Neocatecumenato

Perplexidades? Sua excelência Mons. Bommarito e o "Movimento Catecumenal"
PERGUNTA
Nome:
Dr.
Enviada em:
14/11/2004
Local:
Olinda - PE,
Idade:
27 anos
Escolaridade:
Pós-graduação concluída


CAro Professor,
Mais uma do Movimento Catecumenal. Do Jornal Sim sim Não Não de Janeiro de 2004.
 

 
PERPLEXIDADES?
SUA EXCELENCIA MONS. BOMMARITO E O "MOVIMENTO CATECUMENAL"

Durante o Advento passado, numa carta Aos irmãos e irmãs das comunidades neocatecumenais, o arcebispo de Catania, Luigi Bommarito. expôs suas "perple-xidades" relativas a esse movimento que fomenta, segundo ele. < /B>"varias dissonâncias e impaciências no seio do povo de Deus ". "Considero oportuno fazer uma lista de alguns aspectos de osso "caminho" que me parecem carentes das clarezas necessárias, pertinentes e urgentes ".
Eis aqui, em rápida síntese, o catálogo dos aspectos "obscuros" do "caminho" neocatecumenal destacados pelo bispo de Catania, cujas perplexidades datam "de sempre", diz, "ou seja. desde que em Montreal, como sacerdote, freqüentava a catequese desse "caminho".
1) "Adverte-se que em muitas comunidades neocatecumenais e reconhecido, ou "concedido", ao presbítero comum nada menos que a dimensão "cultural e funcional" da ordem sagrada [...]. De fato, É O CATEQUISTA QUEM SE APROPRIA INDEVIDAMENTE DO PODER DE JURISDIÇÃO DO SACERDÓCIO MINISTERIAL".
2) "AO LONGO DA CATEQUESE DO "CAMINHO" DEIXA-SE CLARO QUE O HOMEM, INCLUSIVE O BATIZADO, E INCAPAZ DE ABRIR-SE  À GRAÇA REDENTORA DE CRISTO SEM A CONTRIBUIÇÃO DA COMUNIDADE NEOCATECUMENAL".
3) "Continua sendo celebrada de maneira reservada e privada, por parte das comunidades neocatecumenais, a eucaristia do sábado à tarde, véspera da Páscoa do Senhor [...].
4) "O povo de Deus e dividido como que em dois blocos formados de postos e categorias diferentes.

Um de primeira classe e o outro de segunda, como se fossem exércitos separados e inimigos, formados em

ordem de batalha. Erram aqueles que pensam que as comunidades neocatecumenais constituem uma igreja paralela? "
As comunidades neocatecumenais, "assim como outros movimentos catecumenais ", instrumentalizam "o bem comum para abonar seu próprio carisma, absolutizando suas eleições e impondo seu método como se fosse insuperável, único; para alguns, nada menos do que o único salvífico ".
5) "Em conseqüência, não e raro constatar que, nas paróquias onde as comunidades neocatecumenais estão presentes de maneira consistente, nem sequer é fácil a convivência, e menos ainda a colaboração, com as outras realidades eclesiais que operam no lugar Dai a urgência de "redimensionar a convicção segundo a qual presumem que o seu método e o mais perfeito, ate o ponto de gozar de primazia sobre todos os outros, como se levasse o imprimatur do Espírito ".