Cotidiano

Caso do chinês morto na USP: comemoração gera morte
Trote homicida?
A imprensa tem noticiado, cada vez com maior alarde, a morte de um estudante na Faculdade de Medicina da USP, por ocasião do famigerado trote. O funesto acontecimento foi tanto mais lamentável pelo fato de que parece ter sido causado, pelo menos por falta de socorro. Promotoria e polícia suspeitam que houve crime.
Como é possível que estudantes universitários pratiquem trotes tão violentos que resultem em ferimentos e, no caso, na morte de um colega? Não indica esse fato a completa falência de formação recebida nas escolas secundárias? Não é esse trágico acontecimento uma nova comprovação da violência que domina nossa sociedade?
E os estudantes de Medicina estão certamente entre os mais preparados do país. Preparados?


    Para citar este texto:
"Caso do chinês morto na USP: comemoração gera morte"
MONTFORT Associação Cultural
http://www.montfort.org.br/bra/imprensa/cotidiano/cotidiano19990420/
Online, 23/11/2017 às 11:13:18h