Montfort Associação Cultural

4 de fevereiro de 2010

Download PDF

Testemunho e apoio

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Luiz Fernando C. Machado
  • Localizaçao: Goiânia – GO – Brasil
  • Escolaridade: Superior em andamento
  • Religião: Católica

Olá Prof. Orlando,
 
Conheci o site montfort através do Guliver, meu Prof. de Crisma, na igreja São Paulo Apóstolo em Goiânia/GO, através dele pude esclarecer muitas dúvidas, e muitas inquietações tolas e ridiculas, e observei que não eram inquietações minhas, e sim, de um pensamento de outras ideologias.
Fui um jovem rebelde (12-22), e a religião católica presente em minha família, não me atingia ( para uma possível conversão). Não havia diálogo, nem respeito, até que meu irmão, Lúcio, interessou-se por filosofia, disciplina do seu curso de graduação em Ed. Física, ele se envolveu tanto, que as coisas começaram a chegar até ele, e apareceu a Associação Cultural Nova Acrópole, onde ele começou o curso, e depois de uns meses me convidou, através de assuntos que sempre me intrigavam e claro, dos autores, Platão, Sócrates; Ética e moral Aristotélica e por aí vai. Me envolvi também com o idealismo “filosófico” proposto por aquela instituição, Igualdade, Fraternidade, e um certo estudo comparado das Ciencias, Artes, Filosofias e Religioes. Me vi encantado com esse estudo, coisas novas, estava eu sendo educado, para uma melhor sociedade, e me engajei a participar ativamente daquela instituição, pois achava que ali estava havia a esperança de um mundo melhor. Ali tinha tudo que gostava, pessoas educadas, de bom gosto (ao meu gosto) escutavam música clássica, estudavam filosofia, bons livros, e arte marcial, sempre gostei de judô, e lá tinha o que eles chamam de Nei-Kung, a arte do porder interno. Foram 6 meses ótimos, e novamente Eu tinha me dedicado a ter Fé em um poder transcedente ( levando em conta quando criança, Eu acreditava em Deus), conversava mais com minha família, meus relacionamentos melhoravam, emagreci uns 30kg, (me dediquei como um personagem de um livro que me indicaram, Cumes e Vales) ai veio o 2º nível, uma proposta mais avançada da filosofia ( assim Eu pensava) porém começamos a ter aulas de psicologia ( uma prática de exercicios, como memorização, atenção e auto-controle de razão x emoção) e aulas de Intro.
A Sabedoria do Oriente ( fica aqui até hoje meu questionamento, cadê As Leis de Platão, pois só tinhas estudado a república, cadê o estudo das outras ciencias, cadê o estudo das outras religiões???) , nos forçaram com um estudo muito louco e forçado, falando que nós estávamos com nossas mentes presas ao materialismo e “cultuavam” 2 “filósofos” Helena Blavatsky e Jorge Angel Livraga. Isso fez meu Irmão Lúcio, Católico praticante a ficar revoltado, e me atenou ao que estava acontecendo, no começou achei que ele estava pirando e tals, pois estive muito mais ligado a instituição do que ele, porém muitas coisas lá dentro me intrigavam, pareciam que sempre escondiam algo, nunca relamente eram inscisvos, sempre rodeavam os assuntos, Eu pressentia issu.
Uns alunos, já tinha sido de seitas como rosacruz e maçonaria e comecei a investigar sobre essas intituiçoes e em meu julgamento, vi que esta instituição Nova Acrópole é como se fosse uma ramificação dessas seitas. Quando cheguei a esse julgamento muitas coisas começaram a fazer sentido.
Eu e meu Irmão depois de discutirmos sobre esses fatos que Eu acabei de evidenciar, saimos de lá, sem olhar pra trás. Porém Eu já estava desgastado naquele curso, aquilo já nã estava me animando e estava começando a sentir coisas que antes Eu não sentia, entrei em depressão, tive pensamentos de suicídio, pois não entendia o que estva acontecendo comigo, até que depois de vários e vários convites de meu Irmão á ir numa missa, Eu resolvi a ir, sei la, ia ver gente, não queira ficar em casa sozinho, e quando acabou a missa, tudo que Eu estava sentindo a Dor, a depressão tudo daquilo que Eu não estava querendo sentir, foi embora, já não estava angustiado mais naquele dia, contein isso para o meu Irmão e dialogamos depois, foi quando Eu comecei a compreender o sentido de Deus e minha conversão começou a acontecer, empolgado como sempre, tentei me dedicar ao máximo á igreja, a RCC deu sim um embalo para que Eu me dedicasse a ser um Cristão, mais começam os conflitos comigo mesmo, o que eles fazem Eu não acho coerente, parece que estou numa Igreja Evangélica. Quebro a cara diversas vezes, mais hoje tenho mais compreensão das coisas que estão acontencendo e das coisas que aconteceram na Igreja Católica.
Tive receio no começo, de seguir a montfort, pois o nome começa com Associação Cultural, a mesma com a qual tinha me descepicionado e o símbólo era bem parecdido também, a águia; por isso o susto, mais comecei a investigar o site, e seu (RIQUÍSSIMO) conteúdo, e por seleção dentro da Igreja Católica como: RCC, Teologia da Libertação, TFP etc, enchergo a Sua Luta e seu “idealismo” Prof. Orlando em preservar aquilo que é Divino, como tudo que acontece na minha vida, descubro as coisas bem tarde, só agora com 23 anos, e a sua razão, a maneira que o Sr. escreve em seus textos e respostas me levam a crer que realmente Eu descobri um caminho a ser seguido, A tradição dentro da Igreja, aquilo que muita gente quer derrubar, Eu quero é resgatar issu.
E Graça à DEUS o Sr. está fazendo isso.
De um jovem que lhe admira muito, um abraço, e se possivel como entrar em contato direto com o Sr., um e-mail específico..
E Issu.
Fica com Deus!

Muito prezado Luis Fernando,
Salve Maria.
 
     Lendo sua carta, ficou muito marcada em minha alma a compreensão do estado de abandono em que está a juventude, hoje em dia. Os moços estão abandonados porque aqueles que deviam ensinar não ensinam.
     E pior, se alguém ensina manifestam ódio vendo o êxito de apostolado que Deus reservava para eles e que eles não alcançam pois que para ensinar se deve antes estudar. E antes de estudar deve-se ter o motivo de estudar que exatamente é o de salvar as almas encaminhando-as a Igreja Católica, fora da qual não há salvação. 
     Você e seu irmão perambularam por caminhos falsos da Gnose da Nova Acrópole e do carismatismo irracionalista da RCC. Tomara que, lendo o site Montfort se deixem entusiasmar pelo Catecismo Romano ou Catecismo de Trento.
     Fico desejando conhecê-los o quanto antes pois estou para ir a Goiânia, Anápolis e Brasília em Março. Recomendo-lhes que procurem a Missa de sempre, Sei que em Anápolis e Brasília se celebra a Missa de sempre graças às sementes deixadas pelo antigo Bispo de Anápolis, Dom Pestana. Procurem esses padres e essas Missas. E escrevam sempre para a Montfort que se alegra em Deus por ver mais esse fruto de nosso apostolado;
     Que Nossa Senhora os guarde.
 
 
In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: Em meio a tantos abusos…como dirigir o louvor a Deus? - Orlando Fedeli

Cartas: Graças a Deus, que ainda existe gente como o senhor neste mundo, Professor Fedeli! - Orlando Fedeli

Cartas: Agradecimento! - Orlando Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais