Igreja e Religião

Ecumenismo de mão única: Mufti turco diz que não repetiria o gesto de Bento XVI
Ankara, Dec. 6, 2006 (CWNews.com) Um alto funcionário islâmico da Turquia admitiu que ele não estaria preparado para fazer o tipo de gesto que o Papa Bento XVI fez na semana passada, quando o Santo Padre rezou silenciosamente na Mesquita Azul.

Em resposta as questões dos jornalistas sobre a gesto recíproco, Ali Bardakoglu, o ministro da religião do governo, disse: "Não é correto esperar que outros rezarão como o Papa fez."

O mufti  turco disse que a base para o diálogo interreligioso deveria ser o fato que: "nós respeitamos as crenças, valores, e características dos outros". Ele se negou  a dizer que estaria disposto a visitar uma Igreja Cristã. Ele disse: "Não é correto para um mufti ter que  usar uma cruz e rezar diante da Virgem Maria, ou padres rezarem em mesquitas."

Bardakoglu se encontrou com o Papa Bento em 28 de Novembro, durante o primeiro dia da visita do Pontífice a Turquia. Naquele encontro o oficial Turco disse que o Islã condena a violência, e - numa mal velada crítica ao discurso do Papa em Regensburg - disse que o medo da violência islãmica é alimentado pela "islamofobia" baseada num inadequado entendimento da fé.

    Para citar este texto:
"Ecumenismo de mão única: Mufti turco diz que não repetiria o gesto de Bento XVI"
MONTFORT Associação Cultural
http://www.montfort.org.br/bra/imprensa/igreja/20061206a/
Online, 29/03/2017 às 23:41:24h