Montfort Associação Cultural

31 de março de 2005

Download PDF

RCC – Protestantismo na Igreja Católica

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Jorge Luis Silva Martins
  • Localizaçao: Itajubá – MG – Brasil
  • Escolaridade: 2.o grau concluído
  • Profissão: Assistente Administrativo
  • Religião: Católica

Caros Irmãos do Montfort,

Não pude deixar de mandar este mail, pois gostaria de compartilhar este sentimento que está em meu coração…

Há algum tempo eu assistia a Canção Nova, e como me fazia bem… Falava-se de Jesus, Maria, de palavras de fé e força, orações… Realmente me sentia bem. Mas um dia comecei a prestar mais atenção em alguns programas, especialmente em dois: “Ele está no meio de nós” e “Nossa missão é Evangelizar”. O primeiro me lembra muito os programas que passam em dois canais de “igrejas”, coincidentemente, que tem a ver entre si: IURD e da “Graça”, onde se colocam linhas telefônicas para atender a “quem tem problemas, está desesperado, etc…” Só falta colocar o copo com água… E o segundo, sabe, lembra os muitos “cultos em seu lar”, onde vemos o Dunga, Ricardo Sá, dentre outras “sumidades” pregando… E comecei a ver como muitos católicos estão se “protestantizando”, apesar de declarar seu amor a Nossa Senhora, serem obedientes ao Santo Padre e professar o mesmo Credo…
Na televisão de meu quarto não está sintonizada nenhuma emissora de “igrejas” protestantes, e a Canção Nova só fica sintonizada pois nem tudo é perdição nela… Só lamento ver os responsáveis irem ao ar “reclamando” das contas que têm pra pagar e dos “mantenedores” que não são fiéis, e atrasam as “doações”… Aqui em Belém a Arquidiocese tem uma rede de televisão, a TV Nazaré, que honestamente tem uma programação mais edificante, inclusive assisto programas onde o atual Bispo de Castanhal, D. Carlos Verzeletti, passa mensagens profundamente edificantes, bem como fala muito sobre a Patrística e a Igreja, como vejo neste site.
Me permitam não recorrer a nenhum versículo da Bíblia para defender a minha fé, para declarar meu amor à Esposa de Cristo, e proclamar com os Padres de Nicéia e Constatinopla: CREIO NA IGREJA UNA, SANTA, CATÓLICA E APOSTÓLICA!!! Que Deus continue abençoando seu trabalho, e espero um dia me tornar digno de fazer parte desta legião de soldados de Cristo.

Pax Domini!

Jorge Luis

Muito prezado Jorge Luis,
Salve Maria!
 
    Muito obrigado por suas palavras em favor do site Montfort, e por seu testemunho sobre a Canção Nova.
    Sua experiência e conhecimento sobre o que faz a Canção Nova me são valiosos.
    Não é de estranhar que a Canção Nova, sendo um movimento carismático de raízes protestantes, acabe fazendo programas que, pelo seu testemunho, são praticamente iguais aos dos protestantes.
    Você critica especialmente um tal Dunga, e um Ricardo Sá. O tal Dunga — deve ser um apelido – não conheço. Ricardo Sá tive o desprazer de conhecer.
    Contaram-me que essa pessoa, num programa que fez, chamou São José de “omisso”.
    Para Ricardo Sá, ofender São José não tem importância. Mas ele me convidou a não colaborar na campanha contra o aborto, porque eu disse que o Padre Jonas Abib escrevia livrecos e defendia heresias. O que é absolutamente verdade.
    Ofender São José seria lícito.
    Dizer verdades sobre Padre Jonas Abib é intolerável.
    Assim é a Canção Nova: é muito parecida com a canção velha e caquética dos hereges protestantes que ofendem os santos, dizendo amar a Cristo.
    Um grande abraço e muito obrigado.
 
In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: Repouso no Espírito - Orlando Fedeli

Cartas: Não há erros no Concílio Vaticano II nem na missa nova - Orlando Fedeli

Cartas: Teologia da Libertação e Renovação Carismática Católica - Orlando Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais