Montfort Associação Cultural

30 de janeiro de 2006

Download PDF

RCC rumo ao Protestantismo

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: César
  • Idade: 38
  • Localizaçao: São Paulo – SP – Brasil
  • Escolaridade: Superior em andamento
  • Profissão: Vendedor
  • Religião: Católica

Caro Prof. Orlando, Saudações!

Tenho frequentemente visitado vosso site, e me deparado com questões interessantes relacionadas à fé cristã, e percebido como é bela a nossa Igreja, e como é necessário conhecê-la em seus pormenores, em seus fundamentos. Sendo bem sincero, imaginava que sabia muito a respeito d`Ela, e hoje percebo que não sei quase nada…

Navegando nos vários temas apresentados, me deparei com muitos movimentos aos quais me deparei no passado, participando quase que ativamente em alguns(Opus Dei, RCC por exemplo). Em relação ao Movimento Carismático, venho percebendo cada vez mais um “Cover” das seitas evangélicas, ou melhor, protestantes(mesmo porque, acredito que um católico que se preze, deva considerar-se Evangélico no sentido mais correto da palavra…não nos deu a Santa Igreja o Doutor Evangélico Santo Antonio?). Há algum tempo percebo que algumas “modas” surgem nas seitas evangélicas( o pregador ” sopra” o “espírito santo” através do microfone e as pessoas caem no chamado “repouso no espírito” ;as pessoas vão “orar no monte” para ver a grama ficar incandescente!!! ; entre outras pérolas!!! Hoje no Movimento, percebo trejeitos que alguns amigos ditos crentes já há muitos anos faziam…

Concordo com o senhor que devemos ser contra aos maus ensinamentos apresentados em alguns grupos de oração, e não necessariamente contra as pessoas, que muitas vezes de boa-fé, desejam aproximarem-se do Evangelho. Talvez o senhor já tenha percebido o quanto já participei deste Movimento…me recordo que certa vez, num retiro de jovens, com microfone na mão, pude sentir o poder da Sugestão na mente das pessoas…quando um dirigente do Movimento fala alguma coisa, as pessoas obedecem quase que cegamente…sinceramente, nos últimos anos em que participei me divertia injustamente com as pessoas, pois num evento com 300, 400, 1000 participantes os mesmos obedeciam ao meu comando, imaginando em mim alguma espécie de profeta, santo…pobre de mim…mais parecia uma sessão de hipnose!E modéstia à parte, perssuasão é algo que se adquire com prática…e esta eu usava muito bem!

Hoje olho com preocupação o crescimento do Movimento, principalmente com as redes de TV que aos moldes dos crentes pedem o dia inteirocontribuições para mantê-las,( ” se Jesus vivesse em nossos dias, ceratamente utilizaria a televisão para evangelizar”, dizem muitos deles!Será???O senhor acha possível duma mesma fonte jorrar água pura e água salobra??? 

Veja, não sou nenhum santo volto a repetir, mas, a atriz ex- de Roberto Carlos, Miriam Rios tem um Programa na Rádio Canção Nova…poxa vida!recentemente ela teve um filho com certo ator global…10 ou 15 anos mais velho que ela…

O Padre Marcello conheço pessoalmente…mas aquela de “batizar” o Gugu Liberato no Rio Jordão, doeu…mesmo o apresentador afirmando que tal gesto teria valor “simbólico”…

Caro Prof., neste momento, estou reerguendo-me na fé católica, junto a minha Esposa e nossos dois filhos, e confusões como estas são durasde engolir…

Bem, agradeço sua paciência em ler esta missiva, e o parabenizo pelo trabalho que tem sido feito.

Saudações cordiais em Cristo,

César.

Muito prezado César,
salve Maria!
 
    Agradeço sobremaneira suas palavras e seu parabéns ao trabalho desenvolvido no site Montfort. Ele tem valor especial dado o seu conhecimento e sua experiência na RCC.
    Sua carta é um testemunho vivo do quanto o que se faz nessas Missas carismáticas é manipulação e técnica de massas nada tendo a ver com a graça de Deus.
    Gostaria muito de conversar pessoalmente com você, porque você poderia me ajudar, dando-me provas claras dessas manipulações, e isto ajudaria aos católicos a perceberem como estão sendo enganados por um protestantismo pentecostal que se apresenta como fiel.

In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli

TAGS

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais