Montfort Associação Cultural

10 de fevereiro de 2005

Download PDF

"Séculos dos séculos"

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: João
  • Localizaçao: – Brasil
  • Religião: Católica

Finalmente, encontrei pessoas racionais no  catolicismo. Alguém que possa conversar sobre coisas mais  elevadas do que fofocas de carola modernista e relativista.

 Bem vamos à dúvida:  A expressão ” nascido antes de todos os séculos ” não é uma  contradição em termos ???

  Como pode haver um antes se não houvera séculos, antes da  totalidade dos séculos que existiram ???

  Afinal o tempo nasce com o primeiro elemento criado. E algo  só é antes, se é tido relativamente a outro evento, na linha  do tempo, o que já pressupõe na amplitude abrangida a  existência do tempo.

  Não há como perguntar o que havia antes do tempo, sem ter que  pressupo-lo existente, onde ele( o tempo) deveria estar  ausente.

  Então, mais uma vez: o valor daquela assertiva bíblica e  conciliar é literal, é filosófico ou meramente metafórico,  mitológico, parabólico ????

 Como explicar aquela expressão.

 Obrigado por tudo.

Muito prezado João, salve Maria!

Que bom encontrar um católico que proclame não agüenta mais nem a beatice romântica, nem o modernismo gnóstico vigente — infelizmente — nos ambientes paroquiais, hoje em dia, no Brasil.

Pois aqui está o site Montfort, nada beatérico, e antimodernista, graças a Deus.

Respondo imediatamente sua pergunta.

A expressão “séculos dos séculos” é clássica, e tem algo de linguagem simplesmente humana. Noutras palavras, é uma simples hipérbole para significar a eternidade.

Você encontra, na Sagrada Escritura, outras expressões que falam da mão de Deus, do braço de Deus, do arrepender-se de Deus, etc. Ora Deus não tem mão, nem braço, nem voz, nem arrependimento, como também não está no tempo. Essas são expressões de caráter antropomórfico para fazer os homens entenderem algo de Deus, de modo alegórico, ou –no caso da expressão “séculos dos séculos” — de modo hiperbólico.

Esperando tê-lo atendido, subscrevo-me atenciosamente

In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli.

TAGS

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais