Montfort Associação Cultural

1 de fevereiro de 2007

Download PDF

RCC herege?

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Marcio José Domingues Pacheco
  • Localizaçao: São Gonçalo – RJ – Brasil
  • Escolaridade: 2.o grau concluído
  • Profissão: Desempregado
  • Religião: Católica

Caro Professor Orlando, ousei utilizar deste título para agilizar vossa resposta.

Entre as inúmeras coisas que espero abordar no devido tempo, existe uma que a muito me corrói:

Afinal, quem começou com essa história de TRADICIONAS, MODERNISTAS E/OU CARISMÁTICOS?

Por curiosidade… Onde fica o Católico Apostólico Romano?

Então, o fato de servir a Cristo na minha realidade/espiritualidade (RCC), não faz de mim um Tradicional e por isso, não amo a Liturgia Tridentina, nem a Eucaristia, e faz de mim também, um Progressista-Protestante?

Isso não soa como “fidelidade” ao Evangelho soa?

Então, o fato de ser “da RCC” (segundo o entendimento de alguns que vos escrevem) faz de mim um herege?!

Isso é um ultraje à minha pessoa, nada mais anti-cristão.

É um absurdo!

E quem não ajunta… espalha!

Tenho uma dúvida:

Lendo um material que se referia a Apologética, principalmente em relação as seitas pentecostais, havia a seguinte observação:

CATÓLICOS TRADICIONALISTAS: SEGUIDOR do Arcebispo Francês Marcel Lefreve, quem em 1.975 REBELOU-SE CONTRA o Papa Paulo VI, NÃO RECONHECENDO as conclusões do Concílio Vaticano II.

Assim, pergunto:

Não seria isso um rompimento, ou melhor, uma rebeldia quanto a decisão da Igreja?

E isso não fere gravemente a OBEDIÊNCIA?

Poderia explicar melhor esta questão?

Pois me interesso pela posição da Igreja, não de inconformados.

Obrigado.

Muito prezado Márcio,
Salve Maria.

    Vejo que você está bem perturbado e que você se agita em contradições, porque entreviu que a RCC está bem errada.
    Em primeiro lugar, devo lhe lembrar que Jesus disse: 

Não julgueis que vim trazer a paz, mas a divisão” (Luc XII, 51).

    Devemos unir todos na verdade. União na heresia e no erro não é união. É juntamento.
    Jesus também disse que não adiantava fazer louvores a Deus tendo falsa doutrina: 

É vão o culto que me prestam, ensinando doutrinas que são preceitos humanos” (São Marcos, VII, 7).

    A RCC tem doutrina pentecostal, nascida das seitas protestantes, portanto tem doutrinas humanas.
    E os partidários da RCC colocam os erros pregados pelo Padre Jonas Abib em seus livrecos acima do que ensina  a Sagrada Escritura. Por exemplo, a respeito da certeza da salvação que Padre Jonas prega, e que o Eclesiastes nega dizendo: ”O homem não sabe se é digno de amor, se de ódio” (Ecl. IX, 2), e padre Jonas Abib diz o oposto: que se deve ter certeza de estar salvo. E tanto Padre Jonas sabe que está escrevendo algo contra a revelação de Deus, que previne seus leitores contra a leitura do Eclesiastes.
    Claro que somente têm culpa dos erros da RCC os que sabem que ela ensina coisas erradas. Os pobres católicos sem instrução, e que são enganados pelos padres carismáticos, não podem ser tidos como culpados dos erros. Eles ignoram o que é certo e errado, pois que ninguém lhes explica nada.
    Esses, que ignoram, não são hereges formais, porque para ser herege é preciso conhecer a doutrina e negá-la formalmente, com pertinácia.
    Não conheço o seu caso. Conforme o grau de conhecimento que você tenha, essa será sua medida de culpa nos erros da RCC. Tomara então que você ignore essas questões. Mas você, agora que foi advertido, tem a obrigação de estudar a questão para decidir se apoia ou repele os erros da RCC.
    E sobre a excomunhão de Dom Lefebvre, o Cardeal Hoyos declarou, ainda no ano passado, que ele não foi nem herege e nem cismático. Tanto que o Papa Bento XVI — ao que consta — está para liberar a Missa de sempre dos entraves que lhe opõem os Bispos modernistas, como também a anular a excomunhão de Dom Lefebvre e de Dom Mayer.
    Aguarde…
    Você me pergunta ingenuamente: ”Por curiosidade… Onde fica o Católico Apostólico Romano?”. Pela pergunta que você faz, deduzo que ele não mora em sua casa, e que você mesmo não o reconhece quando se olha no espelho. Isso foi, sem querer, uma confissão sua.
    Por fim, lembre-se de que a obediência é uma virtude subordinada à Fé. Obedecer a um padre que ensina uma heresia é pecado. Não se obedece a uma ordem que vai contra ao que Jesus ensinou.
    Escreva-me sempre.

In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: Origem da Renovação Carismática - Orlando Fedeli

Cartas: Minha experiência antes e depois da RCC - Orlando Fedeli

Cartas: Dom de Línguas - Orlando Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais