Brasil

Ferrnando Henrique dá salvo conduto para a pilhagem das fazendas
Em seu editorial de 3 de maio de 1999, o jornal O Estado de São Paulo comenta com propriedade a ação criminosa do MST, organizando a invasão de fazendas por todo o Brasil. Como é bem sabido, invadir propriedades alheias é crime previsto no Código Penal. Organizar essas invasões é crime ainda mais grave.
Há tempos esses atos criminosos do MST se vêm sucedendo sem reação séria das autoridades do país. Pelo contrário, sob ameaças e sob a pressão exercida pelo MST ocupando espaços públicos, o governo tem capitulado e até fornecido verbas aos invasores. Noutras palavras, o governo se faz extorquir para sustentar o movimento marxista revolucionário.
O jornal Estado de São Paulo anuncia então que o novo lema do MST é "ocupar para provocar; provocar para dominar".
Ora, diante dese quadro de violência o que declarou o Presidente Fernando Henrique Cardoso? Simplesmente que  seu "papel nao é de policial", para ter que cuidar do MST. E conclui O Estado de São Paulo: "quando o Presidente da República diz o que disse, é mais que pretexto para que os governadores estaduais façam nada. É um salvo - conduto para a pilhagem de fazendas"

    Para citar este texto:
"Ferrnando Henrique dá salvo conduto para a pilhagem das fazendas"
MONTFORT Associação Cultural
http://www.montfort.org.br/bra/imprensa/brasil/brasil19990503_1/
Online, 23/08/2017 às 14:50:55h