Montfort Associação Cultural

8 de janeiro de 2010

Download PDF

Salvo da heresia protestante pelo apostolado do site Montfort

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Ericlen Rodrigues
  • Localizaçao: Colorado – PR – Brasil
  • Escolaridade: Superior incompleto
  • Profissão: Auxiliar Administrativo
  • Religião: Católica

Caro Prof. Orlando, Salve Maria!

Já me considerei 99% protestante. Atacava a igreja católica e brigava diariamente com os meus pais, que são católicos tradicionalistas.
Quando me decidi que ia passar para a congregação cristã no Brasil, um amigo me mostrou o site da Montfort.
O senhor, Prof. Orlando, me salvou da heresia protestante. Esclareceu todas as minhas dúvidas sobre a nossa sã doutrina, me mostrou a verdade sobre o quase protestantismo da RCC, e me mostrou quem são os verdadeiros hereges (os protestantes, é claro!).
Peço perdão a Deus por um dia ter atacado a Santa Igreja Católica, a única deixada por Nosso Senhor Jesus Cristo.
Rezo para que Deus os ilumine sempre.
Obrigado Prof. Orlando e a todos da Montfort.

In Corde Jesu, semper,
Ericlen Rodrigues

Muito prezado Ericlen,
Salve Maria.
 
     Deus seja louvado por seu retorno completo à religião católica. Gostaria de dar-lhe pessoalmenete meu abraço amigo. Rezarei por você para que Nossa Senhora o conserve sempre na fé e na prática da lei de Deus. 
     Não sei se sua cidade é perto de Curitiba ou Londrina, cidades nas quais irei proximamente dar palestras. Nessa ocasião ser-me ia muito grato encontrar-me com você.
     Agradeça sempre a Nossa Senhora a sua salvação. Deus lhe dê um novo ano cheio de graças e que você permaneça para sempre católico bem convicto.
     Escreva-me sempre.
 
 
In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: Admiração pela equipe do site Montfort - Orlando Fedeli

Cartas: R.I.P. Professor Orlando

Cartas: Ataques Protestantes

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais