Citações

Carta aos católicos do mundo inteiro
Personalidades de todo o mundo ligadas à Missa Tradicional
 Qual o pai que seu filho pede pão e ele lhe dá uma pedra? (Mt 7,9)

           Recentemente fomos convidados por amigos franceses a assinar uma carta dirigida aos católicos a respeito do Motu Proprio Traditionis Custodes.

         A direção da Montfort considerou oportuno nos tornarmos um dos signatários deste documento porque julgamos ser nosso dever nos manifestarmos publicamente contra as determinações do referido Motu Proprio, sem deixar de mais uma vez, reconhecer o Papa Francisco como o soberano da Igreja e o Vigário de Cristo.

            No texto agradou-nos, sobretudo, a manifestação de demonstrar disposição para trabalhar pela manutenção da Missa Tradicional que é um meio privilegiado de transmissão da Fé.

            Nos colocando sobre a proteção de Nossa Senhora e pedindo a intercessão de São Luís Maria Grignion de Montfort, esperemos que essa carta possa atingir o seu objetivo que é de mostrar aos católicos a grave injustiça que sofremos.

            Apresentamos aos nossos leitores a tradução da carta que pode ser vista em seu original no site: stoptraditioniscustodes.org

 

Queridos irmãos e irmãs em Cristo,

É com uma grande tristeza que tomamos conhecimento da decisão do Papa Francisco de revogar as principais disposições do Motu Proprio Summorum Pontificum promulgado pelo Papa Bento XVI em 7 de julho de 2007. Após décadas de divisões e disputas, este Motu Proprio foi, para todos os fiéis católicos, uma obra de paz e reconciliação.

Roma viola a palavra proferida pelo Papa Bento XVI, com brutalidade e intransigência, longe da tão alardeada acolhida fraterna.

A vontade declarada do Papa Francisco, no Motu Proprio Traditionis Custodes de 16 de julho de 2021, é que desapareça a celebração da Missa da Tradição da Igreja. Essa decisão nos deixa consternados. Como entender esta ruptura com o Missal tradicional, uma realização “venerável e antiga” da “lei da fé”, que fecundou tantos povos, tantos missionários e tantos santos? Que mal fazem os fiéis que simplesmente desejam rezar como fizeram seus pais durante séculos? Podemos ignorar que a Missa Tridentina converte muitas almas, que atrai grupos jovens e fervorosos, que suscita muitas vocações, que deu origem a seminários, comunidades religiosas, mosteiros, que é a espinha dorsal de muitas escolas, movimentos de jovens, catecismos, retiros espirituais e peregrinações?

Muitos de vocês, irmãos católicos, padres, bispos, compartilharam conosco sua incompreensão e sua profunda dor: obrigado por seus muitos testemunhos de apoio.

Promover a paz da Igreja para construir a unidade na caridade, mas também levar os católicos a se reconectarem com seu próprio patrimônio, fazendo com que o maior número de pessoas possível descubra as riquezas da tradição litúrgica, o tesouro da Igreja, tais foram os fins perseguidos pelo Summorum Pontificum. O Papa Emérito Bento XVI vê sua obra de reconciliação destruída durante sua vida.

Em uma época impregnada de materialismo e dilacerada por divisões sociais e culturais, a paz litúrgica nos parece uma necessidade absoluta para a fé e a vida espiritual dos católicos em um mundo que está morrendo de sede. A restrição drástica da autorização para celebrar a missa em sua forma tradicional fará ressurgir a desconfiança, a dúvida e anunciará o retorno de uma disputa litúrgica dolorosa para o povo cristão.

Afirmamo-lo solenemente, diante de Deus e dos homens: não permitiremos que ninguém prive os fiéis deste tesouro que é antes de tudo o da Igreja. Não ficaremos inativos face à asfixia espiritual das vocações preparada pelo Motu Proprio Traditionis Custodes. Não privaremos os nossos filhos deste meio privilegiado de transmissão da Fé que é a fidelidade à liturgia tradicional.

Como filhos a seu pai, pedimos ao Papa Francisco que reveja sua decisão, revogando o Traditionis Custodes e restaurando a plena liberdade de celebrar a Missa Tridentina, para a glória de Deus e o bem dos fiéis. Pão em vez de pedras.

 

 8 de setembro de 2021, festa da Natividade da Santíssima Virgem Maria


    Para citar este texto:
"Carta aos católicos do mundo inteiro"
MONTFORT Associação Cultural
http://www.montfort.org.br/bra/documentos/citacoes/cartaparatradcust/
Online, 25/10/2021 às 11:38:24h