Montfort Associação Cultural

23 de novembro de 2004

Download PDF

Sagração realizada por bispo excomungado

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Robson
  • Idade: 25
  • Localizaçao: Ceilândia – DF – Brasil
  • Escolaridade: Superior incompleto
  • Religião: Católica

sei que uma vez bispo sempre bispo… assim se ele for excomunhado, e caso ele resolva consagrar uma pessoa como um novo padre, esta pessoa será realmente padre?

obrigado

robson

Meu caro Robson, salve Maria!

Você diz bem: uma vez padre, sempre padre. Porque aquele que é ordenado padre, ou sagrado Bispo, nas condições requeridas, é padre, ou Bispo in aeternum, para sempre.

Até no inferno o caráter de Bispo e o de sacerdote permanecem, porque o sacramento da ordem marca a alma com um sinal indelével. Diz-se que o sacramento da Ordem imprime caráter.

Se um Bispo excomungado, sagrar alguém, nas condições requeridas, pelo sacramento, realiza-se, de fato, a sagração.

Foi o que aconteceu na Revolução Francesa, quando Talleyrand, Bispo ateu e excomungado, sagrou outros Bispos devidamente, fundando uma Igreja Cismática: a Igreja Constitucional Revolucionária.

Foi também o que aconteceu aqui, no Brasil, quando o ex-Bispo de Maura sagrou Dom Salomão Ferraz, fundando a chamada Igreja Católica Brasileira.

In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: Quanta Cura e Concílio Vaticano II - Orlando Fedeli

Cartas: Animais vão para o céu? - Orlando Fedeli

Cartas: Comunidade dos discípulos - Orlando Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais