Montfort Associação Cultural

20 de janeiro de 2005

Download PDF

Respeito e amor ao próximo

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Eliseu
  • Localizaçao: – Brasil

Caro amigo
Orlando Fedeli
Salve Maria!

Em primeiro lugar quero me desculpar, na demora de responder seu e-mail, devido a um problema com meu computador, passando esse período de festas e férias gostaria de voltar a conversar com o senhor. Eu moro em São João da Boa Vista que não está tão perto da Capital mas quem sabe um dia poderíamos nos encontrar.
Mas o que me levou a responder seu e-mail, não foi só porque hoje consegui abri-lo mas também pelo que assisti no canal Rede Vida de Televisão, um monge beneditino (…) foi entrevistado na “Tribuna Independente”, lá falou os maiores absurdos que eu já tinha ouvido: Que Lutero foi mau interpretado e por isso foi excomungado, que ele vê Jesus em todas as religiões (antigas e novas) de forma que todas elas são partes da revelação da verdade de Deus, que nossa Igreja recebia pequenos pagamentos por indulgências no passado, que nossa Igreja viveu um tempo de triunfalismo monárquico que só ela tinha a salvação, e muito mais, simplesmente ele “pisou na bola”, cheguei a  questioná-los por FAX mas minha indagação não foi feita pelo apresentador, fiquei até frustrado, se bem que as questões foram encaminhadas para ele, que ficou de respondê-las.
Realmente, o sr. tem razão: o “futuro parece ser negro” quando as pessoas pensam assim. Fica complicado porque quantos católicos assistiram a isso e de uma hora para outra começaram a pensar do mesmo modo, é claro que devemos respeitar a posição das pessoas mas até qual ponto, ao ponto de passar para o lado delas?
Na minha cidade por exemplo o nosso Bispo é “Renovado” e isso já é um transtorno, mas isso é assunto para outro dia, porque eu já vi cada absurdo dessa renovação, e na minha paróquia tem ministro de Eucaristia maçon e ministra divorciada e coordenadora da renovação, (nem sei se isso pode acontecer) só para o senhor ter uma idéia. Em outras oportunidades contarei esses disparates.

Um grande abraço, fique com Deus, e aproveitando desejo um Ano Novo repleto de
realizações.

Eliseu.

Muito prezado Eliseu, Salve Maria.

Tive muita alegria por receber sua mensagem, e mais ainda pelo teor dela, indicativo de sua preocupação em guardar a única Fé verdadeira, que é a da Santa Igreja Católica Apostólica Romana.

Infelizmente, o que você conta de São João da Boa Vista é o mesmo que acontece em todo o mundo. Por toda parte há a mesma desolação. A “fumaça de satanás entrou no Templo de Deus…”, como disse Paulo VI. E nada se faz para expulsá-la. Muito pelo contrário…

Permita-me apresentar-lhe um argumento sobre o respeito e o amor ao próximo.

O verdadeiro respeito pelos outros deve ser conseqüência da caridade que ordena amar nosso próoximo como a nós mesmos. Ora, nós não queremos — de modo algum — cair em heresia e ir para o inferno. Logo, a caridade nos ordena combater no próximo os erros contra a Fé que os conduzirão ao inferno eterno. Portanto, a caridade nos ordena, para respeitar e amar o próximo, condenar seus erros doutrinários.

Também o professor, que respeita de fato seus alunos, tem a obrigação de corrigir seus erros e não de tolerá-los e fingir que não os vê. E o médico que deixasse de cortar o câncer de um doente não o estaria nem respeitando, nem amando corretamente.
Entretanto, é assim que agem os que defendem os ecumenistas… Deixam os que estão no erro continuarem no erro.

Aproveito esta mensagem para desejar-lhe também um ano cheio de graças e de bons combates na defesa da Santa Igreja.

In Corde Jesu, semper,

Orlando Fedeli.

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: Males da Missa Nova - Orlando Fedeli

Cartas: O anti Cristo e a imagem da besta - Orlando Fedeli

Cartas: O diabo e a Teologia Moderna - Orlando Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais