Montfort Associação Cultural

25 de abril de 2007

Download PDF

Tentações de São Paulo

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Ulisses
  • Localizaçao: Londrina – PR – Brasil
  • Escolaridade: Superior incompleto
  • Profissão: Estudante E Autônomo
  • Religião: Católica

Muito Prezado Professor Doutor Orlando Fedeli,

Salve Maria!

Primeiramente, como sempre, gostaria de agradecer-lhe por vosso trabalho, e pelo Associação Montfort, que tanto tem me despertado um grande amor pela liturgia da Santa Madre Igreja, e consequentemente, um grandíssimo amor pelo Senhor Deus, onde encontro tanta misericórdia para com meus erros e faltas. Sinceramente, muito obrigado! Deus há de vos recompensar!

Venho pedir humildemente que, se possível, ajude-me à entender o que São Paulo disse em uma de suas cartas à Coríntios. Estive lendo o livro de São Gregório Magno, o qual o Santo relata alguns milagres e um pouco da vida de São Bento, e em um dos milagres citados (precisamente no milagre de Santa Escolástica, irmã de São Bento, cita a passagem em questão). A passagem bíblica é de 2 Coríntios 12, 7-9, porém extendo-me até o versículo 10, onde São Paulo diz:

“7 Demais, para que a grandeza das revelações não me levasse ao orgulho, foi me dado um espinho na carne, um anjo de Satanás para me esbofetear e me livrar do perigo da vaidade. 8 TrÊs vezes roguei ao Senhor que o apartasse de mim. 9 Mas ele me disse: “Basta-te minha graça, por que é na fraqueza que se revela totalmente a minhaforça.” Portanto. prefiro gloriar-me das minhas fraquezas, para que habite em mim a força de Cristo. 10 Eis por que sinto alegria nas fraquezas, nas afrontas, nas necessidades, nas perseguições, no profundo desgosto sofrido por amor de Cristo. Porque quando me sinto fraco, então é que sou forte.” Palavra do Senhor, graças à Deus.

Nessa passagem, pelo que entendi, o apóstolo refere-se à humildade que Deus quer que o homem tenha. No entanto, essa fraqueza seria o pecado, certo? Não consigo entender… O que o Senhor quer mostrar, me parece ser que quando o homem for fraco e cair em pecado, Ele agirá com misericórdia plena e assim se tornará visível a Sua graça. Seria realmente isso, ou haveria outro significado? No final, São Paulo diz que “Quando me sinto fraco, então é que sou forte”. Não entendi…

Quando indaguei pessoas estudiosas da palavra de Deus sobre tal passagem, o que me afirmaram é que essa fraqueza é o pecado. Mas essa última afirmação de São Paulo me causa um pouco de dúvida. Para mim, talvez ele queira dizer que, ao se sentir tentado, sinta-se forte devido à promessa de Deus estar cumprindo-se nele.

Seria isso mesmo?

Desculpe-me pela minha ignorância e por importunar-te com essa pergunta.

Agradeço por tudo! Muito Obrigado, de coração!

Um grande abraço, e fique com Jesus e Maria.

Ulisses Tiago Piassa

Muito prezado Ulisses,
Salve Maria.

    Deus lhe pague por suas boas palavras de apoio a nosso trabalho no site Montfort. Rogue a Deus, por nós, que abençoe o que fazemos, cobrindo nossas misérias com sua infinita misericórdia. 

    O texto de São Paulo que você me pede que lhe explique, mostra que São Paulo, como todo homem nascido com o pecado original, tinha tentações.

    Essas tentações eram frequentes e ele as compara a um espinho fincado em sua carne. São Paulo mostra que as tentações lhe eram úteis para que não caísse em pecado de orgulho. Um homem com os dotes naturais que ele tinha, e, muitíssimo mais, com as graças incomparáveis que Deus concedeu a ele, podia facilmente ter de si mesmo uma idéia orgulhosa. Bondosamente, então, Deus permitia que São Paulo tivesse tentações, para que ele conhecesse sua miséria e sua fraqueza humanas. 
    Por isso, no Pai Nosso, não pedimos a Deus que nos exima de tentações. Pedimos tão só que Deus não nos deixe cair em tentação.

    Espero ter atendido sua dúvida. Se não escreva-me de novo. 

In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: Validade da Missa Nova - Orlando Fedeli

Cartas: Sofrimento no Cristianismo - Orlando Fedeli

Cartas: Livros Católicos - Emerson Takase

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais