Montfort Associação Cultural

23 de novembro de 2004

Download PDF

Quem poupa o lobo, sacrifica as ovelhas

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Afonso
  • Localizaçao: – Brasil

Sr Fedeli parabenizou-o por ter visão crítica acerca do papel da religião. Muitos religiosos crêem que perdão significa omissão como vem sendo feito neste país anarquico e entregue à marginalidade.

Concordo contigo quando defende a pena de morte, assim como o sr, sou totalmente a fovor desse punição aos monstros animalescos que povoam nossas grandes cidades.

Quem deve morrer é a besta, não a vítima indefesa como é de rotina neste país para humanos é justo o direito à vida, para animais irracionais e brutos a morte é a paga que lhe é devida.

Outra das razões pelo qual sou a favor da pena de morte é porque ela ainda possibilita um outro castigo igualmente justo aos marginais e psicopatas que é as chamas eternas do inferno.

Há uma citação bíblica que diz :”quem poupa o lobo, sacrifica as ovelhas”, vejo que o sr é um cristão que entende o significado da palavra cristão e não aqueles que acreditam que propagar o cristianismo é promover a impunidade.

Alguns religiosos e políticos insistem em denunciar o abuso policial e até aí tudo bem, mas por que nunca, mas nunca mesmo denunciam os abusos praticados por traficantes nas favelas cariocas?

No Brasil os direitos dos bandidos valem mais do que os das vítimas , que eu saiba nunca um representante dessas famigeradas ONGs deu sequer uma palavra de conforto às vítimas de criminosos, mas são ágeis quando querem colocar um policial honesto e trabalhador na cadeia por ter matado um assassino inveterado para proteger sua própria vida.

Recentemente lí numa reportagem, um relato de uma senhora que lamentava a morte do filho ( era soldado do tráfico) que fora encontrado com o corpo crivado de balas. Resta uma pergunta: Quantas pessoas o seu “infortunado” filho despachou dessa pra pior antes de ter sua carreira interrompida ? Será que se trata de um coitadinho?

Atenciosamente

Muito prezado Afonso, salve Maria.

Muito agradecido por seu apoio e por suas palavras de incentivo.

Qualquer pessoa que use o bom senso percebe como a pena de morte é necessária. Seu argumento de que poupar o lobo é prejudicar as ovelhas vem bem a propósito. Hoje em dia, somente se tem compreensão para com os criminosos e com o crime, esquecendo-se as vítimas.

Ainda na semana passada, porém, o porta voz do Vaticano, tratando do caso Bin Laden, disse que a reação a um ataque é necessária e legítima. É a questão da legítima defesa, sempre reconhecida e universalmente defendida: os que são atacados têm direito de se defender, inclusive usando a força (e a violência, disse Navarro Valls), desde que de modo proporcionado, quando não há outro meio.

Ora, a aplicação desse princípio à sociedade na questão penal, significa a defesa da pena de morte.

Foi feliz o porta-voz Navarro Vals. Fazia tempo que não se ouvia o óbvio nesse assunto.

In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: Criminalidade e pena de morte - Orlando Fedeli

Cartas: São Tomás de Aquino e a pena de morte - Orlando Fedeli

Cartas: A pena de morta é contra a lei de Deus? - Orlando Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais