Montfort Associação Cultural

24 de novembro de 2004

Download PDF

Tradicionalismo

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Antônio
  • Localizaçao: – Brasil
  • Religião: Católica

Prezado Sr. Orlando Fedeli,

ao ler sobre a I Jornada de Estudos Montfort em seu site me deparei com uma palestra proferida pelo senhor sobre tradicionalismo.
Gostaria de alguns esclarecimentos a respeito da súmula apresentada para a referida palestra.
Como o “tradicionalismo” constitui uma heresia e em qual documento do século passada o mesmo foi condenado?
Seria possível eu ter acesso a alguma síntese daquela palestra?
Desde já agradeço a atenção dispensada e peço a Deus, através da Virgem Santíssima, o bom êxito da sua obra na Internet.
Antônio

Prezado João, salve Maria.

Perdoe-me, antes de tudo, a demora em responder-lhe. É que estive viajando e andei muito ocupado.

O chamado tradicionalismo filosófico tem raiz nos escritos de Joseph de Maistre, Lamennais, Donoso Cortes, De Bonald e outros. Todos esses autores apresentam graves erros contra a Fé e a revelação. O Concílio Vaticano I condenou os erros dos tradicionalistas enquanto negavam capacidade à razão humana. Joseph de Maistre foi seguidor das teses de Jacob Boehme, além de maçon martinista.
Muitos católicos o julgam um autor ortodoxo porque ele escreveu o Du Pape, defendendo a infalibilidade papal. Entretanto, ele defende que o Papa é infalível porque é soberano. Para ele, todo soberano é infalível quando pronuncia sentenças irrecorríveis.

Ora, o Papa não é infalível porque é um soberano, e sim pelo poder dado por Cristo a São Pedro e seus sucessores.
Além disso, De Maistre tem inúmeros outros erros: por exemplo, é ecumenista. Sobre esses erros de Joseph de Miastre recomendo-lhe o livro Joseph de Miastre Mystique de Dermenghem.
Lamennais foi condenado por Gregório XVI na encíclica Mirari vos.

Donoso Cortés tem também inúmeros e graves erros com relação a Deus.
A respeito, recomendo-lhe os artigos que estão em nosso site: “Mestre de Fábulas” e “Considerações acerca das Considérations sur la France de Joseph de Maistre“.

Evidentemente, a condenação desse tradicionalismo gnóstico procedente de Boehme e da Cabala nada tem a ver com a doutrina que defende a tradição apostólica, que é santa e de fé.
Colocando-me à sua disposição para ulteriores esclarecimentos, despeço-me atenciosamente

in Corde Jesu , semper,
Orlando Fedeli.

TAGS

Publicações relacionadas

Cadernos de Estudo: Maurice Zundel : Um herege escandaloso e descarado - Orlando Fedeli

É possível uma Teoria da Evolução compatível com a Doutrina Católica? - Fábio Vanini

Artigos Montfort: Beto-Juca-Pato - Orlando Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais