Montfort Associação Cultural

3 de outubro de 2005

Download PDF

Voto católico

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: João Pedro
  • Idade: 32
  • Localizaçao: Niterói – RJ – Brasil
  • Religião: Católica

Caro Prof. Fedeli,

No ano que vem teremos eleições. O cenário político de nosso país se faz assaz complicado e conturbado.
Sempre fui “conscientizado” (muito entre aspas e com reticências eternas) a votar nos vermelhos, pois precisávamos derrubar as elites que dominam o país, alienando o povo e mantendo-lhe no ostracismo da pobreza, sem voz nem vez.
Pois bem, o que eu e meus amigos militantes do PT tínhamos como elites alienantes e escravizadoras do povo eram todos e quaisquer candidatos comprometidos com idéias “conservadoras” e membros dos partidos tradicionais: PTB, PMDB, PSDB, PFL (esse era considerado um demônio!). Os santos salvadores da pátria e dos pobres eram o PT, PCB e PC do B, PV, e posteriormente o PSTU. Vimos que os santos não são tão santos assim. Além disso, suas idéias e conduta são anti-católicas e anti-cristãs: pró-aborto, pró-eugenia.

Agora lhe pergunto, como estou percebendo que não era tão “conscientizado assim”, e agora ando meio perdido, e que devemos acreditar? Que partido teria propostas menos danosas ao cristianismo e ao povo em geral? Fica difícil votar no meio dessa lama. Será que teremos de tomar a atitude das Testemunhas de Jeová, que são proibidas de se meterem na política, de votar e servir às forças armadas? Creio que não poderemos chegar a este extremo! Contudo, por enquanto, continuo sem perspectivas e tenho vontade de anular meu voto, pois não acredito mais nos políticos e nos partidos.
Não sei que partido teria projetos e tendências que não afetassem a liberdade para a fé e a paz do povo.
Se o sr. pudesse me dar uma luz sobre esse assunto, agradeceria.

João Pedro.

Muito prezado João Pedro,
salve Maria!
 
    A crise do mundo atual é moral e religiosa. Não há remédio político para um mal moral e religioso. Se  uma pessoa tem câncer no fígado, não adianta passar pomada contra reumatismo no joelho. Isso é inútil. O que você constatou com sua prória experiência — e o que o Brasil está vivendo e vendo — a Democracia liberal é alimentada pelo dinheiro. Quem tem dinheiro aluga um Duda ou  um globo e ganha a eleição pois um duda e um globo fazem, de ladrões, santos impolutos, de bandidos, heróis. E para governar basta ser um lula com grossas verbas para eleger rabelos comunistas dizendo-se democratas.
    ”Nóis gostamos de nóis”, acaba de sentenciar nosso licurgo metalúrgico.
    “Nóis” agora são Lula e Chavez. Antes eram Stalin, Mao e Fidel, com Chê a tiracolo. Todos puros. Todos santos. Todos contrários á corrupção.
    Uma das maiores ilusões da História é o liberalismo, pai e preparador da tirania comunista, mesmo que ela tenha a bênção dos Bispos da CNBB.
    De modo que não há partido a recomendar. Na padaria da corrupção toda farinha esta bichada.
    Todo pão sai envenenado.
    A crise brasileira vai parelha com a crise do mundo inteiro. Somente a solução da crise na Igreja é que mudaria o mundo.
A solução terá que vir de um Papa que condene o que se chama de “civilização moderna”, que é barbárie, violência e hipocrisia.
    Nas próximas eleições, então, vote em quem for menos podre. Pelo menos sofreremos menos. E se não houver o menos podre, anule seu voto.
    O tema que você me propõe é vasto demais e haveria muita coisa a dizer. Reconheço então que esta minha resposta deixa muita coisa a esclarecer. Precisaria escrever um tratado, o que me é impossível no momento. Mas, me é bem possível dar-lhe mais esclarecimentos em uma conferência que darei no Rio, logo mais. Convido-o para essa palestra. Conversaremos bastante, porque sei que você tem muitas questões a me propor. E eu tenho grande vontade de lhe dizer muito mais.
 
In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: Racismo e Ku Klux Klan - Orlando Fedeli

Artigos Montfort: O governo Lula e o combate a castidade

Cartas: O nascido Ministro Temporão quer limitar o direito de nascer - Lucia Zucchi

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais