Brasil

MST 2: falta de pulso das autoridades
MST -- Movimento dos Sem Terra: há tempos essa sigla adquiriu notariedade pela organização de invasões de propriedades rurais.
Ora, invadir propriedades alheias é crime previsto no Códgo Penal. Mais grave ainda é organizá-las e, para isso,usar de meios violentos, mediante emprego de armas. Pois é o que têm feito o MST, sem que as autoridades tomem qualquer providência para coibí-lo. Pelo contrário, têm-lhe fornecido verbas, enquanto a mídia lhe oferece cobertura e publicidade cheia de simpatia. Agora se noticia o surgimento de outro MST : o Movimento dos sem Teto. Nos últimos dias, esse segundo MST -- quantos outros ainda surgirão ? -- invadiu uma propriedade em Betim, na periferia de Belo Horizonte. À nova "propriedade do Povo", o MST 2 deu o significativo nome de Bandeira Vermelha. Por que tal nome?
Num entrevero com a polícia, que tentava desocupar a área, o MST 2 obteve a "glória" de ter dois mortos. De posse do tão desejado cadáver, o MST 2 levou-o em cortejo fúnebre triunfal até um edifício da prefeitura local . Durante o trajeto funebremente glorioso, os membros do MST iam cantando o hino da Internacional Socialista. Por que? E depois dizem que o marxismo morreu... Pelo jeito ele continua vivo em certas sacristias, assim como muitas redações e cátedras. Locutores de uma rádio bandeirante, noticiando essas repetidas invasões dos Sem Teto, sem Terras, Sem... afirmavam que isto está se tornando já uma verdadeira guerrilha. E protestavam contra a falsa de pulso das autoridades do país. Mas não perguntavam por que tanta falta de pulso. O Presidente Fernando Henrique pediu que se esquecesse tudo o que ele escreveu. Será que, de fato, ele esqueceu a ideologia que sempre professou -- o socialismo marxista -- o qual tanta simpatia teve sempre pela Bandeira Vermelha e pela Internacional Socialista ?

    Para citar este texto:
"MST 2: falta de pulso das autoridades"
MONTFORT Associação Cultural
http://www.montfort.org.br/bra/imprensa/brasil/brasil19990506_1/
Online, 30/03/2017 às 09:43:49h