Montfort Associação Cultural

22 de dezembro de 2011

Download PDF

Qual a solução para os problemas da Igreja?

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Tiago Pires
  • Localizaçao: Paragominas – PA – Brasil
  • Religião: Católica

Caro Prof. Orlando Fedelli,

Salve Maria,

Quero primeiro parabenizá-lo pelo site, apesar de discordar com algumas posições suas.

O que me faz escrever-lhe é a dúvida da existência de uma solução para todos os “problemas gerados pelo Vaticano II”. Vamos supor aqui, que o Sr. fosse um cardeal e fosse eleito Papa. Quais seriam suas primeiras ações para reverter os “danos causados pelo Vaticano II”? A RCC ainda teria chance? O que o Sr. faria com os 10 milhões de brasileiros que se dizem carismáticos? E os outros movimentos surgidos após o Concílio Vaticano II? Qual a proposta de Igreja o Sr. iria colocar em prática? E a pastoral da juventude e sua teologia da libertação? Suas ações seriam eficazes o suficiente para não esvaziar ou criar inúmeros cismas na igreja?
Na certeza de ser respondido, dispeço-me.

Abraços

Tiago

Data 29.12.2008

Muito prezado Tiago,
Salve Maria.

     Sou casado e leigo e nem sei arrumar sequer minhas gavetas e nem as letras que tão mal digito. Não seria eu capaz de solucionar nada.

      A solução da crise atual da Igreja só pode vir de um Papa. E como Deus tudo de mais importante que faz na História, o faz com sangue, só Deus dará solução à crise atual suscitando um papa que morra como mártir em defesa da Missa e da verdade católica.
     Claro que muitos se revoltarão com a solução que for dada. Mas esses que se rebelarão conta o papa já são hoje cismáticos e hereges.
     Muitos dos que hoje vivem no erro, por graça de Deus, voltarão atrás, permanecendo no erro só os que tëm má fé e má vontade.
     Todas as heresias atuais terão que ser condenadas. Portanto, a Teologia da Libertação e o carismatismo serão excomungados para não enganarem a mais ninguém.

     Como disse São Paulo:  

Até importa que haja entre vós heresias, para que os que são sinceros, se manifestem“ (1 Cor, 11,19).

     Mas ái de quem as causa.

     Deus lhe dê um ano novo pleno de graças.

In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: Modernismo e Magistério - Orlando Fedeli

Cartas: Em quem votar para presidente? - Alberto Zucchi

Cartas: João XXIII e Bento XV - Orlando Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais