Igreja e Religião

Papa é favorável ao aumento da taxa de natalidade


Cidade do Vaticano (31/08/05) - O Papa Bento XVI, durante a audiência geral semanal desta quarta-feira, incentivou a procriação em nome do bem-estar da sociedade e advertiu para o perigo de uma queda da natalidade.

Quase 15 mil peregrinos assistiram à audiência, que aconteceu no Vaticano, para onde pontífice viajou de helicóptero de sua residência de verão em Castelgandonfo, 30 km a sudeste de Roma.

"Ter filhos é um dom que traz a vida e o bem-estar à sociedade", afirmou. "A queda da demografia priva algumas nações do frescor, da energia, do futuro encarnado pelas crianças", acrescentou.

A Igreja Católica condena todas as formas de anticoncepção mecânica ou química, desde o preservativo até a pílula.

Aceita apenas a "paternidade responsável" como uma forma de regular os nascimentos, praticada com a abstenção das relações conjugais nos períodos férteis da mulher, como confirmou o Papa Paulo VI na encíclica "Humanae vitae" (a vida humana), publicada em 25 de julho de 1968.

Bento XVI também insistiu na necessidade de "segurança, estabilidade e força de uma família numerosa".

 
(negritos nossos)

    Para citar este texto:
"Papa é favorável ao aumento da taxa de natalidade"
MONTFORT Associação Cultural
http://www.montfort.org.br/bra/imprensa/igreja/20050831_1/
Online, 22/09/2017 às 17:50:05h