Montfort Associação Cultural

23 de novembro de 2004

Download PDF

Sobre Chico Xavier

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Lauro
  • Localizaçao: Rio de Janeiro – RJ – Brasil
  • Religião: Católica

Prezado Sr. Fedeli

Por vezes me vejo em situações conflitantes. Sou católico e catequista e quando as crianças me perguntam sobre Chico Xavier, um espírita, digo que a Bíblia condena o Espiritismo, mas digo sem conhecimento, e às vezes até me escondendo em fatos que não sei. Como posso condenar um Homem que em toda a sua vida só fez o bem e ajudou a tanta gente ? O que o Sr. pode me aconselhar ?

Sinceramente, Sr. Fedeli, sendo Chico Xavier Espírita, o Sr. acha que Deus o condenaria ao inferno por isso ???

Não sei mais o que pensar. Admito que estou confuso e por isso lhe escrevo. Por favor me ajude a ter uma posição para que eu possa orientar melhor as crianças, com mais base e convicção. Muitos, igual a mim, têm essa dúvida, só que procuram se esconder e evitam tocar no assunto. E isso está constrangendo a nossa fé. Não basta esconder algo que nos incomoda. Temos que reconhecer nossas fraquezas e procurar aprender com humildade.

Que Deus continue lhe abençoando

Prezado Lauro, salve Maria.

O espiritismo é condenado pela Sagrada Escritura como necromancia. Esta palavra — necromancia — significa advinhar coisas através dos mortos (Mancia é adivinhar, saber; necro quer dizer mortos).

Há inúmeras passagens da Bíblia em que se condena quem faz necromancia, ou quem procure indagar dos mortos a verdade.

Veja, por exemplo, o que diz o livro do Deuteronômio: “Quanfo entrares na terra que o Senhor, teu Deus, te há de dar, guarda-te de querer imitar as abominações daquelas gentes. Não se ache entre vós quem purifique seu filho ou sua filha, fazendo-os passar pelo fogo, nem quem consulte os advinhos ou observe sonhos e agouros, nem quem use malefícios, nem quem seja encantador, nem quem consulte os necromantes, ou advinhos, ou quem indague dos mortos a verdade. Porque o Senhor abomina todas essas coisas, e por tais maldades exterminará esses povos à tua entrada”(Deut. XVIII, 9-12). Repare que Deus chama a consulta aos mortos de abominação e de maldade. Por que abominação e maldade? Porque quem aparece normalmente aos que invocam as almas são demônios. O próprio Alan Kardec preveniu que muitas vezes o que aparece nas sessões espíritas são demônios.

Ora, sendo a Escritura claríssima na condenação da invocação das almas, quem desobedece a essa proibição comete uma grande maldade e abominação, pois despreza a palavra de Deus e entra em contato com demônios.

A Sagrada Escritura dizia que os médiuns tinham o espírito de Piton, isto é da serpente, do demônio.

Portanto, os médiuns ou são possuídos pelo demônio, ou estão sob sua direta influência.

Quem está em pecado é incapaz de ser sobrenaturalmente bom, pois não está com Deus. Os pecadores podem fazer algum bem material, mas isto não tem nenhum valor sobrenatural.

Que adianta dar esmola para um pobre se se odeia e desobedece a Deus?

Lembre-se do que diz São Paulo:

“E ainda que eu distribuísse todos os meus bens no sustento dos pobres, e entregasse o meu corpo para ser queimado, se não tivesse caridade, nada disso me aproveitará” (I Cor, XIII, 3).

Ora só pode ter caridade quem está na graça de Deus. E só está na graça de Deus, quem aceita tudo o que Deus ensina, e que a Igreja confirma.

Os espíritas repudiam o que Deus ensinou, e fazem o que Deus proibiu. Logo, não estão.

O tal Chico Xavier era um médium, que durante toda a vida só desobedeceu a Deus. Portanto, não é verdade que ele só fez o bem. A verdade é o oposto: ele só fez o mal. Se ele fazia ocasionalmente algum bem material, isto só servia para induzir outros a desobedecer a Deus, aceitando a invocação do espíritos que ele defendia e praticava.

Você me pergunta se Deus condena ao inferno quem invoca os espíritos.

Repondo-lhe que sim: a desobediência grave a uma lei de Deus, feita com pleno conhecimento e plena vontade leva ao inferno, se a pessoa morrer sem ter se arrependido desse pecado. Portanto, se alguém invocar espíritos e não se arrepender antes de morrer, irá, sim para o inferno.

Outro problema é o de saber se uma certa pessoa, em concreto, foi ou não ao inferno.

Isso só Deus sabe.

Tomara que esse tal de Chico Xavier se tenha arrependido de tanto mal que fez, antes de morrer, e possa assim ter se salvado. Mas, objetivamente falando, ele fez o mal, e não o bem.

Você tem muita razão em dizer que nada adianta fugir de um problema : é preciso enfrentá-lo estudando e resolvendo a questão. Quando, então, tiver alguma dúvida, escreva-nos, que se soubermos resolvê-la, lhe responderemos com alegria.

In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli.

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: Matéria sobre aborto

Cartas: Movimento dos Focolares - Orlando Fedeli

Cartas: Sacerdote afirma que não há problema em se estudar em escolas protestantes - Orlando Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais