança a conversão das autoridades romanas. E  manifestando a que ponto a Fraternidade teve sempre razão, por sempre fazer ouvir sua voz, até em Roma, e de nunca romper com as autoridades da Igreja, isso mostraria para sempre todo o erro de sua raiva por ter dirigido sempre seus golpes contra a Fraternidade, assim como todo o erro de sua recusa de fazer o que quer que fosse R11; até mesmo de rezar- pela conversão das autoridades conciliares.
 
Queremos nos referir principalmente aos seguintes sites:
 
-  virgo-maria,
-  rore-sanctifica,
-  résistance-catholique [Somente Lista de difusão].
 
Mas participam igualmente dessa ação subversiva os que, como “compagnons de route” e aliados objetivos, fazem propaganda desses sites, os alimentam com suspeitas odiosas ou os que, como idiotas úteis e caixas de ressonância, extraem deles as mentiras que, por sua vez, espalham.
 
Não podemos excluir a possibilidade de uma cumplicidade desses sites com a Revolução conciliar. A história da resistência católica desde o Concílio fervilha, com efeito, desses sede vacantistas que se viu saltarem bruscamente por cima da Fraternidade para se unirem à Roma Conciliar, ou não hesitarem em dirigir-se a seus tribunais canônicos, quando suas necessidades pessoais o reclamavam.
 
Para quem trabalham na realidade essas pessoas ou esses grupos ? As reviravoltas súbitas e misteriosas, as contradições flagrantes que se surpreendem entre eles só podem suscitar desconfiança.
 
Que quer que seja dessa cumplicidade, constatamos que toda a sua ação foi e permanece sempre aplicada somente à destruição da obra de Monsenhor Lefebvre e afirmamos, pois, sem saber se essa cumplicidade com a Revolução conciliar é consciente, que seus fautores são pelo menos aliados objetivos dela.
 
Essa aliança entre tendências aparentemente opostas não deve surpreender ninguém: os especialistas em técnicas revolucionárias fabricam com cuidado cada uma das presas das tenazes com que esperam mais facilmente agarrar suas presas. Sua maior habilidade é a de se servir, sem que se perceba, de homens ou grupos que concorram para seu fim
 
Condenamos e reprovamos, pois, publica e solenemente esses sites Internet perniciosos, os que os redigem, seus “compagnons de route” e suas caixas de ressonância. Recomendamos especialmente aos fiéis de se afastarem deles, de não consultar suas mensagens, mesmo sob pretexto de informação, e não propagarem essas mensagens.
 
Tanto quanto tenham ocasião, convidamos os fiéis a manifestar a esses sites uma firme desaprovação com relação aos processos indignos que empregam, e a espalhar o mais maciçamente possível, principalmente na Internet, este presente aviso de prevenção.
 
Abbé Régis de CACQUERAY , Superior do Distrito da França

    Para citar este texto:
"Comunicado oficial do distrito da França da FSSPX: Aviso de prevenção contra três sites sedevacantistas"
MONTFORT Associação Cultural
http://www.montfort.org.br/bra/imprensa/igreja/20080615a/
Online, 25/05/2017 às 07:33:19h