Montfort Associação Cultural

12 de janeiro de 2005

Download PDF

Religião verdadeira

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Neviton
  • Idade: 24
  • Localizaçao: Ribeirão Pires – SP – Brasil
  • Escolaridade: 2.o grau concluído

Olá!

Gostaria de tirar uma dúvida pois lendo sua resposta de uma dúvida de um internauta vi que você mencionou a religião católica como sendo a única e verdadeira. Como isso é possível?

Quando Jesus disse a Pedro “Em ti edifico a minha Igreja…” ou quando Pedro se pôs a pregar ele por acaso disse: – “Vou fundar a igreja católica, e ela vai ser a única e verdadeira.”

Acho que você se equivoca ao falar que a Igreja católica é a única e verdadeira, pois não há nenhuma prova de que ela foi fundada por Pedro e nem de que ela tenha 2000 mil anos. A verdadeira igreja que Jesus quis mostrar para Pedro é de que ela está dentro de nós. Não tenho nada contra nenhuma religião aliás eu participei muito tempo da Igreja católica e agora participo de uma igreja evangélica e digo com toda convicção: nenhuma instituiçao religiosa é tida como totalmente certa uma vez que quem coordena essas instituições são pessoas como nós, humanas que também estão sujeitas a erros e ao pecado.

E me desculpe se fui grosseiro, essa não é a minha intenção, mas dizer se uma religião é verdadeira ou não é muita presunção. Não acha?

Atenciosamente,

Neviton

Prezado Neviton, salve Maria.

Você me pergunta: “mas dizer se uma religião é verdadeira ou não é muita presunção. Não acha?”. Claro que não acho.

Se Jesus Cristo disse que fundou uma Igreja, é claro que existe a Igreja de Jesus Cristo, pois Ele, sendo Deus, não pode mentir.

Se essa Igreja existe, ela tem que ser facilmente reconhecida, pois que de nada adiantaria fundar uma Igreja se ele não pudesse ser reconhecida. Logo a Igreja fundada por Cristo deve ser facilmente reconhecida.

Ora, Cristo disse a Simão, filho de Jonas: “Bem aventurado és tu, Simão, filho de Jonas, porque não foi a carne, e o sangue que te revelaram isso, mas meu Pai que está nos céus. Por isso Eu te digo que tu és Pedro, e sobre essa pedra edificarei a minha Igreja, e as portas do inferno não prevalecerão sobre ela”. (Mt XVI, 17-18).

Então, Cristo fundou a sua Igreja sobre Pedro, constituindo-o como autoridade fundamental da Igreja. Prova disso são as palavras que Cristo acrescentou então: “Eu te darei as chaves do Reino dos Céus; e tudo o que ligares sobre a terra, será ligado também nos céus; e tudo o que desatares sobre a terra, será desatado também nos céus” (Mt. XVI, 19).

Ora quem tem as chaves de alguma coisa, é quem tem a autoridade sobre ela.

E essa autoridade de Pedro era infalível, pois que tudo o que Pedro decidir sobre a terra é porque já foi decidido nos céus. Logo, Pedro quando decide como Vigário de Cristo, no lugar de Cristo, usando o poder que Cristo lhe deu, é infalível.

A Igreja fundada por Cristo necessariamente tem que ser infalível. Ora, a única Igreja que se afirma infalível é a Igreja Católica Apostólica Romana. Logo, ela é a Igreja infalível de Cristo.

Todas as demais seitas que se dizem evangélicas não se dizem infalíveis. Logo, elas mesmas se reconhecem falíveis. Logo, elas mesmas admitem que erram, e que não são a Igreja de Cristo, que tem que ser infalível.

Escreva-me sempre, para que eu o ajude a retornar à única religião verdadeira: a Igreja Católica Apostólica Romana.

In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli.

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: Concílio Vaticano II ou Concílio da Igreja em Laodicéia? - Orlando Fedeli

Cartas: Conversão - Orlando Fedeli

Cartas: Símbolos mágicos e esotéricos - Orlando Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais