Montfort Associação Cultural

18 de abril de 2012

Download PDF

Tornielli: “Lefebvristas, a resposta positiva chegou”

Tornielli, um importante vaticanista, dá a notícia antes da publicação oficial.

Artigo de Andrea Tornielli

Publicado em Vatican Insider

Tradução Montfort 

O superior da FSSPX assinou o preambulo doutrinal proposto pela Santa Sé, ainda que com leves alterações.

 

Resposta longamente esperada e desejada pelo Papa estaria para ser publicada

 

A resposta da FSSPX chegou ao Vaticano e é positiva: segundo as “indiscrições” recolhidas por Vatican Insider o superior dos lefebvristas, o bispo Bernard Fellay, teria assinado o preâmbulo doutrinal que a Santa Sé havia proposto em setembro de 2011, como condição para chegar à plena comunhão e ao enquadramento canônico.

Uma confirmação oficial da resposta enviada deveria chegar nas próximas horas. Do que se apreende, o texto do preâmbulo enviado por Fellay propõe algumas modificações não substanciais a respeito da versão entregue pelas autoridades vaticanas: como se lembrara, a mesma Comissão Ecclesia Dei não queria tornar publico o documento (duas paginas bastante densas), exatamente porque havia a possibilidade de introduzir eventuais pequenas modificações que, porém, não desviariam de seu sentido.

De fato, o preâmbulo contém a «professio fidei», a profissão de fé requisitada de quem assume um oficio eclesiástico. E, assim, estabelece que se da um “religioso obséquio da vontade e do intelecto” aos ensinamentos que o Papa e o colégio dos bispos «propõem quando exercitam o seu magistério autentico”, ainda que não sejam proclamados e definidos de modo dogmático, como no caso da maior parte dos documentos do magistério. A Santa Sé tem varias vezes repetido aos seus interlocutores da FSSPX que assinar o preâmbulo doutrinal não significaria por fim «a legítima discussão, o estudo e a explicação teológica de certas expressões ou formulações presentes nos documentos do Concilio Vaticano III».

Agora o texto do preâmbulo com as modificações propostas por Fellay e por ele assinado enquanto superior da FSSPX, será submetido a Bento XVI, que no dia seguinte ao seu 85° aniversario e na vigília do 7° aniversario de sua eleição, recebe uma resposta positiva dos lefebvristas. Resposta por ele longamente esperada e desejada, que nas próximas semanas colocará fim à ferida aberta em 1988 com as ordenações episcopais ilegítimas celebradas pelo arcebispo Marcel Lefebvre.

Não se exclui que a resposta de Fellay venha a ser examinada pelos cardeais da Congregação pela Doutrina da Fé, nas próximas reuniões da «Feria quarta», que deveriam ocorrer da primeira metade de maio. Enquanto algumas semanas a mais serão necessárias para que se chegue à regularização canônica: a proposta mais provável é aquela de instituir uma «prelazia pessoal», figura jurídica introduzida no Código de Direito Canônico de 1983 e até agora utilizada somente pelo Opus Dei. O prelado depende diretamente da Santa Sé. A Fraternidade São Pio X continuará a celebrar a Missa segundo o Missal antigo, e a formar os seus padres nos seus próprios seminários.

 

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais