Igreja e Religião

Revista "La Civiltà Cattolica" adverte severamente Romano Prodi
Sandro Magister

26 agosto de 2006 - 19:33 horas
 
O duplo número do mês de agosto da "Civiltà Cattolica", revista dos jesuítas de Roma, publicada linha a linha sob o controle das autoridades do Vaticano, abre com um editorial anônimo intitulado “Tolerância e intolerância”.
 
A intolerância abordada é a laicista. Mas, o editorial acaba tratando de situação interna da Igreja e reprova duramente aquele “catolicismo que se auto-define como adulto”, mas que, na realidade, se dobra ao laicismo dominante e “praticamente elimina” a moral cristã.
 
Eis as linhas da advertência:
 
“Laicismo e intolerância não são males que afligem a Igreja só do lado de fora. Há, por assim dizer, um ‘laicismo’ que é a propagação da osmose existente entre uma certa parte do mundo católico e o laicismo da cultura dominante. Este laicismo interno que tem suas manifestações de intolerância e é, por natureza, mais insidioso que aquele que ataca a Igreja do lado externo, age principalmente com a exacerbada desmistificação dos textos fundamentais da fé cristã, com a dissolução prática da moral cristã, em nome de um catolicismo que se auto define como adulto e com um conceito de caráter ‘iluminista’ da fé”.
 
A crítica atinge diretamente a Romano Prodi que em março de 2005, contrastando com o apelo do cardeal Camillo Ruini sobre a extensão do referendo sobre os embriões, pronunciou uma frase que se tornou célebre: “Eu sou um católico adulto e vou votar”.
 
(tradução de nossa autoria do original italiano)

    Para citar este texto:
"Revista "La Civiltà Cattolica" adverte severamente Romano Prodi"
MONTFORT Associação Cultural
http://www.montfort.org.br/bra/imprensa/igreja/20060826/
Online, 29/06/2017 às 00:56:32h