Montfort Associação Cultural

24 de janeiro de 2005

Download PDF

Semelhanças entre os anjos e os homens

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Felipe
  • Localizaçao: – Brasil

Sr. Fedeli É correto afirmar que os anjos, de certo modo, são seres inferiores aos humanos? Penso isso, pois somos criados a imagem e semelhança de Deus. Teria sido por isso que Lúcifer de revoltou contra Deus, por inveja?

Obrigado!!!

Prezado Felipe, salve Maria!

Os anjos são seres naturalmente superiores aos homens, porque são mais semelhantes a Deus do que os homens. Os anjos são puros espíritos, enquanto nós, homens, temos corpo material, que Deus não tem.

Tanto os anjos como os homens foram criados à imagem de Deus.

Que significa isso?

Deus tem Inteligência e vontade, e criou dois tipos de seres com inteligência e vontade: os anjos e os homens. Tanto os anjos como os homens tem — como Deus — inteligência e vontade. Nos anjos e nos homens a inteligência e a vontade, ambas, são finitas. São elas que nos fazem imagem de Deus.

A semelhança com Deus, diz São Boaventura, vem pela graça santificante. Quando pecamos perdemos essa semelhança com Deus, mas não perdemos a imagem de Deus em nós, porque continuamos a ter inteligência e vontade.

Lúcifer revoltou-se contra Deus por naturalismo: julgou-se tão perfeito que não precisaria de Deus.

Alguns teólogos levantam a hipótese de que Lúcifer se revoltou contra Deus porque recusou adorar o Verbo encarnado, Deus feito homem em Cristo. Outros há que levantam outra hipótese: que a revolta de Lúcifer teria sido por não aceitar servir a Virgem Maria, puro ser humano, inferior aos anjos por natureza, mas superior a eles por virtude e glória. Lúcifer teria sido, assim, o primeiro protestante.

In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli.

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: Interesse em ser "ministro` da Eucaristia - Orlando Fedeli

Cartas: Missa de Sempre x Missa de Paulo VI - Marcelo Fedeli

Cartas: O mal no mundo - Orlando Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais