Igreja e Religião

Cardeal Danneels critica a reforma litúrgica pós Concílio Vaticano II

     Um dos autores do documento do Vaticano II sobre liturgia, “Sacrosanctum Concilium”, disse que as mudanças na liturgia poderiam tornar a Missa em um evento social, com a banalização da língua e a eliminação do sagrado.
     Falando no anual Canisius Lecture, no Boston College, em 17 de abril de 2007, o Cardeal Godfried Danneels, arcebispo de Malines-     Bruxelas, disse que a nova liturgia era uma “sucessão de palavras impossível de ser parada” com pouco tempo para reflexão. Disse que os fiéis precisam de tempo e espaço para deixar o caos do mundo para trás. E para isso, eles também precisam de silêncio.
     “Deve ser muito difícil imaginar, para aqueles que não experimentaram por si mesmos, o quanto a prática litúrgica mudou na última metade do século”, disse.
     Ele disse que o objetivo do Movimento Litúrgico, que se originou na Bélgica, era iniciar a ativa participação dos leigos. Mas poderia existir um “lado sombrio”, com as mudanças levando a uma “tomada de posse da liturgia”.
     Em alguns casos, isso poderia levar a uma situação onde “o sagrado é eliminado, a língua banalizada e o culto transformado em um evento social ou numa peça de teatro”, disse. Nestas situações, o sujeito real da liturgia não era mais Cristo.
     Mesmo com o uso do vernáculo, disse o Cardeal, problemas ainda existiam. Ele disse que palavras como ‘Páscoa’, ‘ressurreição’ e a ‘Eucaristia’ não poderiam ser substituídas. Como algumas palavras na liturgia, elas deveriam ser aprendidas.
     O Cardeal disse que, desde que a liturgia cristã não pode ser conhecida apenas por experiência humana, ela exigiria catequese. No coração da liturgia estaria o mistério que deve ser aceito com abertura e fé. Isto é o mistério de Deus, através da Igreja Católica, oferecido ao povo, acrescentou.
     “Eu vejo, mesmo no mundo secularizado em que vivemos, que a atenção pela liturgia e pelos símbolos está crescendo, crescendo e crescendo”, ele disse. “Muitas pessoas estão procurando por algo mais profundo”.
 

    Para citar este texto:
"Cardeal Danneels critica a reforma litúrgica pós Concílio Vaticano II"
MONTFORT Associação Cultural
http://www.montfort.org.br/bra/imprensa/igreja/20070427/
Online, 23/03/2017 às 15:12:29h