Montfort Associação Cultural

10 de maio de 2006

Download PDF

Texto divulgado pela Editora Paulus, nega explicitamente a divindade de Cristo

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Antônio Mário Araújo Da Ponte
  • Idade: 50
  • Localizaçao: Fortaleza – CE – Brasil
  • Escolaridade: Superior concluído
  • Profissão: Advogado
  • Religião: Católica

Caro Prof. Orlando,

Sempre me vejo compelido a estar conectado a voces por um elo de conversação confiável em que é confortante saber que obteremos uma resposta honesta, sincera e inspirada na verdade do céu. 
Em resumo, o questionamento em epígrafe teve a ver com uma pergunta que fiz à Editora PAULUS, pelo fato de terem publicado na “Bíblia de Jerusalém”, parte final, um quadro cronológico no qual fazem uma associação entre o “mundo” e o “tempo bíblico”.
Aconteceu, todavia, que associaram à pessoa de Adão(tempo bíblico) a figura do “Homo Habilis”(mundo), como se um tivesse conexão um com o outro. Então, arroguei-me a perguntar(não sei se melindrei a Editora) se a Editora(dita cristã) estaria anuindo ao fato de Adão ter sido considerado proveniente do processo evolutivo em voga nos dias de hoje, ou seja, oriundo do “macaco”, pois, nesse caso, perguntei: “Se o homem foi feito à imagem e semelhança de Deus”?, isso, então, é, no mínimo, contraditório. 
A resposta levou alguns dias, para, num dizer limpo e seco, recomendasse que procurasse entrar no site da “École Biblique et dArchéologie Française(de Jerusalém) e formulasse a minha pergunta. 
Inconformado com a resposta evasiva, respondi-lhes dizendo que achava que deveria haver responsabilidade da Editora, no Brasil, sobre o que publica, pois, o leitor(e cristão), nem sempre bem informado ou preparado para distinguir sutilezas, haveria de absorver sutilmente ensinamento equivocado, mas, a resposta da Editora PAULUS foi a de que “…Como responsável pelas publicações da Paulus na área bíbllica garanto-lhe que não preciso estar sempre de acordo com o que um autor afirma para publicar seus textos. Qual editor faz isto?”(SIC). Ainda juntou nessa resposta um texto com o título “A igreja católica é a favor da evolução?”, cuja umas das passagens, diz assim:
“Além disso, prova-se que Cristo não era realmente Deus, mas um mero mortal que, tolamente interpretou literalmente a história de Adão e Eva(Mt 19.4-5), e não pode, portanto, ser nosso Salvador.”(SIC). 
Indignado, respondi-lhe dizendo que a Paulus assegurava tais publicações certamente por interesses comerciais, além do que surpreendeu-me que o Editor, um padre(José Bortolini), atropelasse a sua formação de Pastor e se dispussesse a utilizar um texto herético, blasfemo e degradante para justificar o evolucionismo. Recomendei-lhe que visitasse o site da Montfort para conhecer o que é um trabalho esmerado em prol da fé católica, além do que colei dois temas(da Montfort) sobre evolucionismo. 
Ainda ousei perguntar ao Pe. Bortolini se ele, enquanto padre, celebrava a santa eucaristia e, se positivo, consagrava e comungava o “Corpo e Sangue de Jesus” da sua ordenação sacerdotal ou do Jesus medíocre do textozinho miserável que ele havia juntado. 
Desculpe se me prolonguei quando falei, no inicio, que “resumiria” o assunto. 
Mas, Prof. Orlando, há mesmo tal responsabilidade da Editora? 
Um abraço e feliz ano novo para o senhor, sua família, os da Montfort e suas famílias, sob as benções de Deus e Nossa Senhora.

Muito prezado  Dr. Antônio Mário,
Salve Maria.
    Só hoje sua carta chegou à minha tela. Bastante atrasada. Só agora, pois, posso agradecer-lhe seus votos de bom ano novo… que já vai amadurecendo nessa República mensaleira lulesca onde temos a infelicidade de viver neste momento.
    Também eu lhe desejo os mesmos votos de um ano cheio de graças de Deus, o qual, sendo eterno, já sabia de meu desejo atual e deve ter-lhe dado as graças que lhe desejo agora.
    O que o senhor me conta da Editora Paulus e do documento que o tal padre agregou numa resposta ao senhor é inacreditável. Então a Paulus — que pretende ser uma editora católica — lhe manda um texto no qual se lê: 

Além disso, prova-se que Cristo não era realmente Deus, mas um mero mortal que, tolamente interpretou literalmente a história de Adão e Eva(Mt 19.4-5), e não pode, portanto, ser nosso Salvador. (sic!).

 
   Quem argumenta com essas palavras, ou simplesmente citando essas palavras, como argumento, já não é mais católico, pois nega explicitamente a divindade de Cristo. 
   Creio que o senhor faria muito bem escrevendo ao cardeal Castrillón Hoyos na Sagrada Congregação do Clero, ou ao cardeal Levada na Congregação para a Doutrina da Fé, denunciando essa heresia explícita com que argumentou o tal Padre Bortolini. Não deixe de fazê-lo.
   Um forte abraço sempre amigo
In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: Concílio Vaticano II - Orlando Fedeli

Cartas: Inquisição protestante - Orlando Fedeli

Cartas: Virgem Maria, Mãe de Deus

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais