Montfort Associação Cultural

7 de novembro de 2008

Download PDF

Qual é o verdadeiro papel da Igreja de Cristo?

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Rafaela
  • Localizaçao: Rio de Janeiro – RJ – Brasil
  • Religião: Católica

Venho por meio dessa carta fazer um desabafo!
Não consigo compreender o verdadeiro papel que a igreja de Jesus deve exercer em minha vida.
Pensava que a igreja deveria ser um guia para a minha fé, um farol que apontasse o caminho correto a ser seguido, mas vejo que essa idéia romantica não se encaixa na realidade da igreja!
Sou jovem, mas minha juventude se tornou sinonimo de retardo mental para os dirigentes da igreja. Sou jovem, mas minha alma não consegue se alimentar da papinha espiritual que a igreja me oferece (as musiquinhas sentimentalóides, o teatrinho e as danças no altar da eucaristia e outros elementos infantis que muitos padres se utilizam para atrair a atenção da juventude). Sou jovem e preciso de um alimento mais consistente para a minha pobre alma. Se não consigo encontra-lo na igreja de Cristo (a esposa do cordeiro) aonde poderia encontra-lo?
Não consigo entender essa posição da igreja em relação aos jovens. Não consigo entender a posição dos sacerdotes em relação a juventude.
Definitivamente, a igreja não me aponta o caminho a Cristo, somente o caminho a descrença!
Me esclareça uma coisinha: Qual é o verdadeiro papel que a igreja de Cristo deve exercer na vida do Cristão?

A paz de Cristo!

Muito prezada Rafaela,
Salve Maria.

     Só na Igreja Católica Apostólica Romana encontramos alimento para nossas almas. Pois “nem só de pão vive o homem, mas de toda palavra que sai da boca de Deus, disse Nosso Senhor (Mt. IV,4).
     Infelizmente, hoje, depois do Concílio Vaticano II, inroduziram-se na Igreja muitos erros, e um dos principais foi o ecumenismo. Os padres começaram a olhar os hereges protestantes com admiração. E aquilo que se admira, se imita. Os sacerdotes começaram a imitar os pastores hereges. Daí as musiquinhas, as ‘papinhas’ demagógicas que os sacerdotes dão, hoje, na Igreja aos fiéis. Essa falta de alimento que você sente, essa fome da verdade que você manifesta, é sofrida hoje por milhões de católicos aos quais os padres não dão o pão da verdade. Falam de fome material, e nem percebem que as ovelhas estão morrendo de fome da verdade que é um pão infinitamente supeiror ao pão material.
     Os Seminários nada ensinam. E quando ensinam algo é heresia modernista ou comunista. Quando so padres não caem no modernismo ou no marxismo, entregam-se à falsa mística da RCC. Resultado: fracasso completo do apostolado e o esvaziamento das igrejas. Esse são os frutos do Concílio Vaticano II.
     E quando alguém ensina o certo, os sacerdotes procuram silenciar quem ensina a verdade, negando qualquer apoio, ou disseminando aos ouvidos calúnias e maledicências contra quem ousa lhes apontar os erros. Essa é a triste situação atual.
     
Lecionei dezenas de anos em Colégios estaduais, onde constava que deveria haver aulas de religião. Em dezenas de anos só duas vezes encontrei Padres nesses colégios. Um deles só foi lá uns dois dias. Não ensinou nada. Deu um mau conselho à Diretora e foi embora, graças a Deus. Outro ficou alguns dias. Deu algumas aulas mostrando slides imorais e fugiu com uma moçoila. O que não o impediu de continuar na paróquia distribuindo a comunhão na Missa dominical. Assim são hoje os que deveriam distribuir o pão da verdade. Rezemos pelos sacerdotes. 
     Costumo ir ao Rio dar aulas. Apareça numa delas. Tenho certeza de que aprenderá bastante.

In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli

 

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: Parabenizar - Orlando Fedeli

Cartas: Todo Homem de boa vontade será salvo - Orlando Fedeli

Cartas: João Paulo II e o neocatecumenato - Orlando Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais