Montfort Associação Cultural

25 de novembro de 2004

Download PDF

Riquezas do Vaticano

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: José do Carmo
  • Localizaçao: Ipatinga – MG – Brasil
  • Religião: Católica

Sr. Montfort.

Como Católico que sou, gostaria que o Senhor compreendesse o meu questionamento.
Eu trabalho em um anbiente que existem muitos irmãos protestantes, onde sou questionado constantemente.
“Jesus Cristo” nasceu em ambiente simples.
Por que o Vaticano adqueriu e possui tantas coisas valiosas?

Obrigado.
José do Carmo.

Prezado José do Carmo, Salve Maria.

Já no Antigo Testamento Deus ordenou a Salomão que lhe construísse um Templo com os materiais mais preciosos: ouro, prata, cedros do Líbano etc. Ordenou até que o sangue dos bodes e de outros animais sacrificados fosse recolhido em vasos de ouro puríssimo. Ora, se o sangue de bodes devia ser recolhido em vasos de ouro, por que o Divino Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo deveria ser colhido em vasos miseráveis? Seria o sangue de Cristo menos precioso que o sangue de animais?

Qualquer desses protestantes, seus companheiros de trabalho, ao receber uma visita mais respeitável, oferece o que tem de melhor em sua casa.

Por que, para Deus, não deveríamos ofertar o que há de melhor?
A Deus devemos oferecer, sim, o melhor do que temos.

O argumento de que Cristo, quando veio nos remir, viveu pobremente, não é válido para condenar as riquezas das igrejas. Do contrário, como Cristo nos veio remir com, além da pobreza, a dor e a cruz , deveríamos continuar a torturá-lo.

Ademais, quando Cristo nasceu em Belém, os pastores lhe levaram suas riquezas: as ovelhas que tinham. E os Reis levaram-lhe mirra, incenso e OURO! Logo, no Evangelho se nos ensina que devemos dar ouro a Deus.

E Cristo tinha uma túnica sem costura, tão preciosa que os soldados não a rasgaram para dividí-la entre si, mas jogaram dados para ver a quem ela caberia.

A Igreja Católica tem muitos filhos, e é natural que os filhos contribuam para o sustento de sua Mãe. Por isso a Igreja, no decorrer dos séculos, acumulou riquezas com as quais sempre manteve inúmeras obras de misericórdia.

Recentemente, a TV mostrou como certa Igreja protestante recolhia dinheiro aos sacos para seus pastores… E mais recentemente outro pastor muito conhecido foi acusado de manter orgias num verdadeiro palácio que possui na Cantareira.

Todas essas acusações contra o ouro do Vaticano, na verdade, manifestam apenas o ódio contra a única Igreja de Cristo: a Igreja Católica Apostólica Romana, nossa Mãe e nossa Glória.

In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli.

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: Indignação de um seminarista - Orlando Fedeli

Notícias e Atualidades: Vaticano condena conceitos abordados em “Harry Potter”

Cartas: A dura defesa da fé - Orlando Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais