Montfort Associação Cultural

14 de janeiro de 2005

Download PDF

Senhor, senhor, poque me abandonaste?

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Frank
  • Idade: 28
  • Localizaçao: Brasília – DF – Brasil
  • Escolaridade: 2.o grau concluído
  • Religião: Católica

Salve Maria…

sua benção, sou catequista, na cidade de Aguas Lindas, estudo a vida de nossa senhora, primeira vez que entro nesta pagina, e minha pergunta e a seguinte: “Meu Deus, Meu Deus por que me abadonartes” venho estudando esta frase, que o Senhor disse na Cruz,notei tambem que existe um Salmo escrito antes, não lembro qual, agora no momento, que fala o mesmo sentido em que O Senhor falou. Logo, queria saber se o Senhor…gritou ou cantou o Salmo…obrigado por está atentos as duvidas de nós católicos, gosto muito dos argumentos que vc faz, pecebo que a Graça de Deus prepara suas respostas…que nossa Mãe Santissima, cubra-o com seu manto Sagrado…e interceda por tua luta evagelizadora do povo critão… abraço Paz e Bem!

Prezado Frank, salve Maria !

Permita-me, antes de tudo, adverti-lo de que não sou sacerdote e que, por isso, não posso dar benção nenhuma. Sou um simples leigo professor aposentado, que usa seus últimos dias para defender a Fé católica. É minha obrigação fazer isso, e não há do que me agradecer.

Muito obrigado por manifestar seu gosto por minha argumentação. Reze, peço-lhe, para que Deus me ajude a bem responder aos que me pedem.

A frase de Nosso Senhor na Cruz — “Senhor, Senhor, por que me abandonaste” (Mt XXVI, 46) — está no Salmo XXI, 2, que é o salmo que profetiza a morte de Jesus na Cruz.

O Evangelho de São Mateus afirma que Jesus disse essa frase “com voz forte”, e não que a cantou.

Nessas palavras, ditas por Jesus “com voz forte”, é manifestada a aflição de Nosso Senhor por se sentir — como os pecadores dos quais Ele quis assumir a culpa — como que abandado por Deus.

Este é um dos principais mistérios de nossa Fé: a Encarnação, Paixão e Morte de Nosso Senhor Jesus Cristo, mistério que está acima de toda compreensão humana.

Escreva-me sempre que tiver alguma dúvida, que, podendo, o ajudarei com prazer

In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli.

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: Oração em voz alta - Ivone Fedeli

Cartas: Separação e adultério - Orlando Fedeli

Cartas: Dom Fernando Rifan defende o pluralismo cultural e religioso! - Orlando Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais